29 de outubro de 2015

Entidades repudiam homenagem feita pelo Exército a coronel acusado de tortura

Entidades santa-marienses alegam que homenagear um "torturador e assassinato é uma afronta à democracia"

A Frente Ampla por Direitos e Liberdades e o Comitê Carlos de Ré - Verdade, Memória e Justiça enviaram uma nota de repúdio à homenagem póstuma feita pelo Exército Brasileiro ao coronel santa-mariense Carlos Alberto Brilhante Ustra, que foi realizada na última segunda-feira, 26 de outubro, em Santa Maria. Ustra morreu em 15 de outubro.
Os dois movimentos repudiam a homenagem por considerar que Ustra foi "um dos mais notórios torturadores e assassinos da ditatura civil-militar brasileira" e "como chefe do DOI-CODI paulista entre 1970 e 1974, Ustra comandou e praticou torturas e assassinatos contra cidadãos brasileiros que estavam sob sua custódia". As entidades alegam que Ustra era réu em centenas de processos e foi declarado torturador pelo Poder Judiciário, tendo morrido "impune". Essa frente reúne mais de 40 movimentos sociais ligados aos direitos das minorias e dos direitos humanos.
Para os dois movimentos, "homenagear o criminoso Brilhante Ustra representa uma provocação à democracia brasileira, às suas instituições constituídas, à memória das vítimas e de seus familiares e à toda a sociedade. A nota complementa dizendo que "a permanência no Exército Brasileiro de oficiais que atuem para manter viva a memória de criminosos como Ustra representa, assim, uma ameaça à democracia e aos direitos humanos no país, e transmite a mensagem de que as Forças Armadas endossam os assassinatos, torturas e graves violações praticadas por Brilhante Ustra".
O comandante da 3ª Divisão do Exército, em Santa Maria, general de divisão José Carlos Cardoso, confirmou que foi realizada uma solenidade, na 6ª Brigada de Infantaria Blindada, voltada a militares da reserva, em que foi "feita uma menção ao Brilhante Ustra". Sobre a nota de repúdio, o comandante se limitou a dizer que "é um direito das entidades se expressarem", mas preferiu não fazer mais comentários.
DIÁRIO DE SANTA MARIA/montedo.com

19 comentários:

ST jonas disse...

Para aí! Homenagem a Cheguevara e outros assassinos pode então? Salve a memória do nosso Irmão de Farda Cel B. Ustra. Firma a cadência.

Anônimo disse...

Fora do assunto em Pauta:
A Guerra foi declarada - Vejam os vídeos no Link a seguir:

http://www.folhapolitica.org/2015/10/video-mostra-como-pt-manipulou-e.html

Anônimo disse...

Parabéns ao Cel Ustra!!!!!!!!!
Se existisse mais homens como ele em nosso país ee, principalmente, mais Cmts como ele dentro dos quartéis, não estaríamos vivendo está baderna nacional que estamos passando!!!!!

2°Sgt 2002

Anônimo disse...

Qual é o problema? Tem gente por ai colocando o nome de Escola Pública de Carlos Mariguela!

Anônimo disse...

Se homenagear homens de fibra, da estirpe do saudoso Cel Ustra, que arriscou a própria para defender a Pátria das garras comunistas, é um atentado à democracia...Pergunto: Como eles analisam a roubalheira dos PeTralhas e o dano que causaram à nação brasileira ? BANDO DE CANALHAS E HIPÓCRITAS...AS LEIS UNIVERSAIS OS AGUARDAM, É QUESTÃO DE TEMPO...PONHAM A "BARBA DE MOLHO".

keko marques disse...

Gen Mourão, dê-nos a missão. Com certeza, muitos o seguirão.

Anônimo disse...

Parabéns ao Cel Brilhante Ustra!! A história ainda o reconhecerá como herói. Adorar Fidel Castro, Che Guevara, Maduro, Morales e Hugo Chaves não tem problema não é mesmo vermelhos vagabundos.

Anônimo disse...

O Exército reconhece os feitos do homem que, na sua época, ajudou a livrar o país das garras de uma Ditadura Comunista e corrupta. Hoje, estamos vendo o país mergulhar em uma Cleptocracia, com os poderes carcomidos pela corrupção generalizada. A imprensa, a elite intelectual e os políticos viram no Coronel Ustra e nas FFAA o "inimigo" a ser abatido. Aprontaram um discurso de ódio, com fundamentação jurídica baseada em leis dos "direitos humanos". Foram inconsequentes, pois se prenderam em um discurso de uma nota(torturadores, ditadores) ; tomaram o poder de assalto e conduziram o país até o presente momento; mas o que essa gente fez até aqui para melhorar o país !? Quem viveu à época dos militares sabe como a violência explodiu nas mãos desses teóricos do Estado. Eles só queriam o poder, a possibilidade de dominar e ser o agente de transformações. Foram é são corruptos e corruptores. Vendem fantasias e a enganam o povo com uma pseudo liberdade . Grande parcela da sociedade civil e militar, O EB e as Forças Armadas adiaram esse mal, que hoje sabemos ser nefasto ao país.Parabéns Coronel; descanse em paz, missão cumprida.

Anônimo disse...

Resultado:

O General Mourão será "punido" com uma transferência para a SEF, fincando longe da mídia.
Esse é nosso Exército.

Anônimo disse...

Dar medalhas a guerrilheiros, mudar nome de escola, ponte e ruas para nome de guerrilheiros que mataram civis e roubaram bancos e sequestraram, inserir assuntos de guerrilha e homossexuais para influenciar as crianças nas escolas, pode? Onde eles estavam. Defensores de "direitos e liberdades"? Só se os direitos e liberdades forem para eles. esse tipo de grupo, no futuro, serão os que mais reclamarão dos governantes quando as idéias plantadas agora começarem a "brotar".

Anônimo disse...

Em Maricá-RJ, o prefeito vai dar nome de guerrilheiro e comunista che guevara ao novo hospital da cidade. Isso sim, é uma afronta à democracia. Brilhante Cel Ustra, não viveu em vão. Descanse em paz!

Corneteiro Lopes disse...

Descanse em paz grande guerreiro, uma pena não conseguir exterminar esta escória que tomou conta do país.

Anônimo disse...

Justa e merecida homenagens, se hoje tivéssemos outros USTRA, a situação seria outra.

Anônimo disse...

Ninguém precisa de ditadores e torturadores. Pessoal da antiga, por favor abram seus horizontes

Ernesto Rodrigues Teixeira disse...

Essa turma de não tem o que fazer, deveria se preocupar com os desmandos do atual governo e não se intrometer onde não é chamado. Cel Ustra, honrou a farda que usou, lugar de anarquista e guerrilheiro é na cadeia ou no cemitério.

Anônimo disse...

O Gen Ex Antônio Mourão já foi exonerado pelo Ministério da Defesa.

Anônimo disse...

Há tempos não me emocionava com as nossas solenidades militares, não obstante, mesmo distante de Santa Maria, fui por instantes tomado de enorme sentimento de orgulho, diante da atitude corajosa daqueles que idealizaram justa homenagem póstuma ao Cel Ustra naquela localidade.

Anônimo disse...

O Exército quem faz somos nós, que ficamos aqui, passivos, esperando que um superior tome alguma atitude

Anônimo disse...

Homenagear Che Guevara,Fidel Castro,Marighela,etc...pode masum brasileiro que era mais que um patriota,não ? Vão pra PQP !

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics