24 de fevereiro de 2016

Falso coronel da FAB é preso na Base Aérea de São Paulo





Um homem fardado como coronel da FAB teve acesso às dependências da Base Aérea de São Paulo (BASP) na manhã desta terça-feira (23). Após apresentar uma identidade falsa à guarnição de serviço,  Antonio Luiz Morgon Filho circulou por algum tempo pelo interior do quartel, onde afirmava ter servido e pediu algumas vezes para 'rever o paiol', o que chamou a atenção da segurança. Após a comprovação de que as informações eram inverídicas, o falso militar foi preso em flagrante. Na pasta que transportava havia apenas uma soma em dinheiro, não revelada.
O suspeito, igualmente fardado, já teria entrado nas dependências do CINDACTA II, em Curitiba, onde chegou a tomar um cafezinho com o subcomandante. Na capital paranaense, a farsa só foi descoberta após o falso coronel deixar o Centro. 

22 comentários:

Unknown disse...

Caro Montedo, eis uma boa opção para PresidAnta para próximo Ministro da Defesa ou Comandante da Aeronáutica. O uniforme lhe caiu muito bem, está apto para participar do governo petista.

dario da silva disse...

E eu pensei que já tinha visto de tudo.

ivo junior disse...

complicado... espionagem.... crime organizado... inimigos perto demais

Anônimo disse...

Pô, deixa o cara sonhar! cortaram as asas do pobre mancebo.

Anônimo disse...

O bicho é taioba mesmo. Oficial superior e qwepe de of general. aff

Anônimo disse...

Sem ironia,olhei rapidamente e pensei ser foto antiga de um oficial Nazista.Pô,se um qualquer de boa aparência veste uma farda e entra em uma unidade militar numa boa,toma cafezinho ,passeia e díz que quer "rever o paiol",ou é doido,ou doido estão todos os da segurança.E ainda disse ter servido no quartel que entrou.Estava com saudades!E acreditaram!

Anônimo disse...

Talvez fosse a nossa chance de ter em nossos quadros um oficial superior com coragem de expor a situação de penúria que vivem as forças armadas. Que pena, ainda não foi desta vez.

Anônimo disse...

isso aí é fichinha perto do que eu já vi....mas não posso contar kkk

Anônimo disse...

O Mapa do Impeachment é uma iniciativa do Movimento Vem Pra Rua

Vamos cobrar os indecisos, denunciar os que são contrários e apoiar os que são a favor do impeachment!

http://www.mapa.vemprarua.net/

Anônimo disse...

Se ele está com quepe de of. general, então, algum brigadeiro perdeu a cabeça por aí. Este cara até parece com um coronel que havia no PAME-RJ, no Caju. Vai ver que é um sósia!

Anônimo disse...

Assim se comprova a fragilidade da segurança em algumas unidades militares e facilidades para compra/venda de fardamento. Onde esse sujeito conseguiu o fardamento? Fui para consulta em um hospital militar e, na saída, tive que abrir o porta malas do carro. Para quê? Lá a gente só perde o tempo tentando uma consulta. Para entrar basta mostrar uma identidade e dizer onde vai e, pronto, você vai aonde quiser.A mesma coisa acontece ao entrar no QG. Ainda bem que esse parece ser só um louco beleza. Imaginem se ele tentasse entrar no gabinete da presidente? Iam dizer que era golpe.

Anônimo disse...

Só conseguiu entrar porque estava fantasiado de coronel, estes sim sentem saudade do quartel e por isso não desconfiaram. Se fosse um sargento ou sub e dissesse na guarda que está com saudade logo veriam que se tratava de um doente mental.

Roberto Alves de Oliveira disse...

saudações a todos. Sabem porque acontece isso pela arrogância de outros oficiais que se forem questionados no corpo da guarda ameaçam os sentinelas ou dão parte e prejudica a carreira do militar, então desde o oficial de dia até o soldado todos trabalham com medo de sofrerem represálias, é por isso que acontece essas situações, só conheci um oficial que você poderia questionar qualquer um que fosse e todos respeitavam o pessoal da guarda CHAMAVA-SE BRIGAER CARNEIRO DE CAMPOS, eu duvido que qualquer um sob o comando dele desrespeitasse, os seus comandados era ele e acabou.

Anônimo disse...

Sabe por que ele não foi barrado?! É porque nas FAs não se impõe, embora digam que sim, a hierarquia e o respeito. Lá se impõe a hierarquia e o MEDO!!! Quando acharam que era um coronel, até o Of. de Dia "tirou o dele da reta!" É assim que funcionam as coisas nas guardas dos quartéis, quem é militar de carreira sabe disso.

Anônimo disse...

O guarda deixa passar porque sabe que se interpelar o Oficial vai tomar no mínimo umas 3 mijadas: do próprio Of, do Cmt OM e por último do Of Dia...

Anônimo disse...

Ainda bem que no EB não acontece tal situação. Lembro que as ordens do serviço devem ser seguidas a risca, para que nossa missão missão não seja posta em dúvida. Of de Dia tá na hora de fazer valer o soldo que recebes!

Anônimo disse...

Parece que a idéia dele era roubar raquetes para matar mosquitos, que é o armamento mais moderno das Forças Armadas....

Anônimo disse...

Um "causo venério": Em uma certa unidade pequena do norte, que fica ao lado de um aeroporto, alguns oficiais de outras unidades quando iam ao aeroporto,costumavam deixar seus veículos estacionados lá, para não pagar o caríssimo estacionamento particular.Um certo dia,chegou um, não sei se estava fardado, mas de qualquer maneira era solicitado a identidade como procedimento padrão, e o outro soldado ficava com a mão na arma. O cidadão se aborreceu porque os soldados não o reconheceram(??). Era o coronel, novo comandante de uma Base Aérea local. Ele exigia que os militares o reconhecessem. Foi uma chamada pra lá outra pra cá, pediram punição pra um, sobrou pro encarregado,etc. Resumindo: muitos ficaram "mijados". Imagine um sujeito desses sendo general? E a segurança, chefe? Ele devia era elogiar o procedimento seguro.Não ha segurança 100% em lugar nenhum, principalmente quando existem pessoas que se incomodam quando solicitadas a se identificar.

Anônimo disse...

Pode-se notar que "o defunto era maior que este coronel"! Olha a sobra nas pernas das calças e nas mangas da túnica, já dava para desconfiar.

Anônimo disse...

Tem aquele ditado, "o traje não faz o monge". Conheci um oficial que era tão "gente boa", tão moralmente exemplar, de forma negativa, que o pessoal desviava caminho para não passar nem perto dele.Tem gente que nem é militar, e gosta de dar esporro em soldados quando demoram ou solicitam identificação das entradas de vila militar. Imaginem se fossem.

Anônimo disse...

A FRASE DAS FRASES CARO AMIGO MONTEDO
PORQUE QUE EU NÃO ME SURPREENDO MAIS...

Anônimo disse...

Esta muito facil hoje em dia entrar nos quarteis utilizando fardamento e identidade falsa.
Ate ONGs utilizam fardamento e identidade funcional com cargos parecidos da administração puublica seja ela civil ou militar.
Estamos em um periodo critico do país onde temos que abrir os olhos e tomar cuidados.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics