20 de fevereiro de 2015

'Severinos': Exército define na próxima semana efetivo que combaterá dengue no DF.

Deputada distrital Celina Leão, ao lado do governador Rodrigo Rollemberg e do vice, Renato Santana (Foto: Isabella Formiga/G1)
Deputada distrital Celina Leão, ao lado do governador
Rodrigo Rollemberg e do vice, Renato Santana
(Foto: Isabella Formiga/G1)
Rodrigo Rollemberg pediu suporte ao Comando Militar do Planalto.
DF teve queda de 79% no número de casos da doença em janeiro de 2015.

Raquel Morais
Do G1 DF
O Comando Militar do Planalto informou nesta sexta-feira (20) que vai atender ao pedido do governador Rodrigo Rollemberg para ceder homens do Exército para auxiliar no combate à dengue e à febre chikungunya no Distrito Federal. De acordo com a entidade, o efetivo e a previsão para o início dos trabalhos serão definidos em reunião na próxima semana.
"Tivemos uma epidemia de dengue, embora não reconhecida, mas número muito expressivo de casos de dengue no ano passado no DF, e a gente sabe da importância da mobilização para buscar reduzir as ocorrências", disse Rollemberg.
"A gente sabe que na situação de dificuldade que passa o sistema público de saúde, uma epidemia de dengue traz um impacto muito forte. Como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar", completou o chefe do Executivo, que se reúne na próxima segunda com prefeitos de cidades do Entorno para discutir o combate às doenças.
O GDF lançou no dia 11 de fevereiro uma força-tarefa para reduzir a incidência de casos de dengue e chikungunya na capital. A regional que sediou o evento de lançamento da campanha, Planaltina, foi a que mais registrou casos de dengue em 2014. Sobradinho I e II, Gama, Santa Maria, Ceilândia e São Sebastião também estão entre os primeiros lugares no ranking de contaminação.
Segundo a Secretaria de Saúde, foram registrados 11.458 casos da doença em 2014 e 11.520 em 2013. O número de mortes de um ano para o outro, no entanto, mais que triplicou: passou de 5 para 18 no mesmo período. Foram três casos de chikungunya em 2014 no DF.
A pasta informou ainda que houve um decréscimo de 79% dos casos de dengue registrados no primeiro mês de 2015 em comparação com janeiro do ano passado. A redução foi atribuída à estiagem e à operação de remoção de entulhos nas regionais iniciada em janeiro.
Chefe da Assessoria de Mobilização Institucional e Social para Prevenção à Dengue, Ailton Domício afirmou que o DF recebe a partir da próxima segunda-feira a primeira semana de mobilização para combater a doença. As ações começam por Planaltina. Segundo ele, nas últimas semanas foram erradicados 350 focos do mosquito no local.
Domício também ressaltou a importância do envolvimento da população. "Se nós tivéssemos um agente para cada residência, nem mesmo assim daríamos conta da situação. O agente vai sair dali, e quem tem que dar continuidade é o morador", disse. "Não basta [o gestor] distribuir panfleto, não tem eficácia alguma a não ser sujar a rua. [...] Nossas ações têm que ser direcionadas ao problema."

Leia também:
Severinos na Corte: Rollemberg quer Exército combatendo dengue e chikungunya no DF.

Doenças
A febre chikungunya é uma doença viral com sintomas parecidos com a dengue e transmitida pelos mesmos mosquitos, o Aedes Aegypti e o Albopictus. Entre eles estão dores fortes, principalmente, nas articulações, de cabeça e musculares, manchas vermelhas na pele e febre repentina e intensa, acima de 39 °C.
A recomendação em ambos os casos é de repouso absoluto e ingestão de líquidos em abundância. A automedicação é perigosa, porque pode mascarar sintomas, dificultar o diagnóstico e agravar o quadro da doença.
Como ainda não existe vacina contra o vírus, o melhor método de prevenção está no combate à proliferação dos mosquitos transmissores. As recomendações são as mesmas já conhecidas para o combate à dengue: evitar água parada em baldes, vasos de plantas, ralos e outros recipientes.
G1/montedo.com

10 comentários:

Anônimo disse...

Então o governo deveria alterar o texto do site da SUCAN! Esse nosso governo é uma vergonha. Fazendo isso o governo leva os louros sem colocar a mão no bolso. Se eu soubesse que o militarismo chegaria a esse ponto eu teria caído fora a muito tempo. Continuo focado em largar esse barco furado, em breve conseguirei, se Deus quiser!

Anônimo disse...

Deus noa proteja dessa terrível doença..
Mas agora
.
Limparam os cofres do GDF...e sobra para o EB..
Justamente a Classe de servidores mas escravizados em Brasília...qualquer operador de elevador...motoristas semi analfabetos
Estão nadando em r$...e os militares na M...têm que acudir mas essa...






Anônimo disse...

Vamos entoar a nova canção dos Severino, no tempo 3,
3, 2,1.....
"Lere , lere , lerere, lerere
Vida de negro é difícil, é difícil de viver...."

Anônimo disse...

O que esperar de um governo que não consegue se organizar para matar mosquito? Alguém se habilita a responder?

Anônimo disse...

PODER PUBLICO....
QUE PODER??
DE MANDAR NAS FORÇAS ARMADAS!!!!!
ENQUANTO FICAM DEBOCHANDO E FALANDO MAL DA GENTE.....SÃO UNS TRUCULENTOS, DITADORES, TORTURADORES.....
BANDO DE VAGABUNDOS....
FIQUEI QUASE 3 HRS ESPERANDO PARA SER ATENDIDO NUMA REPARTIÇAÕ DESSA ESSA SEMANA EU IA CHAMAR A POLICIA PRA RESOLVER A SACANAGEM Q ELES FAZEM, JOGO EMPURA...SAFADOS

Anônimo disse...

E ainda tem alguém que acredita nas informações dos sites oficiais?! nem o sorriso da presidenTA é sincero, só as broncas e desaforos.O EB sempre colabora com algum efetivo para proteger as populações nesse casos, o que aplaudimos, e esperamos que as pessoas não se esqueçam disso quando forem retirar o dinheiro do bolsa-família,e outras benesses que garantiram a reeleição de Dilma.Mas é bom começar a vigiar essas ações abusivas na utilização das FFAA em detrimento a ações e campanhas preventivas.De onde vem esse dinheiro para arcar com as despesas, qual o total, quem recebe e quanto gastarão??

Anônimo disse...

Vai ser uma mortandade. Serão todos abatidos. 100% de baixa. Missão dada é missão cumprida! Evento digno de uma formatura, iniciando com um plano de chamada e apronto operacional, para revista de uniforma e entrega de inseticida

Anônimo disse...

Devemos ajudar a população. Ela não tem culpa deste governo corrupto e incompetente.

3º Sgt QE R/1 PERIVALDO disse...

O PT (PesTe) é a pior das doenças que apareceu no país. Será que não vão conseguir encontrar a cura? Acordem cidadãos brasileiros, o toque de alvorada para vocês poderá ser a cura.

Sargento Perivaldo disse...

Concordo com o companheiro das 14:52, mas o povo tem a obrigação de ser mais higiênico, responsável e cuidadoso, também. É muito lixo rolando por aí à toa.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics