31 de julho de 2015

Capitão do Exército com sinais de embriaguez se envolve em acidente de trânsito e desacata policiais

Santiago (RS) - A madrugada desta quinta-feira, 30, começou com um acidente de trânsito, onde também foi registrado embriaguez ao volante, lesão corporal e desacato. O acusado é um capitão do Exército que bateu com seu carro em uma Saveiro no cruzamento das Ruas Tito Beccon e Barão do Ladário no Centro de Santiago.
O responsável pelo acidente estava bastante alterado e apresentava visíveis sinais de embriaguez. Segundo relatos de populares, o militar ainda teria desacatado os policiais da Brigada Militar que atenderam a ocorrência. O acusado se negou a fazer o teste do bafômetro. Na Saveiro, um dos ocupantes teria sofrido ferimentos leves. A Polícia do Exército compareceu no local para prestar apoio à Brigada Militar. Todos os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Santiago.
O capitão envolvido no acidente foi identificado como Anderson Marcelo Nascimento dos Santos, de 30 anos. Ele serve no 9º Batalhão Logístico (9º BLog) e, diferente do que foi noticiado anteriormente, o militar não é do Rio de Janeiro.
Após o registro do auto de prisão em flagrante na DPPA, Anderson ficará a disposição da Polícia do Exército.
RAFAEL NEMITZ/montedo.com

8 comentários:

Anônimo disse...

30 Jul

http://blogs.odia.ig.com.br/coluna-do-servidor/

PALESTRA NO RIO
O ministro da Defesa, Jaques Wagner, dará uma palestra hoje no Rio de Janeiro, na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, no Círculo Militar na Praia Vermelha, Zona Sul. O evento é direcionado a oficiais superiores, que vão assumir funções em breve de Estado Maior, comando e chefia das Forças Armadas.

NOVAS HABILIDADES
Além das habilidades militares, ele destacará a importância de se ter jogo de cintura na política e no mundo dos negócios. O trabalho no alto escalão das forças vai desde ter de aprovar medidas provisórias às vésperas de viagens presidenciais até a negociação de juros com suecos quando se trata da compra de caças.

Ten Reis disse...

É, definitivamente já não se formam mais militares (oficiais e praças) como antigamente...os valores militares definitivamente foram deixados para trás, aliás já acabaram a muito tempo

Anônimo disse...

Provavelmente não vai dar em nada pelo simples fato de o infrator ser oficial. Agora, se fosse um praça, aí sim além de punido seria expulso do Exército. Mas como ele é um oficial vai levar um "puxãozinho de orelha" do seu Comandante e ainda ganhar uma transferência para um local bem aprazível (João Pessoa-PB, Natal-RN, Maceio-Al etc...) sob o argumento de o argumento de o oficial aliviar o seu stress !!! SIMPLES ASSIM !!!!

Anônimo disse...

E como enrolar subordinados.

Anônimo disse...

Ten Reis tem em tempo que estes valores foram perdidos.....
Pena q nossa instituição fique ocupando seu tempo se preocupando com pesquisa de satisfação que ninguém sabe quem responde....
E em "babar" órgãos que não tão nem aí para o EB.
2° Sgt 2002.

Anônimo disse...

Que isso, companheiro. O EB ajudandoa audiência do Faustão, mandando a Anita e uma outra feiosa pra caatinga pra fazer pic-nic, e vc não considera isso relevante? Kkkkkk... chegamos ao fim da linha, senhores.

Anônimo disse...

Mesmo estando cheio de oficiais obesos e sem preocupação com seus subordinados, estamos num EB globalizado - da Globo - do teatro.

Anônimo disse...

Isso é um purgante! Oficiais reunidos para ouvirem o ministro da Defesa? O que ele tem a ensinar? Um... como enrolar e não cumprir determinações da Justiça e contar mentiras para não dar o aumento? A, tá!
O capitão com sinais de embriaguez com o poder do todo poderoso? Isso só existe dentro de quartel. Fora dele, abaixa a crista de galo valente e vai em cana. Imagine um indivíduo desses portando uma arma.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics