25 de setembro de 2014

SPONHOLZ

DIÁRIO DO PODER

5 comentários:

Anônimo disse...

Mal intencionado quem fez o desenho...o diálogo deve vir de quem invadiu/interviu em meia dúzia de países nos últimos anos com resultados catastróficos, inclusive fortalecimento de grupos de radicais islâmicos, e agora, quer empurrar outros em suas guerras, Fez muito bem a Presidenta.

Anônimo disse...

Por estas e outras é que o Brasil foi classificado como anão da diplomacia... agora até os Bolivianos tão metendo a boca no Brasil e o Itamaraty vai colocar o rabo no meio das pernas.... A questão tem dois lados e ela só defende quem for contra EUA, Israel e Grã-Bretanha... Lembre-se que a cabeça cortada não é a do Obama e sim do coitado do jornalista e foi por causa de um deles que a Guerra do Vietnã começou a cair em desgraça na opinião publica (foto da menina pelada fugindo)...

Anônimo disse...

Poderiam ter tentado o diálogo com o sd Kozel também

Anônimo disse...

O bando de terroristas do araguaia não pensavam em diálago. Queriam era matar, roubar bancos, sequestrar, derrubar governo e, agora dizem que os outros tem que dialogar com esses assassinos? Aqui mesmo há alguns na na disputa eleitoral atual que estão falando a mesma coisa que os do passado: Se não conseguirem o poder pelo voto, vão às armas. Estou aguardando. É só ler nos jornais e entrevistas do O POVO. Vá dizer isso aos familiares das vítimas.Tenha dó, D. Dilma. Acho que o seu conhecimento ainda não chegou perto do que está acontecendo por lá e cá. Preste mais atenção nas coisas e não olhe só o seu PT e a conta bancária.

Anônimo disse...

Que é isso, gente! A presidente falou com conhecimento de causa: entende de terroristas como ninguém. Penso que deveriam nomeá-la interlocutora da ONU com o Estado Islâmico. Ela poderia mostrar como o problema da violência no Brasil foi resolvido apenas na base da conversa com os bandidos. Explosão nas torres gêmeas dos outros é refresco.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics