17 de setembro de 2014

Tenente da FAB é colide carro ao tentar escapar de blitz da Lei Seca no RN

Juristas são presos durante blitz da Lei Seca

Natal (RN) - Quatro motoristas foram presos durante mais uma operação Lei Seca, na madrugada desta quarta-feira (17). De acordo com a Polícia Militar, entre os detidos por dirigir sob o efeito de bebidas alcoólicas, estão um defensor público, de 35 anos, e um advogado, de 30 anos, além de um militar.
Segundo a PM, a barreira foi montada na avenida Engenheiro Roberto Freire, na zona Sul de Natal, de 0h às 4h40. A operação segue contando com o apoio da Polícia Civil e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN). Ao todo, foram realizados 442 testes de bafômetro, com 12 carteiras de habilitações recolhidas e seus condutores autuados administrativamente.
Conforme informações da PM um tenente da Aeronáutica, de 29 anos, tentou escapar da barreira e colidiu seu veículo com um dos carros do Detran. Ele foi autuado, mas, pela quantidade de álcool no sangue, vai responder apenas por infração administrativa.
Os quatro motoristas presos pagaram fianças e foram liberados. No entanto, de acordo com a PM, eles ainda terão que quitar a multa com o Detran de R$ 1.915,80 e vão responder por processos criminal e administrativo.
Em nota, a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Rio Grande do Norte (ADPERN) disse que nenhum dos membros da Defensoria Pública Estadual foi preso.

PRF
Entre a noite de ontem e madrugada de hoje, a Polícia Rodoviária Federal realizou 102 testes do bafômetro, com três autuações por administrativas e uma prisão. Além disso, foram realizadas outras 98 notificações por infrações diversas, dentre os 436 veículos fiscalizados.
Segundo a PRF, cinco pessoas foram detidas e submetidas a flagrante e a Termo Circunstaciado de Ocorrência (TCO), sendo três pessoas por entregarem a direção de veículos a pessoas não habilitadas e duas por transportarem crianças menores de sete anos em motocicletas. (R. A.)
TRIBUNA DO NORTE/montedo.com

4 comentários:

Anônimo disse...

"Poderes ocultos" impedem a divulgação do nome do tenente.

Anônimo disse...

A mais, se fosse um sargento o nome já vinha direto na noticia! Eita poderes ocultos.

Anônimo disse...

Mesmos poderes que ocultaram nome do sgt da fab que armazenava pornografia infantil ( 2 notícias depois).

Anônimo disse...

Claro que foram poderes ocultos, não viu que só não foi divulgado o nome do tenente, todos os outros estão no post, SQN.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics