7 de agosto de 2015

Almirante preso na Lava Jato ameaçou 'meter bala' nos agentes da PF

Preso da Lava Jato ameaçou 'meter bala' em agentes, relata PF
Ex-presidente da Eletronuclear se recusava a abrir a porta, diz relatório.
Othon Silva está preso. G1 tentou falar com advogado, mas não conseguiu.

Othon Luiz participou, em 2011, de audiência no Senado para discutir o sistema de energia nuclear do país  (Foto: Antonio Cruz/ABr)Camila Bomfim
Da TV Globo, em Brasília
Relatório da equipe da Polícia Federal que no último dia 28 prendeu o ex-diretor-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva, na casa dele, no Rio de Janeiro, informou que se deparou com reações agressivas e ameaças.
Othon Silva é vice-almirante da Marinha, posto mais alto para engenheiros navais na corporação. Investigações da Operação Lava Jato encontraram indícios de pagamentos de propina para ele feitos por um consórcio de empreiteiras. Nesta quinta-feira (6), o ex-presidente da Eletronuclear teve a prisão temporária convertida em preventiva (sem prazo) pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância da Justiça.
Segundo o relatório da PF, ao receber os agentes, Othon Silva inicialmente se recusou a abrir a porta. Ele foi informado de que, caso a porta não fosse aberta, seria arrombada.
De acordo com o relatório feito pela equipe, “muito irritado, o senhor Othon Luiz Pinheiro da Silva disse ser um vice-almirante da Marinha, que exigia ser tratado com respeito, pois é uma autoridade”.
Ao ouvir da PF, pela segunda vez, que a porta seria arrombada, ele fez ameaças, segundo o relatório: “Othon Luiz Pinheiro da Silva asseverou que se a porta fosse arrombada iria 'meter bala em todos'”.
Um dos policiais deu dois chutes na porta. Nesse momento, Othon Luiz decidiu abri-la. A equipe que cumpriu o mandado contou que ele foi imobilizado e algemado, “gritando que não podíamos agir daquela forma, que ele é um vice-almirante da Marinha e que deveria haver no mínimo um vice-almirante da Marinha no local”.
O G1 fez contato por telefone com o escritório no Rio de Janeiro do advogado Helton Marcio Pinto, que representa Othon Pinheiro da Silva, mas não havia conseguido falar com ele até a última atualização desta reportagem.
Leia também
Almirante é preso na Operação Lava JatoTudo sobre a prisão do Vice Almirante Othon Silva
Armas de fogo e dinheiro
Durante o cumprimento do mandado de prisão foram encontradas seis armas de fogo, segundo a PF. Em uma gaveta do escritório havia R$ 20 mil em dinheiro e, em uma mala, outros R$ 25 mil em dinheiro.
“Questionado sobre o motivo de guardar essa quantia, ele informou que os R$ 20.000,00 eram para emergências, vez que já havia tido problemas com greves bancárias, e que os cerca de R$ 25.000,00 eram para pagamentos de despesas com empregados”, diz o relatório.
G1/montedo.com

13 comentários:

Anônimo disse...

Interessante, no momento da prisão é AUTORIDADE (ALMIRANTE!!!), no momento de receber propina é engenheiro nuclear...Salve a Justiça de SERGIO MORO!!! Deus abençoe esse Juiz!

Anônimo disse...

Só quer o bônus de ser da Marinha, o ônus de ser correto, íntegro, este fica para os marinheiros. Queima ele Jesus...

Anônimo disse...

E, agora, o que ele diz? E os "colegas" dele falaram o quê? Muitos dos que estão sendo presos se achavam acima da Lei e donos do Brasil.

Anônimo disse...

Sou Praça com muito orgulho, mas não vejo com bons olhos essa situação, indiferente se o Almirante roubou ou não, o fato ainda esta em fase de investigação, e não existe a materialidade total dos fatos atribuídos ao militar. A violação dos direitos constitucionais do militar é preocupante, a Polícia Federal e o Ministério Público ao meu ver não estão interessados somente em cumprir a Lei, mas sim também criar sensacionalismo idiota em relação aos fatos. Ninguém esta acima da Lei, errou deve pagar, mas esse tipo de circo, fica complicado. Em relação ao que foi encontrado pura palhaçada, a Lei tutela ao militar ter até 08 armas, no caso de Oficial, 02 de porte de uso restrito, 02 portes de uso permitido, 02 de caça de alma lisa e 02 de caça de alma raiada. BRASIL PAÍS DE POUCOS, TERRA DA SACANAGEM E DO ARBÍTRIO.

Anônimo disse...

Kkkk.....
Já era vice almirante... Nessas horas, afirmar que deve ter autoridade militar faz com que os civis riam de nossa cara....
Foi esse o legado que ficou depois de tanto aceitar tudo calado.... Faz tempo que nós das FFAA perdemos o respeito
2° sgt 2002

Anônimo disse...

"No mínimo um Vice-Almirante da Marinha no local".
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Marcos Pinto Franca disse...

Botou muito boy no livro , agora tá preso rsssss

paulo disse...

Que papelão Almirante Othon Pinheiro !
Vergonha para a família Pinheiro de Sumidouro/RJ, descendentes de Barões e Viscondes.
Meu falecido avô, que era seu tio-avô (General Langleberto Pinheiro Soares) sempre teve você como referência ímpar de inteligência e capacidade.
Esperamos de verdade que tudo isso tenha sido um lamentável equívoco.

Paul Cezar disse...

A PF sabe que o Almirante da Reserva tem, sim, direito de ter essas armas, também não entendi a questão da quantia em dinheiro na casa dele ser questionada. Agora, o problema aqui é se ele está sendo preso como Almirante ou como ex-diretor da empresa. No meu entender, ele está preso como ex-diretor, então, a melhor coisa seria dividi-lo ao meio deixando metade dele na cadeia e metade fora. Quanto ao desrespeito à autoridade dele pela PF, eu culpo os próprios generais por isto, pois se encolheram ao longo do tempo deixando outras instituições, que na ditadura viviam "babando ovo" das FFAA, crescerem suas asas. Portanto, Almirante, como Almirante não reclame!!!

Anônimo disse...

Enfim uma vóz coerente e pensante no anônimo de 7 de Agosto de 2015,11:40.É justamente aí que mora o perigo:O ARBÌTRIO.Do jeito que as coisas caminham,qualquer cidadão com a mais leve suspeita terá a porta arrombada a bala ou ponta pés,causando o terror aos familiares do suspeito.É a imposição do terror em nome da lei.

Anônimo disse...

Se a PF vier na minha casa, por engano é claro, e procurar dinheiro, eles é que vão ter que me dar algum. A coisa tá feia. Para as "emergências" só tem as moedinhas do cofrinho.

Anônimo disse...

A presença de um vice-almirante no local. Kkkkkkkkkkkkkk. E meter bala!!! Kkkkkkkkkk!!!

Anônimo disse...

Pra mim controlador de estacionamento regulamentado, agente de trânsito, guarda municipal, etc, são tão autoridades quanto os militares e dizer que a Polícia Federal está prendendo por arbítrio ou dizer que outras instituições estão crescendo as asas é no mínimo falta de bom senso. Cada instituição tem sua função e esse negócio de dizer que polícia não pode prender militar é coisa do passado. O pior de tudo é o coitado do EV que ouve essas asneiras dos mais antigos e daí quando é abordado pela polícia diz que não pode ser abordado e que a polícia (militar, CIVIL ou GCM) é força auxiliar do Exército e até acaba exigindo continência de Sd PM com 20 anos de serviço. O resultado disso é previsível: o bizonho é preso, isso quando não leva uma coça. Já dizia o velho ditado: quem não deve não teme! Se a PF bater aqui em casa, franqueio a entrada da equipe para que esta cumpra o mandado e se eles tiverem tempo ofereço um café, pra não dizerem que perderam a viagem!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics