6 de fevereiro de 2018

'Severinos' do gelo: Moscou pede ajuda ao Exército após 'nevasca do século'

Moscou pede ajuda ao Exército após 'nevasca do século'
Nevou em 36 horas o equivalente ao mês inteiro na capital russa
Resultado de imagem para neve cobre a praça vermelha em moscou pavel golvkin afp
MOSCOU - Soldados russos foram convocados para limpar as ruas de Moscou e dos arredores da capital da Rússia nesta segunda-feira (5) depois que uma nevasca recorde atrasou voos, derrubou centenas de árvores e transformou as ruas e calçadas em uma pista de corrida de obstáculos.
O equivalente a mais de um mês de neve caiu em um período de 36 horas em Moscou no fim de semana, na maior nevasca desde que a contagem começou.
O prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, que chamou o evento de "nevasca do século", disse que ao menos uma pessoa morreu quando a queda de uma árvore derrubou cabos de eletricidade.
Ao menos outras cinco pessoas ficaram feridas, disse ainda o prefeito.
O Exército russo disse em uma nota que enviou 100 soldados, duas escavadeiras e um caminhão para ajudar a retirar a neve.
As crianças foram liberadas da escola nesta segunda, quando as temperaturas ficaram em torno de -12ºC. As autoridades pediram que as pessoas deixassem seus carros em casa e usassem o transporte público.
"Acabei de sair de casa mas já levei um tombo porque a neve não foi tirada das calçadas", disse Lilya Belkina, moradora de Moscou. "Está muito difícil para atravessar a rua."
AFP
FOLHA/montedo.com

7 comentários:

Marcelo Carvalho disse...

É o aquecimento global!

Anônimo disse...

Por favor, Montedo!

"Severinos?"

Não há como comparar a situação dos russos com a nossa.

Se foram chamados é pq foi realmente necessário.

O Exército Russo não se presta a qq papel como o nosso se presta.

Anônimo disse...

Nosso EB exportando tecnologia... Quem diria... Tecnologia severina... kkkkkkkk...

Véio disse...

Todo exército é, salvo em guerra, mão de obra ociosas e disponível. Só aqui a severinada acha um absurdo combater a dengue ao invés de ficar comendo frango no rancho.

Anônimo disse...

É cada comparação...

Anônimo disse...

Nada mais justo que oferecer a mão amiga ao povo, que é quem paga nosso salário. Aciso, GLo, operação pipa, enchentes, estradas, etc. Parte dessas atividades garantem reconhecimento e admiração por parte da sociedade. Já participei de algumas, apesar do desgaste físico é recompensador saber que estamos fazendo algo útil pra sociedade. Brasil acima de tudo! 2 Sgt 2004

Anônimo disse...

Camarada Veio. Q tal essa sugestão: ao invés de ficar comendo frango no rancho, as Forças Armadas poderiam ser utilizadas na limpeza urbana dos municípios?!?! A tropa ficaria sempre "adestrada" e as prefeituras não gastariam com contratação de empresas para a execução dessa importante "missão"!!!! ST Mat Bel Turma 1995.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics