27 de setembro de 2014

Comandantes do Exército nas gestões de Lula e FHC não assinaram o manifesto contra a Comissão da Verdade

General Gleuber
General Albuquerque
Leitores do blog alertam para duas ausências entre os quatro estrelas que assinaram o manifesto contra a Comissão da Verdade, nesta sexta-feira (26). São justamente os dois últimos comandantes do Exército, generais Gleuber Vieira e Francisco de Albuquerque.
O general Gleuber foi o último ministro (interino) do Exército e o primeiro comandante da Força, quando da criação do Ministério da Defesa, durante a gestão FHC. Estava no cargo em dezembro de 2000, quando foi editada a primeira versão da "MP do Mal". Tal qual os comandantes das outras Forças, não tugiu nem mugiu enquanto seus comandados viam sumir diversas vantagens da carreira por um simples canetaço.
Leia também:
Generais de quatro estrelas da reserva lançam manifesto contra Comissão da Verdade.Dilma e os generais: "Quem não quiser pedir (desculpas), que não peça!"
O general Albuquerque comandou o Exército durante o primeiro mandato de Lula. Em episódio ocorrido em 2004, quando fotos foram publicadas como sendo de Vladimir Herzog (na verdade, eram de um padre canadense), emitiu uma nota justificando os atos do regime militar e, por ordem de Lula, voltou atrás para não ser demitido. A nova nota teve teor bem mais conciliador  e a responsabilidade pela anterior sobrou para o CComSEx. Após passar o cargo ao general Enzo, foi nomeado para o Conselho de Administração da Petrobrás, onde permanece até hoje.


8 comentários:

Anônimo disse...

Que legado hein....
Eh isso que eu acho que eles pensaram. Nos esqueçam .

Anônimo disse...

Lembrem-se militares continuam cumprindo sua missão constitucional por determinação do Presidente, vejam: no Rio de Janeiro, a quanto tempo no morro da maré; pergunta lá se o povo não gosta? Ficamos imaginando como essa CNV pode depreciar as Forças Armadas.Imaginem a saída das Forças Armadas das diversas localidades onde se encontram hoje defendendo o patrimônio publico?
No passado houve uma determinação.
Não podem desvincular militares das ações de segurança da Nação.
Militares nos quartéis = Caos.

Anônimo disse...

É JA ESTÃO NA RESERVA NÉ? QUERO VER OS GENERAIS DA ATIVA IR CONTRA A COMISSÃO DA VERDADE

Anônimo disse...

Quem anda sempre falando em união, tá ai a resposta.

Anônimo disse...

Claro que não ia falar nada. O cara tá na maior boca da república. Procurem saber quanto leva por ano um desses conselheiros da PTrobrás. Só gente grande e bem influente ocupa este cargo, como a Sra Dilma, e companhia. Como disse em outro comentário, só não assinou a lista generais do STM em exercício e outros que estão ocupando alguma boquinha no governo. Só ladra mesmo aqueles que foram pra reserva e não arrumaram nada. Bem típico de nosso "chefes".

Anônimo disse...

IN-FE-LIZ-MEN-TE, eu digo de novo IN-FE-LIZ-MEN-TE no nosso atual exército brasileiro, não se ve figuras mais apagadas que nossos generais.

o pouco que voce le da hisória militar vai encontrar bons e valoroes generais, NO PASSADO, porque infelizmente os da ativa estão ponto abaixo todos os valores que um dia lhes foi passado, tudo em prol de um postinho aqui outro ali.

nenhum se destaca, os poucos que se destacam são calados e SE CALAM, só falam nos tais CIRCUS MILITARES e quando tem eleição se candidatam, não se elegem, NUNCA VÃO SE ELEGER e ainda MALDOSAMENTE tiram votos de outros, civis ou militares que poderia ser eleitos e REALMENTE nos representar.

faltam 3 anos para eu me aposentar e infelizmente não vou ter um gen como exemplo para citar pros meus netos, como muitos generais dos exércitos de vários paises, ou alguns bons do nosso passado

Anônimo disse...

Não custa lembrar:

- Gen Gleuber também foi conselheiro da Petrobras;
- No 'comando' do Gen Albuquerque a AGU deixou de defender os militares do EB, que combateram a luta armada, nos processos revanchistas. Após deixar o 'comando', foi nomeado para o conselho da Petrobras.

Marinato

Anônimo disse...

É muito orgulho para o EB!! Nossos generais são Especialistas em Petróleo. Corrigindo, Doutores!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics