9 de janeiro de 2018

Homem que atirou em militares é morto em novo confronto contra homens do Exército na fronteira com a Colômbia

Publicação original: 8/1 (13:24)
Vila Bitencourt (AM) - O Comando Militar da Amazônia informa que imediatamente após o confronto com traficantes ocorrido na noite do dia 05 de janeiro, empregou tropa de buscas região da sede do Pelotão, com o objetivo de tentar localizar os criminosos que haviam se evadido do local. Na tarde deste sábado, 06 de janeiro, os militares encontraram um homem, que efetuou disparos de arma contra a tropa, colocando em risco a integridade física dos militares, que responderam em legítima defesa e mataram o suspeito. O criminoso não possuía nenhum tipo de identificação. O corpo já foi encaminhado para o Hospital da Guarnição de Tabatinga para os procedimentos legais.
O Comando Militar da Amazônia informa ainda que já deu início ao procedimento investigatório para apurar as circunstâncias dos fatos.
Somente nos cinco primeiros dias do ano, na área de responsabilidade do Comando Militar da Amazônia, as atividades de combate aos ilícitos transfronteiriços geraram prejuízo ao narcotráfico de cerca de R$ 18 milhões de reais, favorecendo assim a sociedade brasileira.

Leia também
Exército apreende 1,2 tonelada de maconha na fronteira com a Colômbia. Dois militares ficaram feridos no tiroteio

Entenda o caso
O Comando de Fronteira Solimões/8° Batalhão de Infantaria de Selva, por meio do 3° Pelotão Especial de Fronteira – Vila Bittencourt, apreendeu 1.200 kg de Skank em uma embarcação na calha do rio Japurá.
Por volta das 22h do dia 05 de janeiro, integrantes do 3º PEF realizaram a interceptação de uma embarcação colombiana que estava descendo o rio. Procurando evitar a abordagem para a fiscalização, os traficantes realizaram disparos contra a tropa brasileira e tentaram fugir rio abaixo. Depois de vasculhamento, a embarcação foi encontrada abandonada contendo cerca de 1200 kg de entorpecentes. No confronto, dois militares do Exército Brasileiro foram feridos com maior gravidade, sendo evacuados para Tabatinga onde foram hospitalizados e não correm risco de morte.
O Comando Militar da Amazônia informa que está sendo aberto um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as circunstâncias dos fatos.
AMAZONAS Notícias/montedo.com

10 comentários:

Anônimo disse...

E por que a PF não faz esse trabalho, não é atribuição deles? Ah! esqueci. Eles não trabalham sem diárias e em condições como as dos PFs. Parabéns aos guerreiros do pelotão de fronteira e aos FEs! Brasil acima de tudo!

Anônimo disse...

Saudades dos velhos tempos, vez levou em dobro!!!! Brasil, Bolsonaro!!!!

Anônimo disse...

Mais um vagabundo pro "saco preto"!Este jamais voltará a cometer crimes!

Anônimo disse...

Se não for uma ação a lá "Traira", como em 1991 ....

Anônimo disse...

Esses agentes da PF na fronteira é tudo Nutela.Se for delegado, então!
Parabéns meus irmãos de farda.
Deus protegendo!

Anônimo disse...

Vila Bittencourt é sempre tenso !! Só tem noção quem já serviu nesse PEF..
O Comandante tem que se experiente, tem que ter muito equilíbrio emocional e tem que exercer LIDERANÇA,senão aquilo vira uma bomba!!!

Anônimo disse...

Tinha que acabar com tanto Oficias nas policias militares,e ser agente de polícia estadual o dinheiro de pagar tanto oficial de policia sem fazer nada dava para pagar vários agentes de policia,e nas forças armadas diminuir essa quantidade de General que só pensa neles transferência diária e um cargo publico na reserva,e os praças que se ferre para passar fome pagando aluguel caro.

Anônimo disse...

Que Deus proteja nossos militares.

Dr Cana disse...

Parabéns militares, infelizmente ainda a atuação é muito precária nas nossas fronteiras e por muitos lugares passam armas de guerra;ficando a guerrilha a cargo das polícias nas grandes cidades...infelizmente cada vez pior em questão de segurança pública e soberania nacional
...sabemos das dificuldades e da falta de efetivo da Excepcional Polícia Federal; sabemos das dificuldades e das leis fracas ,falhas e brandas que não valorizam a gloriosa polícia militar, onde os bravos combatentes perdem a vida constantemente para defender um povo hipócrita.

Anônimo disse...

Pelo que entendi, ainda falta mais alguns. Pode encomendar as almas?

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics