31 de março de 2015

Com ajuda do Facebook, amigos se reencontram 20 anos depois de servir ao Exército.

Com ajuda do Facebook, amigos se reencontram 20 anos depois de servir quartel em São Gabriel
Turma que não se encontrava há mais de 20 anos se reuniu neste domingo para uma confraternização na Vila Elsa, em Viamão
Com ajuda do Facebook, amigos se reencontram 20 anos depois de servir quartel em São Gabriel Omar Freitas/Agencia RBS
Confraternização dos colegas que serviram em São Gabriel ocorreu na Vila Elsa, em Viamão
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS
Jeniffer Gularte
jeniffer.gularte@diariogaucho.com.br
Viamão (RS) - Colegas que serviram o quartel em 1992 na 13ª Companhia de Comunicações Militares de São Gabriel, na Fronteira-Oeste do Estado, se reencontraram neste domingo em uma confraternização realizada na Vila Elsa, em Viamão. A churrascada com os amigos distantes há mais de duas décadas só foi possível graças a uma mãozinha do Facebook.
Há cerca de 40 dias, o comerciante Denir Scartezzini, 42 anos, postou – despropositalmente – várias fotos da sua época de soldado em seu perfil na rede social. Nem nas suas mais otimistas expectativas imaginou que em poucos dias conseguiria encontrar muitos dos rostos que estavam nos retratos digitalizados.
– Um amigo foi achando o outro, marcando o perfil do outro, compartilhando e comentando, assim encontramos mais de 20. Foi muito divertido, rendeu comentários e muitas lembranças – disse.
Ontem, onze deles se reuniram para uma churrasco na casa Denir, na Vila Elsa. Um deles, o protético Marcelo Scarton, 41 anos, veio com a família de Florianópolis, e se emocionou ao ver os amigos. A maior parte dos ex-soldados é de municípios do Vale do Taquari, como Lajeado e Maques de Souza, região de origem da turma. Também vieram amigos de São Gabriel, Caxias do Sul, Mato Leitão e Porto Alegre.
Durante o dia de confraternização, lembraram histórias, deram risadas e reveram álbuns de fotografia. Para entrar no clima da brincadeira, se chamavam pelo número do fardamento e recordavam as vezes que foram para a "prisão" do quartel por mau comportamento.
13ª Cia Com, em Sâo Gabriel - RS
(Imagem: A Notícia OnLine)
– Foi a primeira vez que nós todos saímos de casa, tínhamos que ficar longe da família, lidar com todo tipo de gente, obedecer regras, ter disciplina – conta Elton.
"É uma emoção ter toda essa turma hoje aqui em casa"
Mas não foi simples encontrar todos os presentes na festa. O garçom Luis Carlos Dhein, 42 anos, que não tem perfil no Facebook, só foi localizado graças a persistência de Denir em reunir os velhos amigos. Inconformado em não encontrá-lo na rede social, ligou para prefeitura e o hospital do pequeno município de Marques de Souza, a 143km de Porto Alegre. Contou com a sorte da cidadezinha ter pouco mais de 4,3 mil habitantes. Achou o contato de um parente de Luis que o levou até ele.
– Foi fazendo uma ligação aqui e outra ali que consegui chegar nele, é uma emoção ter toda essa turma hoje aqui em casa – confessa Denir.
Outro companheiro que não tem familiaridade com redes sociais, o pedreiro Odair Krohn, 42 anos, de Mato Leitão, a 103km de Porto Alegre, também foi achado com ajuda de ligações.
– Cheguei aqui (na casa de Denir) às 8h para colocarmos a conversa em dia.
Para não acumular tanto assunto, o grupo prometeu que, a partir desta confraternização, vai se encontrar uma vez por ano.
DIÁRIO GAÚCHO/montedo.com

3 comentários:

Roberto disse...

Lembro muito bem deles, quando serviram aqui na 13 Cia Com Mec, e coloco a disposição o nosso salão de festas para o próximo encontro que eles irão fazer.
S Ten Roberto - RP da 13 Cia Com Mec

Lauro Costa disse...

Serviram numa Companhia de Comunicações e alguns não tem perfil nas redes sociais, Só pode estar brincando....Todo mundo frente para o Japão e paguem 30 flexões, isso é inadmissível rs rs rs rs

roberto barros disse...

eu era 3º sgt nessa época, hoje sou Relações Públicas na OM, e já coloco a disposição o Salão de Festas da Unidade para a futura confraternização organizada por eles.
Roberto Barros

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics