26 de abril de 2015

Exército não poderá mais vetar candidatos baixos, sem dentes ou com AIDS e outras doenças


Lauro Jardim
Uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região acaba de eliminar as restrições criadas pelo Exército para ingresso na tropa. Desde 2005, os militares impediam candidatos com altura inferior a 1,60 metro (homens) ou 1,55 metro (mulheres). Também vetavam soldados com menos de vinte dentes naturais e portadores de doenças como aids ou sífilis. Se as novas regras não entrarem em vigor imediatamente, uma multa diária de 5 000 reais será aplicada ao Comando do Exército.
A decisão do TRF-1, relatada pelo desembargador Souza Prudente, foi tomada ao se analisar recursos do Ministério Público Federal e da União a uma decisão anterior, da Justiça Federal no Distrito Federal, que havia decidido contra a regra que discriminava candidatos por serem baixos. O MPF pedia que fossem atendidos os outros pedidos, enquanto a União defendia a manutenção da portaria na íntegra.
Diz Souza Prudente:
- Isso era discriminação sem nenhuma razão. Essas características não incapacitam ninguém ao trabalho.
Radar On-line (Veja)/montedo.com

Leia também:
JUSTIÇA PROÍBE A EXCLUSÃO DE BAIXINHOS E CASADOS DO CONCURSO AO CFS DA FAB
ESPCEx TERÁ QUE ACEITAR BAIXINHOS, CASADOS E MULHERES!
Baixinhos e altões são vetados nos Fuzileiros Navais

35 comentários:

Anônimo disse...

Esse pessoal acha que guerra eh brincadeira ou somente coisa de livro de historia.

Sinto cheiro de chá.

Imaginem um cozinheiro com HIV !

Lucio Lucena disse...

Agora lascou tudo!!!

Anônimo disse...

Agora tem que derrubar as normas quanto idade limite para ingresso. Pois senão não teremos ninguem com nivel tecnico e superior no futuro das FFAA. Pois muitos estão saindo.

Anônimo disse...

Já não chega os "doentes" que já tem, ainda vamos buscar mais. Agora ficou fácil conseguir uma aposentadoria gorda em pouco tempo... Bons pros otários que vão ter que trabalhar mais de 30 anos...

Esposo da Suellen disse...

Mais vale um baixinho brincalhão do que um altão bobalhão...... é o que diz a minha esposa Suéllen!

MILICO VELHO disse...

ESQUECERAM IDOSOS, CADEIRANTES, DEFICIENTES MENTAIS, E TODO OS OUTROS TIPOS DE DEFICIÊNCIA.
PELO VISTO É MELHOR FECHAR AS PORTAS.
ESTAMOS ABAIXO DAS FEZES DO CAVALO DO BANDIDO.
SOMOS COISA NENHUMA.
TODOS MANDAM EM CASA QUE NINGUEM MANDA.
UM VIVA AOS NÃO MANDANTES E RUMO A EXTINÇÃO.

Anônimo disse...

Essa regra de altura serve para que o futuro soldado possa ter capacidade de carregar uma mochila com aproximadamente 35kg e com quase 1 metro de altura.

Sendo assim, até os anões poderão se alistar....

Anônimo disse...

As FFAA deveriam ser o 4º PODER. Sem interferência de ratos políticos... senão daqui a pouco o tal "jean wyllys" vai ser o MD.

Anônimo disse...

O último apague a luz e feche a porta! Isso é fruto de concessão de medalhas cedidas a pilantras! Vergonhoso...

Anônimo disse...

HOJE EM DIA TUDO É DISCRIMINAÇÃO;;;

QUE A FORÇA ESTEJA CONOSCO !!!

Anônimo disse...

" Terreiro que não tem galo quem canta é frango e franguinha". Como disseram os sábios Tião Carreiro e Pardinho.

Anônimo disse...

CARA CHEGAMOS AO LIMITE DA BAIXA ESTATURA.

NADA CONTRA QUEM TEM MENOS DE 1,60M, PROBLEMAS DENTARIOS E AIDS.

NAO DA PRA ENTENDER ESTES DESEMBARGADORES. COMO INGRESSAR NUMA FORCA ARMADA, QUE REQUER RIGOR FISICO UMA PESSOA COM AIDS????? ALGUEM ME EXPLIQUE ISTO.

A FALTA DE DENTES ATE PASSA, MAS OS QUE ESTAO FAZENDO COM AS FA É A TOTAL FALTA DE RESPEITO COM UMA INSTITUICAO QUE NECESSITA DO BRACO FORTE, NAO EXISTE OUTRA COISA. NAO EXISTES DISCRIMINACAO, É FUNCIONAL.

QUANTO TEMPO UMA PESSOA COM AIDS QUE INGRESSA AOS 20 ANOS IRÁ SERVIR A PATRIA??????

PARA FECHAR ESTE CICLO DOS HORRORES COM AS FA ARMADA SO FALTA A MAMAE DILMA COLOCAR PARA COMANDANTE DAS FA O JEAN WILYS, O QUE NAO É NADA DUVIDOSO DE ACONTECER.

CARACA.

Anônimo disse...

Um desembargador que só quer agradar minorias não sabe e nem entende das realidades da caserna. Altura mínima está relacionada com comprimento de braço que para utilizar o fuzil pode ser uma incompatibilidade. AIDS deixa o combatente debilitado e não consegue obter padrão mínimo nos TAF. Já a questão dentária, é possível colocar implantes e isso não incapacita ninguém. Os problemas físicos após a incorporação levarão o recruta a ser licenciado. Questão de idade citado por alguém aí em cima. Serviço Inicial 18 anos. Concursos de Sargentos 24 anos. AMAN 24 anos. Escola complementar 36 anos (Prá quem tem Curso Superior. Escola de Saúde até 36 anos. Portanto há oportunidade para todos.

Anônimo disse...

Só agindo dessa maneira mesmo, porque ninguém mais quer entrar nessa furada, vão ter que abrir o leque para todos, deficientes físicos ou mentais, anões e todo e qualquer ser que por falta total de outra perspectiva ou por pouca capacidade de raciocínio queira abraçar essa condição trabalhar para todos e receber cuspe na cara como retribuição.

Anônimo disse...

O ultimo que feche a porta

Lauro Costa disse...

Quanto a altura acho que vai economizar no tecido para as fardas, quanto aos doentes isso vai complicar pois o FUSEX mal consegue cuidar dos doentes que possui e ainda n'ao existe nenhuma lei ou juiz que vai conseguir obrigar um recruta a conviver tranquilamente o ano todo ao lado de um aidetico pois pequenos ferimentos com certeza vao acontecer com a mioria dos soldados.

Anônimo disse...

Cada dia que passa as " Forças Armadas" estão se "deteriorando" em todos aspectos ....

Cap Com / 2002

Anônimo disse...

Agora sim, é o fim mesmo.Só que se o camarada com AIDS, quiser exercer um cargo no setor de saude; tirar sangue dos pacientes, manusear seringas e outros objetos cortantes tude bem né, caso contrário será preconceito né?

Anônimo disse...

Depois que as FFAA passaram a aceitar petistas em postos de alto comando, não duvido de mais nada.

Anônimo disse...

OS AIDETICOS SERAM IDENTIFICADOS?
SE NÃO FOREM É CASO DE SAUDE PUBLICA COLETIVA. DISCRIMINAR O SADIO E COLOCA-LO EM SITUAÇÃO DE RISCO. ISSO DÁ CADEIA.
A LEI,Q OS MANDANTES IGNORAM, DÁ ACESSO A INFORMAÇÃO, COLOCAR PESSOAS EM RISCO POR FALTA/OMISSÃO DE INFORMAÇÃO DOS MANDANTES É INCONCEBIVEL. A PESSOA RESPONDE COMO PESSOA FISICA.
MAS ESTAMOS SEM MANDANTES, SÓ TEMOS BOQUINHANTES/AGRADABILHANTES/ETC ETC

Anônimo disse...

O Juiz está mais do que certo. Tem mais é que pisar. Uma instituição que aceita marginais presos portarem as mais altas honrarias quer o que? Ser respeitada? Só em filme.

Anônimo disse...

Quero saber se em concursos, na parte de provas orais para juiz, diplomatas, promotores, etc, a banca aprova candidatos com nanismo, sem dentes, desleixados e mal vestidos, etc.
Pergunto se alguém já viu ou ouviu falar em juiz, promotor, membro da AGU, TCU, PF, Receita Federal ou Itamaraty (Diplomatas) sem dentes e ou com nanismo....alguem já viu?
Tá virando casa da mae joana?

Anônimo disse...

Pensando bem, pra quem está acostumado a ver os soldados matando mosquito da dengue, limpando praças, recolhendo lixo de rios (já cumpri estas missões em quartel de tropa.....de infantaria), para o juiz leigo que vê a tropa nessas situações, ele deve imaginar que não há impedimento para os cidadãos de baixa altura, sem dentes, com problemas mentais, ex-menores infratores, sem teto e moradores de rua a servir nas FFAA....

Anônimo disse...

Deveriam derrubar a idade para os concursos publicos militares, isso eu concordo.
Principalmente para formados com nivel superior, uma vez que muitos se formam tarde e não podem ingressar na OM.
É inconstitucional vetar o ingresso por idade em serviço publico e as FFAA fazem.
Quanto a tamanho e dentição ate concordo.
Porem um doente com HIV sou contra, somente vai ser gastos com a saude das FFAA e trabalho dobrado devido cuidados, pois este não podera se machucar e ficar proximo a pessoas doentes uma vez que ele tem baixa resistencia. Alem do mais vai adquirir aposentadoria pois ele tera o direito de se aposentar na força.

Anônimo disse...

Então agora poderemos ver um advogado mudo,um escrivão sem braços ou um juiz esquizofrênico...porque não? abaixo a DISCRIMINAÇÃO!!!

Anônimo disse...

Graças a Deus que eu já estou na reserva e reformado, não corro mais o risco de ser convocado novamente!

Anônimo disse...

Quando eu entrei na Marinha em 1974, se o cara tivesse uma coceira no pé, uma mancha no corpo, um chiado no peito, alguns dentes ruins na boca era logo excluído!

Anônimo disse...

A pergunta é: Quantos candidatos militares e/ou simpatizantes com a causa militar, mais especificamente FA, elegemos no último pleito? O grande fato é que temos poucos Deputados e/ou Senadores que realmente são a favor das nossas causas e necessidades!

Anônimo disse...

Lascou-se. Até desdentado

Anônimo disse...

"Doentes mentais" já somos mesmo, por permanecer insistindo na vida militar. Convivemos e vivemos com nossos salários "anões" mensalmente. E "dentes", para que precisamos deles? Para mastigar a pouca comida que podemos comprar? Para rir já não nos fazem falta mesmo, pois há muito não temos motivo. Que venham nossos irmãozinhos desdentados, os alienados, os desvalidos, somos todos iguais. Viva o salário família, viva o fusex, brasil acima de tudo, e abaixo de tudo nós militares.

Anônimo disse...

Qualquer político de quinto escalão, corruptos como sempre tem mais prestígio que nossos chefes! Que que suas servidões e medalhas correm atrás de uma boquinha! E o final de tudo isso é esse descalabro a Força, a nossos salários e tudo que estamos perdendo e ainda vamos perder!

Anônimo disse...

11 anos fora para a reseva remunerada. Parece uma eternidade. Não aguento mais essas baixarias nas FA. Arrego!

Anônimo disse...

Rasgsram a LSM e seus Decretos, daqui a pouco rasgarão o E1.
Pergunto aonde estão os ditos comandantes?
A zorra está institucionalizada com a benção deles, o câncer está arraigado.

Anônimo disse...

Posso estar equivocado, mas AIDS não é uma doença incapacitante para o serviço militar? E será que este militar poderia ser submetido a certas atividade nas quais é privado do sono e alto nível de esforço físico? O que aconteceria com um indivíduo que possui o sistema imunológico já debilitado?

Unknown disse...

Achei super errado! Pois um baixinho não conseguirá segurar algo tão pesado, mas até ai eu concordo, agora transportador de AIDS ou algo do tipo não dá né, como irão cuidar dos soldados se pode contaminar os próprios pacientes, eu tenho a maior vontade de entrar na FAB como médica, mas sou muito baixa (tenho 1.52... Só tenho 12 anos) não acho nada disso certo, concordo com a altura mínima de 1.55 e com as restrições de saúde.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics