27 de maio de 2015

Seca: Exército atende 167 municípios na Paraíba

Exército atende 167 municípios com carros-pipa e garante 20 litros de água por pessoa


Exército atende 167 municípios com carros-pipa e garante 20 litros de água por pessoaGraça Macena
João Pessoa (PB) - A seca que castiga a Paraíba, mobiliza o Exército Brasileiro para socorrer a população que sofre com a falta de água potável em 167 dos 223 municípios paraibanos. A guarnição federal, no entanto, condiciona em 20 litros/dia de água por pessoa (equivalente a um garrafão de água mineral), que é usada para todas as necessidades.
"O exército deixa todo dia na cisterna comunitária apenas 20 litros por pessoa, essa água só é suficiente para as necessidades básicas, como lavar prato e fazer comida", relatou o agricultor Fabiano Dias, da região do agreste da Paraíba.
De acordo com o agricultor, para conseguir mais água é preciso comprar dos carros-pipa particulares, que vendem uma pipa com 8.500 litros por uma média de R$ 200 a R$ 250. Os pipeiros, como são chamados, trazem água dos açudes que ainda têm reserva de água. A água tem forte odor, é suja e inadequada para beber. "Em geral, ela é dada aos animais ou usada para tomar banho", disse.
Na área urbana, quem não pode pagar pela água tem que esperar o abastecimento da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), que chega ao máximo nas torneiras das casas duas vezes por semana. De acordo com o secretário de Infraestrutura da Paraíba, Efraim Morais, não existe nenhuma operação carro-pipa realizada pelo Governo funcionado, "mas o governador Ricardo Coutinho está reunindo recursos para uma operação ser implantada nos próximos dias".
A assessoria de comunicação do Exército Brasileiro informou que seis Organizações Militares Executoras trabalham na Operação Carro-Pipa da Paraíba, que disponibiliza 1.133 carros, atendendo as cisternas comunitárias cadastradas nos 167 municípios. Os recursos da operação são provenientes do Governo Federal através do Ministério da Integração que, por intermédio da Secretaria Nacional de Defesa civil, realiza os repasses dos recursos financeiros para as Organizações Militares.
O Exército Brasileiro confirmou que os recursos financeiros para a Operação Carro-Pipa tem sido suficiente para atender à demanda de falta de água na Paraíba. No entanto, a guarnição só fornece água para os moradores da zona rural, ficando de fora a zona urbana, onde a Cagepa interrompe o abastecimento devido à escassez. O Governo não está realizado nenhuma operação para abastecer esses moradores.
clickpb/montedo.com

2 comentários:

Anônimo disse...

E ainda tem gente que diz que as FFAA não faz nada. Dá dó de pessoas que pensam assim, pois não sabem de nada.
As FFAA faz a mão amiga que o governo municipal, estadual e federal atraves de suas secretarias e ministerios não fazem.

Anônimo disse...

Estou quase nos 60 e, desde criança cabeçuda do nordeste, ouço e vejo essas ações contra a seca. Existem tecnologias, métodos e prevenções que resolvem ou diminuem essa catástrofe eterna do Brasil. O que não existe é boa vontade para acabar com esse comércio de água para os miseráveis. Acredito que as verbas gastas em alguns dos ministérios criados para apadrinhar os amigos em troca de apoio, daria para perfurar muitos poços e canalizar água para um aproveitamento sem desperdício.Faria muito mais bem a população do que criar ministérios.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics