25 de fevereiro de 2016

Um General para ser lembrado e uma guerra para não ser esquecida

Robinson Farinazzo
santoscruzgeneral
“Eu procuro fazer as coisas de forma simples, focar no que precisa ser feito. Se começar a focar na dificuldade, ficar raciocinando na complexidade do problema, acaba perdendo tempo”, afirmou. “Há um planejamento, e temos que colocar em prática. Eu dou o ritmo, de forma mais rápida, ou menos. Mas temos que andar pra frente, a coisa tem que ter dinamismo” General de Divisão Santos Cruz

General-Carlos-Alberto-dos-Santos-Cruz1

Carlos Alberto dos Santos Cruz é um militar brasileiro. E um cidadão que o resto do mundo conhece ( e reconhece) melhor que o seu próprio país.
No comando da missão de paz na República Democrática do Congo (MONUSCO) em 2013, estiveram sob sua coordenação de cerca de 23,7 mil militares de 20 países. Pela primeira vez desde a Guerra da Coréia (1950-53), a ONU (Organização das Nações Unidas) autorizou o uso de força militar para fazer cumprir suas resoluções.
Sob Cruz, deu-se o fim do confronto com o Movimento 23 de Março (M23), o maior grupo guerrilheiro do país africano, que acabou por encerrar a luta armada nos fins de 2013.
Pouco conhecido no Brasil fora dos meios militares, a missão bem sucedida de Santos Cruz foi descoberta pela rede de televisão árabe Al Jazeera e revelada ao resto do mundo em documentário de 25 minutos.
Profundamente humanitário em sua visão de mundo , é dele uma das frases que talvez mais defina a natureza do trabalho conduzido por civis e militares a serviço da ONU:
“A gente nunca se acostuma com o sofrimento humano”

(Fontes: Portal G1 , Revista Istoé e Rede Al Jazeera)

34 comentários:

Anônimo disse...

http://militaresbrasil.blogspot.com.br/2016/02/24022016-tribunal-mantem-condenacao-de.html

Anônimo disse...

24/02/2016 - PL 4383/2016 - Código penal militar

http://militaresbrasil.blogspot.com.br/2016/02/24022016-pl-43832016-codigo-penal.html

Anônimo disse...

==> Médicos que prestam serviço militar obrigatório tem direito ao pagamento de férias e indenização de transporte

http://www.odireitodomilitar.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Esse cara é diferenciado, queria ter a oportunidade de combater sob seu comando. Parabéns pelo trabalho!

Anônimo disse...

UM LÍDER DESSE NÃO É RECONHECIDO PELO EXÉRCITO BRASILEIRO, SE FOSSE SERIA PROMOVIDO A GENERAL DE EXÉRCITO.

Anônimo disse...

Realmente este Grande Oficial não foi valorizado pelo Exército Brasileiro,que preferiu promover burocratas em seu lugar.

Anônimo disse...

DECISÃO: Licença-prêmio não gozada pode ser convertida em pecúnia

21/01/16 15:17

http://portal.trf1.jus.br/portaltrf1/comunicacao-social/imprensa/noticias/decisao-licenca-premio-nao-gozada-pode-ser-convertida-em-pecunia.htm

Anônimo disse...

Bem que eu gostaria que essa forma de pensar e agir do general fosse colocada em prática nos dias de hoje, aqui no pais.

Souza J. E. disse...

Parabéns General Santos Cruz.
Vossa Excelência com as vossas ações, dignifica e enaltece o nome do Exército Brasileiro e da nação Brasileira. Nação esta, que não se encontra literalmente no fundo do poço, por ainda existir cidadãos brasileiros com o quilate de moral, sentimento humanitário, probidade, comprometimento e responsabilidade como o de V. Exa.
Meus sinceros parabéns! Receba o nosso muito obrigado e a nossa eterna gratidão e reconhecimento. Respeitosamente.
Sgt R/R Aer Eduardo Souza

Anônimo disse...

Pouco reconhecido até mesmo pelo nosso Exército.
Porém muito bem recomendado por todos que serviram com ele. Eu que não tive essa honra fica meus sinceros reconhecimentos.
Brasil acima de tudo!

Anônimo disse...

Esta historia precisa ser mais conhecida. As pessoas focam na fracassomania e não percebem que tem muita gente boa no País fazendo (bem ) o que precisa ser feito

Anônimo disse...

Isso deveria ser uma vergonha para a imprensa brasileira, pois isso acontecer de uma emissora estrangeira fazer uma materia otima mostrando o real trabalho de general brasileiro e nem se quer as emissoras brasileiras noticiarem nada.
Infelizmente o brasileiro não valoriza o seu proprio povo...
Parabens ao general e a materia.

Anônimo disse...

Eu gostaria muito de combater sob o comando do General, seria uma honra, mas acredito que combater mosquito não é bem a praia dele.

Anônimo disse...

Fui aluno na EsPCex e cadete na AMAN e, por isso tive o privilégio de conviver com esse oficial que era para nós, ao lado do Cel. Clóvis Conccato, um exemplo que deveríamos seguir por toda a nossa vida profissional. Esses dois oficiais destacavam-se,também como excepcionais atletas, mesmo após uma certa idade. Fiquei muito decepcionado quando soube que ambos tinham ido para a reserva sem atingirem o posto máximo de nosso Exército. Homens guerreiros, competentissimos, inteligentes, extremamente exigentes, porém, muito humanos. Conccato e Santos Cruz marcaram para sempre diversas gerações de comandados. LUZ VERDE!

Profreta Aracaju disse...

Na época regulamentar, ele será promovido a general de exército. E só aguardar.

Anônimo disse...

Eu estava com uma dor de cabeca daquelas. Depois foi diagnoaticado sinusite. Estava sentado no banco da sala de espera do HMab em Brasilia e de tao forte a dor eu abaixei minha cabeca e comecei a comprimir as temporas pra aliviar um pouco. Nisso entra um senhor, de tenis, camiseta e uma calca jeans surrada. Sentou perto de mim. Antes disso ele cumprimentou todo mundo ali, com um sorriso e um bom dia. Alguns minutos depois ele se inclinou em minha direcao e perguntou se eu esta a bem. Lhe respondi que minha cabeca parecia que iria explodir. Eu estava fardado e ele viu que eu era SGT. Nesse momento a Sra. do atendimento perguntou se ele tinha marcado consulta ao que ele respondeu que sim e falou seu primeiro nome. Eu nao o conhecia, nem de vista nem de nome e com a dor de cabeca q estava, nem prestei atencao... Esperamos uns vinte ou trinta minutos, ate q o medico veio nao de de onde e chamou o primeiro paciente. Nessa hora ele levantou, foi ate o bebedouro e me trouxe um compo d'agua. Eu devia estar feio na foto. Algum tempo depois o medico liberou o primeiro paciente e veio chamar o proximo. Era o senhor do jeans surrado. Ele entao disse ao med para me atender na frente, que ele iria depois. O medico disse apenas ok e me conduziu ao consultorio. No meio da consulta chega o vice diretor do hospital, e logo perguntou ao doc porque ele nao havia atendido o general. Que general? Perguntou o doc. O senhor que esta sentado la fora. Sim. Respondeu o TC Cel Vice diretor HMAb. Ele passou a vez ao SGT aqui. Disse que vem depois. O VDir me deu uma olhada de cima a baixo, como quem diz, "que m... eh essa que tu fez pica-fumo. E falou, ta bom, mas "nao demora". Nisso ouvimos a voz do general atras do TC, dizendo: Nao tem pressa nao doutor, nao tem mais ninguem na espera, soh eu. Vim ver como estah o SGT. Bom vcs sabem como eh quando o pessoal fala con gen. Cada tres palavras, duas sao "sim excelencia". Parecia que o TC so sabia falar isso. Pois bem, terminou o atendimento, "miraculosamente" fui encaixado em uma tomografia comput. naquele mesmo dia, onde descobri que era uma sinu. Quando sai do consultorio o gen se despediu, antes mesmo que eu. Me desejou bom dia e entrou no consultorio. Fiquei curioso pra saber quem era ele. Nisso me aparece de novo o TC e me pergunta de "sua excelencia" Disse que estava sendo atendido. Dai nao aguentei e perguntei que gen era. O TC, "vc nao conhece o Gen Div Santos Cruz?" Ele estah aqui pra fazer os exames medicos pra missao no Congo!

Anônimo disse...

25/02/2016 - Caminhão do Exército derruba poste e causa tumulto no trânsito -MT

http://militaresbrasil.blogspot.com.br/2016/02/25022016-caminhao-do-exercito-derruba.html#sthash.88TRnK7e.dpuf

Anônimo disse...

Carlos Alberto dos Santos Cruz esse sim é o cara ! Tive o prazer e a honra de servir com ele de 1998 a 1999 quando ainda era Cel,só quem teve a oportunidade de conviver com ele sabe o quanto é competente e humano, GEN Santos Cruz que Deus o proteja hoje e sempre !

Anônimo disse...

Militar aposentado da aeronáutica morre em acidente na br-101, em Pedras de Fogo

http://g1.globo.com/pb/paraiba/jpb-1edicao/videos/v/militar-aposentado-da-aeronautica-morre-em-acidente-na-br-101-em-pedras-de-fogo/4834752/

Anônimo disse...

Exército e representantes da segurança pública discutem combate ao crime na fronteira

http://g1.globo.com/ap/amapa/jornal-do-amapa/videos/v/exercito-e-representantes-da-seguranca-publica-discutem-combate-ao-crime-na-fronteira/4841379/

Anônimo disse...

25/02/2016 14:30

Japonês diz que Sisfron é “magnifico” e pode servir de referência em seu país

Apesar de país ser arquipélago cercado pelo mar, chefe do Estado Maior das Forças Terrestres de Auto Defesa disse que projeto similar pode ser adotado para monitoramento no Japão

http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/japones-diz-que-sisfron-e-magnifico-e-pode-servir-de-referencia-em-seu-pais

http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/aviao-pousa-na-capital-e-visita-de-general-japones-ao-sisfron-atrasa

Anônimo disse...

Concordo com o companheiro.
Muitos pensam que nada presta no país.
Infelizmente.

Anônimo disse...

O cordão do puxa saco cada vez aumenta mais!

Anônimo disse...

Infelizmente nem o EB divulga. Acho que por causa da vergonha de não o ter promovido. Senhor Comandante do Exército assuma o erro e divulgue esta História.

Anônimo disse...

Uma "andorinha" só não faz verão! Os superiores o deixarão de lado e suas ideias se perderão.Mas, não se preocupem, o Brasil está maravilhoso, dentro da Lei e as coisas estão como previsto pelos petistas e associados.

Anônimo disse...

Se este general é bom assim, imaginem os que foram promovidos a general de exército em preterição a ele.

Anônimo disse...

Essa casta é tão desprovida de representantes com atributos positivos que quando surge um tipo "mais ou menos" vira logo um grande destaque. Em terra de cego...

Anônimo disse...

este jamais seria reconhecido pelo exercito.

me parece ser daqueles que nao gostam e nao frequentam os ar-condicionado de brasilia.

sempre batendo continencia a todos os politicos e tapinhas nas costas.

militar assim, COMO CENTENAS, pelo brasil, longe da corte e da bajulacao, nao servem.

uma pena, o exercito perdeu o foco.

foco que este general disse muito bem nas suas palavras.

eu digo que perdeu o foco porque fomos tomados de assalto pelos burocratas e tecnocratas.

nao temos mais general com poder de decisao, capacidade de decisao, pensamento decisivo e focado, pratico, simples e eficiente.

nossos burocratas e tecnocratas generais nao pensam e nao decidem, delegaram estas funcoes a iguais outros burocratas de patentes inferior a sua e so assinam em baixo, se eximindo de pensar, agir e SE REPONSABILIZAR.

NENHUM DELES MAIS COLOCA SEU POSTO A SERVICO DO FIM Q REALMENTE FOI PROMOVIDO, TREINADO E CAPACITADO.

UMA PENA...

perdemos o foco, o exercito perdeu o foco, nossos superiores perderam o foco.

estamos indo pra la e pra ca ao leu.

sem rumo, sem eira nem beira.

parabens gen santos cruz, existe luz no fim do tunel

mesmo q esta luz esteja iluminando POUQUISSIMAS, MAS DIGO SEM ERRAR, SEM MEDO, POUQUISSIMAS CABECAS MESMOS NO NOSSO ATUAL E GLORIOSO EXERCITO.

esta geracao que hoje comanda o exercito, corre o real risco de ser conhecida, NO FUTURO, como a geracao que detonou com uma instituicao que tinha tudo pra ser eternamente boa e eficiente.

a vaidade e a incapacidade farao isto.

a historia nao perdoa.

anotemos pra ver isto no futuro, NAO MUITO DISTANTE.

infelizmente...

selva, brasil.

abracos a turma de 92

Anônimo disse...

A imprensa brasileira não vai enaltecer os atos de um general porque isso mostraria a sua competência, e a imprensa por ser esquerdista em sua maioria como esse governo vermelho, tem o objetivo de desmoralizar tudo o que tem relação com militarismo, prova disso é o que fazem com as PMs.

Anônimo disse...

Quem vocês acham que chega ao generalato primeiro, um igual a esse ou um político? É por isso que os militares estão nessa situação.

Anônimo disse...

A 2ª Turma do TRF da 1ª Região entendeu que os policiais rodoviários federais no estado de Minas Gerais têm o direito de receber parcelas do auxílio-transporte, pago em pecúnia, até a data da implantação do pagamento por subsídio na carreira da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A decisão reforma parcialmente sentença, do Juízo Federal da 6ª Vara da Seção Judiciária de Minas Gerais, que extinguiu o processo sem resolução de mérito, por falta de interesse processual da parte autora.

O sindicato-autor ingressou com ação civil pública contra a determinação da PRF, contida em instrução normativa, que obrigou os policiais a apresentarem os bilhetes de passagem utilizados como comprovantes dos gastos relativos ao transporte como condição para o recebimento do auxílio, previsto na Medida Provisória nº 2.165-36/2001.

Na apelação, o Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado de Minas Gerais sustenta que a ação civil pública, espécie de ação coletiva, é via adequada para se discutir o direito reclamado, no caso o auxílio-transporte em favor da categoria, ainda que o objeto seja classificado como de interesse individual, homogêneo.

Defende o recorrente que os policiais rodoviários que utilizam veículo próprio para se deslocarem ao local de trabalho têm direito ao recebimento do auxílio-transporte, “sob pena de violação ao princípio da legalidade”, tendo em vista o caráter indenizatório do auxílio-transporte.

Nesses termos, o sindicato pleiteou a reforma da sentença para que fosse reconhecido o direito de seus representados de receberem o auxílio-transporte em valores compatíveis com os que eram pagos antes da criação do subsídio pela Medida Provisória nº 305/206, quando o respectivo desconto de 6% era calculado sobre a parcela correspondente ao vencimento básico. Requereu, também, a condenação da União ao pagamento dos valores correspondentes a tal direito, parcelas vencidas e as que venham a vencer, tudo acrescido de juros e correção monetária.

Anônimo disse...

O Gen Santos Cruz já havia comandado a MINUSTAH, sendo elogiado pela ONU, não apenas o elogio formal, tendo pasasdo para a reserva em nov 2012, no, posto de Gen de Divisão, por não ter sido promovido ao último posto. Por indicação da ONU, foi designado para o serviço ativo a fim de comandar as tropas no Congo.

Anônimo disse...

Deveria ser General de Exército !!! Honrou seus patronos !!! Seus superiores !!! Seus pares e subordinados !!! Honrou sua farda !!! Honrou seu Exército !!! Iria para qualquer guerra com esse General, seria uma honra lutar ao seu lado !!!
Infelizmente mais uma injustiça nas promoções do EB.

Anônimo disse...

Ao Anônimo27 de fevereiro de 2016 15:42,

Desculpe-me, mas qual a relação dessa matéria postada por você com a matéria publicada no blogue? É cada um que aparece por aqui! Eu heim!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics