25 de agosto de 2016

Competição de guerra na selva reúne dez países em Manaus

33 comentários:

Anônimo disse...

Só esquecerem de divulgar também que morreu um Cb do EB que estava em apoio nesta competição..

Anônimo disse...

Quanta perda de tempo. Coisa de exército primitivo. Quem em sã consciência vai invadir um amontoado de rios e árvores? Força aérea, artilharia antiaérea, porta aviões e drones decidem um conflito moderno, não correr em forma de calça e coturno, e fazer armadilhas de cipó. Só para controle muitos países no mundo tem pioneirismo no combate em ambiente de selva, o CIGS não inventou nada e não é referência em nada, a não ser nos embustes das cancoes militares. Nosso exército só não está falido para esse tipo de evento, e para pagar atletas. O SD que cumpre sv militar obrigatório tira sv de 24 horas a cada 3 dias e não tem uma refeição decente.

Anônimo disse...

Os militares estrangeiros devem tirar sarro do cursinho e tecnicas empregadas e realizadas dada ali...
O Brasil não é e jamais sera o unico a dominar a pratica de guerra na selva.
Tem muitos países muito melhores em atividades de selva que o Brasil, que não passa e um embuste. Até onde sei ali era competição de guerra na selva ou GLO, pois estavam fazendo atividade de GLO. Uma piada. O Brasil é piada para outras FFAA do mundo pela sua rusticidade, atraso profissional, falta de profissionalismo e despreparo do pessoal e de material. Melhor dizendo uma FFAA falida...

Anônimo disse...

Anônimo das 08:04. Ás vezes é bom conhecer a história. Vietnam decada de sessenta. O contexto de selva não mudou, tipograficamente falando e métodos de guerra por lassidão Ainda serão aplicados na nossa Amazônia, se houver conflito. De que adiantou poderio aéreo e artilharia se o que foi o peso na balança para dar a vitória aos vietnan foi o combatente. Chapéu de palha, fuzil, arroz enrolado numa câmara na cintura, água e muitos túneis. A guerra na selva é guerra de guerrilha, não adianta o maior poderio do planeta. O combatente local, treinado e conhecedor do terreno será o vencedor. Não sou selva, hj sou Qao da reserva, fui sargento de cavalaria, tive muitos colegas que serviram na Amazônia e por tudo isto lhe afirmo que vai ser muito difícil uma tropa estrangeira firmar terreno na nossa Amazônia. Espero ter contribuindo para este assunto.

Anônimo disse...

1. Quantos paises do mundo estão em condições de lutar uma guerra moderna? Não se contam nos dedos de uma mão!.....2. Caças, artilharia, porta aviões e drones ganham batalhas, mas o homem ocupa o terreno. Isso as guerras modernas AINDA não mudaram. Causa surpresa que o maior numero de baixas nas 2 guerras do Iraque e no Afeganistão sejam justamente de infantes? 3. Se é coisa de exercito primitivo é estranho que americanos, ingleses, franceses e alemães venham perder o seu tempo aqui. Será que eles não sabem disso? Ou será que eles também são primitivos? Fiquei na dúvida agora kkk

Marcelo Carvalho disse...

A revolta desses leões de alojamento é deprimente... "O CIGS não é referência" foi a gota dágua ..

Anônimo disse...

Tanto embuste de guerra na selva, onça no chapéu... Mas o que eu vejo é um monte de guerreiro de selva que faz o curso e depois vai "operar" nas OM's do litoral brasileiro, ficar sentado atrás de uma mesa em Brasília, ou servir numa "selva de pedra" urbana... Acho que todos os guerra na selva deveriam servir em PEF por no mínimo 6 anos para efetivamente aplicarem os conhecimentos em missões reais e não somente ganhar um brevê para ficar ostentando de fodão e servir em Parque Regional, BLog, Arsenal, Diretoria no DF, OM de saúde e trabalhando como Fiscal Adm, S1, Tesoureiro, etc, etc...

Anônimo disse...

Vc fez?

Anônimo disse...

Um bando de recalcado que so tem a IBC da ESA como referencia vem dar opiniao aqui e chamar o pessoal de embusteiro. Embuste e falar sem conhecimento. Vai la! Poe o coturninho com ziper bizurado na selva, depois, se conseguir finalizar o curso e somente se, podera vir dar pitaco.
A SELVA NOS UNE...

Anônimo disse...

Quantos teóricos da guerra aqui....me digam para que serve o famoso:"saquem suas marmitas, 10 segundos.....guardem as marmitas, não foi bom...", ou correr em volta de algum pavilhão com todo o equipamento...devem ser moderníssimas técnicas de combate, que o CIGS desenvolveu ao longo de décadas de pioneirismo....kkkkkk. É muita comédia. Mas logo passam os dois anos, e a GU do nordeste vem....ou em BSB, e uma vida inteira de embuste.

Anônimo disse...

CIGS é referência em que mesmo? Fazer confraria para comemorar brevê?

Anônimo disse...

Americano vem aqui rir, e ver como se comporta uma tropa de neandertais fazendo armadilhas de cipó.

Anônimo disse...

Bem melhor que uma vida inteira de recalque e inveja...

Anônimo disse...

Para que serve? Eu lhe digo: Serve para separar os fortes e determinados dos fracos e choradores, como voce!
SELVA!!!

Anônimo disse...

Quem combate bem na selva são os militares que se acostumaram a viver na selva. Não é o caso do pessoal que passa pelo CIGS (a maioria que já fez o curso é oriunda de metrópoles) onde até mulher já se formou no curso.
Não esqueçam que apesar de haver toda aquela teoria antiga da guerra de lassidão, o que ocorreu no Vietnã, aqui a maioria dos militares (os recursos humanos) que estão em região de selva são oriundos das grandes cidades. Só estão na selva por conta da "plata" (money, dinheiro, bufunfa, pixuleco, cascalho) que recebem para ir pra lá e só fazem aquele estágio de selva meia-boca para desencargo de consciência e depois ficam dois ou três anos e voltam para cidade grande.

Anônimo disse...

Companheiro de 28 Ago 09:39, caso vc possua esse "maravilhoso", "magnânimo" curso, vc ganha o mesmo que todos os que não possuem. Sentir inveja de um adereço de borracha no peito de alguém é algo pequeno demais, deveríamos então sentir inveja das PM, onde um SD ganha tanto quanto um ST do EB, e é mais valorizado tanto na corporação quanto na sociedade. De pessoas arrogantes que se julgam importantes por motivos fúteis, devemos sentir pena, não inveja. Reflita.

Anônimo disse...

Comemora quem pode!

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk, você é um comediante anônimo 28 Ago 10:15..a coragem, moral ou bravura, não se desenvolve como atributo fazendo curso, faz parte da personalidade do ser humano. Conheço muitos "guerreiros de selva" que se formaram nesse curso por saberem nadar e não contrariarem os instrutores. Tenham mais humildade. Todos sabemos quem é embusteiro e quem não é. Também sirvo em GU de selva a vários anos, e digo que os verdadeiros Guerreiros (com "G" maiúsculo) são os Sgts QE, Cbs e Sds da região que já foram em uma miríade de missões em ambiente de selva, não os embusteiros que fazem 3 meses de curso e vão embora, para BSB e GU do NE. Mais humildade meus caros.

Anônimo disse...

Comemore o aumento de 5,5%...."guerreiro" de selva...kkkk

Anônimo disse...

Num exército de Australopitecus e Neanderthais, poderíamos separar os fortes e determinados sacando e guardando a marmita...mas, dada a situação de penúria das FA, onde os melhor capacitados caem fora aos montes em todos os BE da sexta-feira, pode ser que vc tenha razão, anônimo das 10:15, 28 Ago...kkkkk

Anônimo disse...

Re cal ca do!

Anônimo disse...

VC eh que precisa refletir, sobre o que esta fazendo no EB. Frustrado, babe de inveja...

Anônimo disse...

Embuste puro ! Os Sargentos então nem se fala . Fazem o curso e nunca mais pisam na selva . Tinham que ficar no mínimo 8 anos na selva para se julgarem conhecedores da causa .

Anônimo disse...

Tem um comentarista aí que diz que curso separa forte e determinado de fraco e blá, blá, blá. Concordo mesmo, sou um fraco! Não tenho força para aguentar um qualquer mandando eu sentar e levantar, dando grito para que eu desmonte/monte uma mochila cheia de tranqueiras que nunca vou usar ou ficar correndo pra lá e pra cá cantando musiquinha dizendo que vou espetar a buchada de não sei quem ou que sou matador de guerrilheiro, satanás ou sei lá qual entidade.Já vi muito militar com curso operacional não conseguir cumprir um simples horário. Já vi militar super operacional chegar caindo de bêbado no quartel. Já vi muito cidadão que não sabe diferenciar dia da noite e achar que é melhor por causa de um brevê que usa na farda suja e mal apresentada. Outros parece que nada aprenderam sobre camaradagem, pois conheço uns que são extremamente desunidos e não hesitam em incinerar os companheiros para se dar bem. Não tenho nada contra quem faz cursos, mas aprendam a respeitar aqueles que optaram por outro caminho. Todo curso ou estágio que fiz, por mais ridículo que seja, sempre tinha alguém querendo pagar de gatão e ficar inventando moda, querendo criar mística e é por isso que não faço mais curso ou estágio nenhum no Exército, enquanto amadores acreditarem que são profissionais. Brevê não molda caráter!!!

Anônimo disse...

Cidadão de 28 de agosto de 2016 10:41: A princípio não ia responder. Alguém mesmo já disse que "discutir com certas pessoas é como jogar xadrez com pombo. Ele vai derrubar as peças, cagar no tabuleiro e sair de peito estufado cantando vitória", mas enfim, essa permanência parece que não acaba nunca...
Pra começar, não me chame de "companheiro". Meus companheiros são todos aqueles com quem tive a honra de cursar o COS. Todos esses são meus companheiros e tem moral pra falar algo, inclusive aqueles que por algum motivo não conseguiram completar o curso. Ainda que não tenham completado, tiveram a coragem de tentar. Sei que você não vai entender, mas não se faz COS, PQDT, Montanha ou outro curso de combate pra se ganhar dinheiro. Parece difícil de acreditar, não é? Mas é verdade. Também não é por um "adereço de borracha". O que nos dá orgulho é todo o esforço despendido pra merecer usá-lo. Aliás, sabe o que é mais importante em nossa farda? Nosso nome! Esse sim vale muito. Mas isso também deve ser difícil de você entender. Vou dar uma dica. Fazemos por valores morais, ética, comprometimento e, claro, por um grande desejo de superar desafios. Isso são coisas que estão muito além da compreensão de pessoas como você. Mas, seguindo teu conselho e refletindo, eu me pergunto: Se você não sente inveja, por qual motivo você se preocupa afinal com quem fez o curso? Será alguma mágoa do passado? Alguma história mal resolvida? Algum Guerra magoou teus sentimentos? Vamos lá cidadão, abre teu peito e fala dos teus sentimentos...
SELVA!!!

Anônimo disse...

Bem, vc já demostrou em seus comentários que é extremamente arrogante e desunido por conta de um brevê, que seus companheiros são apenas aqueles que tem esse curso "f..dão" e maravilhoso. Precisa falar algo mais?

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk kkk, babar de inveja. Essa é boa. Talvez eu esteja bravo por não participar da "confraria dos guereiros de selva"...aliás quem tem EAVS ou serviu mais de dois anos na selva devwria participar, no combate não vai ter segregação, fora uma ou outra missão específica (a de um guerreiro de selva creio que seja nadar e fazer armadilhas de cipó....mas enfim)

Anônimo disse...

Anônimo de 29 ago 01:47, "Superar desafios" é coisa de adolescente. Tema da novela das 1730 de um canal conhecido e palestra de auto ajuda. Nosso nome vale muito sim, e em uma instituição que não valoriza seus recursos humanos, ele passa a ser o principal motivo para continuarmos a bem cumprir nossos papéis, nossa labuta e missões diárias. Aprenda como dito acima, que curso não molda caráter e não desenvolve atributos como a coragem, a persistência, isso é intrínseco do homem. Dizer que um determinado grupo que adquiriu alguns conhecimentos fazendo um curso é melhor infinitamente que outros, é bravata, vaidade, mística criada para "atrair moscas ao mel", psicologia pura. Tem muito peito liso, "capivara" como vcs chamam, que é muito mais profissional e cumpridor de missão que muitos "guerreiros" de selva, num combate com certeza duraria mais que os "rambos" da selva.

Anônimo disse...

Interessante como o anonimato anima os covardes a externarem suas opinioes. Sou ST e fiz o COS em 1997 e nunca, nunca mesmo um Graduado ou Oficial veio ate mim dizer que o curso eh embuste e coisas do genero...

Anônimo disse...

Iludidos. Ainda cairão na real, na primeira injustiça que sofrerem e por terem sacrificado as suas familias e se sacrificarem a troco de nada. Será que as suas familias realmente aprovaram as suas ausencias no dia a dia ?

Anônimo disse...

Senhores, Senhores, Tudo ilusão meus camaradas. Estudem meus camaradas. Trabalhem no ar condicionado com salário digno para dar uma vida boa a família. Este tempo de embuste já se foi. Conheço um guerra na selva que se perdeu nos fundos do batalhão e outro que bebia tanto que era carregado e gritava selva quando jogavam ele no chuveiro para curar o fogo. Discordo que o curso é para formar caráter como foi citado acima, isto vem de berço. Os jovens de hoje não se iludem e não se admiram mais com isto, sabem que este curso gasta muito em kit para ser chutado pelos monitores e a saúde desgasta. Ficam com uma mochila nas costas, correndo para um lado e outro, ouvindo gritos. Ficam debilitados que não conseguem aprender nada. Isto até um recruta faz. O Senhor que é guerra sabe que isto é verdade, mas tem que manter a "mística", concordo tem que valorizar o que fez, porém nunca desvalorizar os demais. Guerra um dia o senhor vai ficar velho, sua onça vai ficar cansada que terá de ser carregada. Seja humilde, não estrague seus músculos, sua coluna, seus ossos, sua pele. Preserve seu corpo. Tudo passa e isto vai passar e sua onça vai cansar. O Senhor ficará idoso e vai estar lá na SIP sentado e com dificuldades para caminhar e talvez até amparado por Sd EV e ninguém vai saber de sua onça. Eu sou peito liso, sou 03 de turma. Sou químico, físico e biólogo e na reserva buscarei o Doutorado. Isto é o orgulho para meus dois filhos alunos de medicina na Universidade Federal. Isto sim é orgulho para mim. Desculpem o desabafo de um peito liso e feliz.

Anônimo disse...

Por camaradagem....não que não seja embuste de fato.

Anônimo disse...

Perder para chineses em casa? Embuste, a gente vê por aqui..kkkkkkkkkkkkkkkk. vão dizer o que? Que a China tem 5000 anos de história e teve mais tempo para treinar Guerreiros de Selva???? Kkkk

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics