28 de abril de 2015

Três generais chineses são denunciados por corrupção

Combate à corrupção nas Forças Armadas chinesas atingiu mais três generais
Generais chineses acusado de corrupção (Imagem: SCMP)
Lusa
Mais três generais chineses foram acusados de corrupção, elevando para 33 o número de oficiais superiores das Forças Armadas afastados nos últimos três meses e meio, revelou hoje a imprensa oficial chinesa.
"Isto mostra que as autoridades converteram o combate à corrupção numa prática regular e não apenas numa campanha de curto prazo", disse um militar reformado citado por um jornal do Partido Comunista Chinês (PCC).
Os generais expostos hoje - Dong Mingxiang, Zhan Guoqiao e Zhan Jun - pertenciam ao comando de três regiões militares: Pequim, Lanzhou e Hubei, respetivamente.
Em janeiro, num gesto sem precedentes, o portal do Exercito Popular de Libertação (o nome oficial das Forças Armadas chinesas) divulgou o nome de 16 oficiais superiores investigados por corrupção e em março foi divulgada uma segunda lista, com 14 nomes.
A maioria dos oficiais está ligada ao setor da logística e prestava serviço em mais de uma dezena de províncias, incluindo na Região Autónoma do Tibete, referiu o jornal Global Times.
O combate à corrupção nas Forças Armadas chinesas - as maiores do mundo, com cerca de 2,3 milhões de efetivos - acentuou-se no verão passado, com o anúncio da prisão do general Xu Caihuo, ex-vice-presidente da Comissão Militar Central, entretanto falecido.
Antigo membro do Politburo do PCC, Xu Caihuo foi o mais alto líder militar chinês acusado de corrupção desde a fundação da Republica Popular da China, em 1949.
A corrupção é considerada uma das principais fontes de insatisfação popular na China e a maior ameaça à credibilidade do PCC e à sua manutenção no poder.
Desde que assumiu a chefia do PCC, em novembro de 2012, o atual presidente, Xi Jinping, lançou a mais drástica campanha anti-corrupção das últimas décadas.
Dezenas de quadros dirigentes com categoria de vice-ministro ou superior, entre os quais o próprio ex-chefe da Segurança Zhou Yongkang, foram já presos.
RTP/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

Isso nunca acontecerá no Brasil. Aqui só tem militar honesto.

Anônimo disse...

Lá na China tem oficial corrupto também?

Anônimo disse...

Lá na China tem Praça corrupto também? Cada uma!

Anônimo disse...

Depois não venham me dizer que o comunismo é maravilhoso, perfeito. Exemplos lá e cá só comprovam que, contar "conversa" para a dominação do povo com a distribuição de riquezas para poucos é o que conta. Não é a toa que grupinhos de marginais pegam em armas e tentam derrubar governos para se instalarem com essas denominações fantasiosas.Os exemplos dos comunistas brasileiros estão aí nos telejornais.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics