30 de outubro de 2014

Militar que matou Bin Laden revelará sua identidade na TV

Canal 'Fox' vai exibir um documentário sobre o soldado que matou o terrorista
Membro das forças de elite Seal, da Marinha americana, dá cobertura a colegas durante operação de busca por esconderijo de membros do talibã no leste do Afeganistão
Membro das forças de elite Seal, da Marinha americana, dá cobertura a colegas durante operação de busca por esconderijo de membros do talibã no leste do Afeganistão (Tim Turner/AFP/VEJA)
Membro das forças de elite Seal, da Marinha americana, dá cobertura a colegas durante operação de busca por esconderijo de membros do talibã no leste do Afeganistão (Tim Turner/AFP/VEJA)
O militar da unidade de elite da Marinha dos Estados Unidos, conhecida como Navy Seals, que matou o chefe da Al Qaeda, Osama bin Laden, revelará sua identidade em um documentário que será exibido em novembro no canal Fox, anunciou a emissora na noite desta quarta-feira. O documentário de duas horas de duração, intitulado 'O homem que matou Osama bin Laden' será mostrado em duas partes, nos dias 11 e 12 de novembro, e inclui uma entrevista com o soldado, explicou a Fox em comunicado .
O militar fez parte do comando especial dos Navy Seals que executou a operação para eliminar o terrorista em Abbottabad, no Paquistão. A Fox afirmou que explicará detalhes da operação no documentário, como foram os últimos minutos de Bin Laden e o papel do militar no comando especial. Além disso, a emissora mostrará imagens até agora inéditas da cerimônia do último aniversário dos atentados de 11 de setembro no Museu Memorial de Nova York, na qual o militar que matou Bin Laden doou a camisa que usou durante a missão.
As ações dos Navy Seals não costumam ser divulgadas e as identidades de seus membros são mantidas em segredo e somente são divulgadas quando um deles morre, mas sem detalhar as circunstâncias reais da morte, por razões de segurança. No entanto, esta não será a primeira vez que a Fox identifica um dos membros do comando que matou Bin Laden.
Em 2012, a emissora revelou a identidade de Matt Bissonnette, de 36 anos, militar já reformado e autor do livro ‘Não Há Dia Fácil: Um Líder da Tropa de Elite Americana Conta Como Mataram Osama Bin Laden’, que assinou sob o pseudônimo de Mark Owen. Bin Laden morreu na noite de 1º para 2 de maio de 2011, depois de ser considerado o terrorista mais procurado pelos Estados Unidos por mais de uma década. (EFE)
Veja/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

Acho isso é incorreto, desnessário e perigoso para os familiares desse militar. O carniça do Bin Laden já se foi, tarde. Colheu o que plantou.Está pagando sua dívida no inferno Escafedeu-se! Se tivesse direito às virgens que espalham que eles tem direito,teria se matado. Só acredita os dominados.

Anônimo disse...

Tudo mentira, Osama morreu em 2005...

Anônimo disse...

porra montedo, tu acredita em noticia da imprensa? acredita tambem que a dilma ganhou na urna?

Anônimo disse...

Bem que esse cara podia fazer um servicinho por aqui.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics