26 de novembro de 2015

Dilma dispensa vistos para estrangeiros durante Olimpíada. "Não é bom para a inteligência, segurança e defesa", diz general

QUE TERRORISMO?
DILMA IGNORA CAUTELA CONTRA O TERROR E SANCIONA LEI DISPENSANDO VISTOS
MILITARES ACHAM A LEI UMA TEMERIDADE, FACE RECENTES ATENTADOS
Cláudio Humberto
A presidente Dilma Rousseff decidiu ignorar as recomendações da área militar, em razão dos recentes atentados terroristas, e sancionou a lei aprovada pelo Congresso que prevê a dispensa de visto para estrangeiros, durante quatro meses, entre junho e setembro do ano que vem, para facilitar a entrada dos atletas e turistas que desejarem vir ao Brasil para acompanhar os Jogos Olímpicos de 2016.
A presidente – que resiste a qualquer legislação antiterrorismo - entendeu que a liberação do visto não colocará em xeque a segurança do Brasil, apesar de o rigor nas fiscalizações em todo o mundo terem aumentado, em decorrência dos ataques terroristas feitos pelo Estado Islâmico na França e no Mali. O entendimento final do governo foi que existem “outros mecanismos” de controle e que o visto serve, principalmente, para verificação do fluxo migratório.
O foco do governo com essa medida é atrair turistas dos Estados Unidos, Canadá, Japão, Austrália e China. A área militar era contra a liberação do visto sob a alegação de que será menos uma porta de controle de entrada de estrangeiros.
O chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas, general José Carlos de Nardis, disse que esta proposta “deveria ser revista, face a nova situação e conjuntura”. Para ele, “a avaliação do ponto de vista da inteligência, segurança e defesa, não é bom”.
O diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Wilson Trezza, embora tenha dito que “a possibilidade de prática de um atentado não dependeria de um visto”, reconheceu que eliminá-lo é uma barreira a menos.
O Ministério das Relações Exteriores (MRE) defende a regra da reciprocidade, ou seja, tem visto para país que exige visto.
A Secretaria de Grandes Eventos do Ministério da Justiça e o Ministério do Turismo defendem a liberação, sob a alegação de que ela não oferece riscos migratórios e nem ameaça à segurança nacional.
O visitante estrangeiro nem sequer precisará comprovar que possui ingressos para assistir a qualquer evento das modalidades desportivas dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
DIÁRIO do PODER/montedo.com

10 comentários:

Anônimo disse...

Se a autoridade diz que não ha "riscos migratórios e nem ameaça à segurança nacional" em um evento tão grandioso como esse é, no mínimo, infantil. Essa multidão entrando a vontade, não importando quem seja e nem sabendo se vão embora, lembro até dos cubanos que, com todo o rigor do controle deles, alguns pediram asilo político ou fugiram.

Anônimo disse...

O Brasil é o vulgo casa da mãe Joana, entra e faz o que quer qualquer um...
Uma presidente que não se preoculpa com a segurança de sua população e de seu pais.
Que deus nos proteja.

Anônimo disse...

Vão ser exonerados também ???

Anônimo disse...

General, os PTistas "não estão nem aí" para o que deve acontecer com o Brasil. Existe até um projeto, veiculando no Youtube, onde o palestrante fala sobre o aumento de poder que será dado às PMs e a diminuição do poder das FFAA, ficando estas em segundo plano, lá num cantinho abandonada, como se fosse agora força auxiliar. Pelo que está acontecendo, já começou o tal projeto, e as autoridades militares, que poderiam fazer alguma coisa para tentar reverter isto, parecem estar em total omissão. Já temos PMs com salário maior que de militares das FFAA de mesma graduação, aumento diretamente no soldo ou em forma disfarçada de gratificação. Mas não acredito que V. Exa. não esteja a par disto.

Anônimo disse...

Os terroristas e bandidos vão adorar saber dessa notícia...

Kelly Rodrigues disse...

Absurdo e nossa segurança onde fica??

Anônimo disse...

O brasileiro é um brincante mesmo, com todo prejuízo que a Copa do Mundo deu ao país, ainda tem idiota que vai às Olimpiadas. Fiquem em casa. Com esse decreto imbecil, assinado pela imbecil MOR, vai dar merda. Já dizia o Capitão Nascimento.

Anônimo disse...

No controle atual é "assustador" o rigor, né? Que nada, pelas fronteiras de algumas cidades do sul basta atravessar a rua ou praça, sem ser fiscalizado.Agora querem liberar geral? Essa decisão partindo da presidente Dilma não surpreende.

Anônimo disse...

O Brasil esta abandonado em todos os sentidos e areas, alem de não termos um presidente que lute pelo favor de melhorias e segurança do povo.
Vergonha de nosso governo...

Anônimo disse...

O PresideANTA, a França liberou a entrada no país e veja no que deu...TOLO É QUEM NÃO VIVE DA EXPERIÊNCIA DO OUTRO.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics