14 de fevereiro de 2018

Brasil dobra controle militar e reforça triagem de venezuelanos

Haverá aumento de 100 para 200 homens nos pelotões de fronteira no Estado e duplicação dos postos de fiscalização
Venezuelanos caminham pela Rodovia BR-174, que liga a cidade de Boa Vista (RR), à fronteira com a Venezuela - 03/02/2018
Venezuelanos caminham pela Rodovia BR-174, que liga a cidade de Boa Vista (RR), à fronteira com a Venezuela - 03/02/2018 (Fabio Gonçalves/Fotoarena//Folhapress)
Por Estadão Conteúdo
O Brasil criou uma força-tarefa para controlar o ingresso de venezuelanos em Roraima, medida anunciada em visita do presidente Michel Temer ontem a Boa Vista. De acordo com o plano, haverá aumento de 100 para 200 homens nos pelotões de fronteira no Estado e duplicação dos postos de fiscalização. O governo federal pretende aplicar R$ 15 milhões na contenção de novos refugiados – alguns dos quais são usados pelo crime organizado – e na ajuda para os que já chegaram.
Segundo a Polícia Federal, 42 mil imigrantes venezuelanos entraram em 2017 por via terrestre em Roraima e não saíram. Isso equivale a 10% da população do Estado, de 400 mil moradores. Depois do anúncio da assinatura de uma medida provisória decretando uma espécie de “estado de emergência social” na região, os ministros da Defesa, Raul Jungmann, do Gabinete de Segurança Constitucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, e da Justiça, Torquato Jardim, detalharam algumas das medidas.
No que se refere ao Ministério da Justiça, 32 homens da Força Nacional que estão em Manaus serão deslocados para Roraima e oito caminhonetes, assim como motocicletas, serão levadas para ajudar no patrulhamento. Um hospital de campanha será montado em Pacaraima, cidade fronteiriça.
Veja/montedo.com

4 comentários:

Marcelo Carvalho disse...

Logo teremos mais um pronunciamento do ministro da defesa COMUNISTA sobresasobr banalização do emprego das FFAA na segurança pública ... Haja blá-blá-blá!

LUIZEDZ disse...

Enquanto isso em Cabo Frio - RJ, centenas de profissionais da saúde, educação, segurança e limpeza trabalham e não recebem seus salários e décimo terceiro nem pensar . A grande maioria são formados e pós graduados.

Léo disse...

PALAVRAS AO VENTO...

Prometeu o Céu de Brigadeiro,com relação aos nossos ordinários vencimentos,ao cmt do EB,e coisa nenhuma elevado a mil potência de suas palavras serão cumpridas.Coisa alguma! Desde quando comunista merece credibilidade? O Temer estava apavorado com a possibilidade de ir parar na cadeia,naquele episódio:-"Tem que manter, isso,viu?".Aí escalou o comunista Raul Jungmann para mentir para a tropa,prometendo o que já sabíamos que jamais seria cumprido.Comunista é comunista.Credibilidade zero!

Anônimo disse...

Não entendi o fato de não estarem recebendo salário com o outro de serem formados e pós-graduados. Os demais trabalhadores não têm direito ao salário, não? Deixa de ser preconceituoso!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics