13 de setembro de 2014

Tenente do Exército morre no MS. Suspeita é de gripe A.

Tenente Valdir de Oliveira Palmieri 
(Foto: Arquivo Pessoal)
Militar morre 48h após passar mal e Exército investiga causa
Valdir de Oliveira começou a passar mal na terça-feira (09) e morreu nesta madrugada.

GABRIEL MAYMONE
O farmacêutico 2º tenente Valdir de Oliveira Palmieri, de 27 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (12), no Hospital Militar de Campo Grande, com suspeita de gripe A.
O Exército, por meio da assessoria de comunicação informou ao Portal Correio do Estado que as causas da morte estão sendo apuradas. O médico disse que o paciente chegou com quadro grave de insuficiência respiratória. Os profissionais não sabem se a causa é bacteriana ou viral. Amostras foram coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central Municipal de Campo Grande (Labcem). O resultado deve sair dentro de uma semana.
Bioquímico da Seção de Saúde do 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Bela Vista (MS), Valdir começou a passar mal na terça-feira (09) e, após realizar alguns exames, foi recomendado que fizesse a complementação dos mesmos em Campo Grande.
Conforme nota oficial do comando do 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado, o militar teve agravamento do quadro clínico nesta quinta-feira (11) e foi transferido para o Hospital Militar de Campo Grande, onde não resistiu e morreu. O militar deu entrada na UTI às 13h40min e morreu à meia-noite.
Valdir era natural do Distrito de Culturama, no município de Fátima do Sul (MS).
CORREIO DO ESTADO/montedo.com

2 comentários:

Anônimo disse...

Meus pêsames a família.

Um companheiro tão jovem, morrer assim de repente.

Uma pena.

Esteje com Deus irmão.

Anônimo disse...

LAMENTÁVEL
A pergunta que fica é: ELE TOMOU A VACINA CONTRA A GRIPE A ??? Pq se tomou essa vacina não adianta de nada.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics