31 de agosto de 2014

RJ: soldado do Exército é algemado à força por PMs de UPP

Vídeo mostra soldado do Exército sendo algemado à força por PMs de UPP
Jovem estava à paisana. Caso ocorreu no Morro Chapéu Mangueira, no Leme
Imagem mostra PM algemando soldado do Exército no chão no Morro Chapéu Mangueira - Reprodução / Internet
RUBEN BERTA
RIO — Um vídeo gravado por celular na última quarta-feira, que mostra uma abordagem de policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro Chapéu Mangueira, no Leme, vem se espalhando desde sexta-feira pelas redes sociais. As cenas mostram o rapaz, um soldado do Exército de 18 anos, morador da comunidade, que estava à paisana, sendo algemado à força pelos PMs. Ele tenta se desvencilhar, mas acaba sendo imobilizado no chão. No início das imagens, um policial aponta o dedo para o jovem e diz “eu te prendo, eu te prendo”. Em seguida, já agarrando o morador, ele completa: “Você vai algemado, você vai algemado, para você aprender!”. Três agentes fazem a imobilização.
O jovem foi procurado pelo GLOBO, mas preferiu não dar declarações sobre o caso. Ele revelou a amigos, porém, que já dentro do carro da PM que o conduziu para a delegacia, teria recebido ameaças, inclusive de morte. Ao contar que é militar, um sargento da UPP, segundo a versão dos amigos, teria pedido para ele prestar continência, mas o rapaz se recusou, alegando que naquele momento estava à paisana. Os policiais também teriam duvidado que o jovem é militar porque ele não estava com sua carteira de identificação no momento da abordagem. Durante o vídeo, também é possível ver que um PM tenta impedir a gravação das imagens.

Em nota, a comandante da UPP Chapéu Mangueira/Babilônia, tenente Paula Apulcro, dá outra versão, alegando que outros fatos teriam ocorrido antes da gravação das imagens: “Uma equipe policial da unidade estava em patrulhamento pela Ladeira Ary Barroso, no Morro Chapéu Mangueira, quando um soldado solicitou que um homem, de 18 anos, encostasse em um canto para ser revistado. O rapaz disse então que era da Brigada Paraquedista do Exército, que não aceitaria ser revistado e que o policial não tinha autoridade para realizar aquela abordagem nele. O soldado então pediu sua identificação de militar, mas ele disse que não se identificaria, pois não daria satisfação a um soldado e que só reconhece como militar os superiores dele”.
Também segundo a comandante da UPP, “o PM chamou o sargento, que chefiava a equipe, e explicou a situação. O sargento disse ao soldado que na esfera militar exigia-se respeito, mas ele foi ficando arredio e agressivo e, aumentando o tom de voz, começou a dizer que todos ali eram corruptos. Nesse instante, lhe foi dada voz de prisão por insubordinação. Ele tentou fugir dos policiais sendo necessário ser algemado para poder ser levado até a 12º DP (Copacabana), onde o caso foi registrado como desacato”.
Amigos do rapaz disseram que os PMs teriam feito a abordagem o acusando de ter publicado na internet imagens de agressões praticadas por policiais, o que foi negado pelo jovem. A abordagem ocorreu por volta das 17h30m de quarta-feira, quando o soldado estava voltando da autoescola. Nos últimos dias, ele estaria evitando sair de casa, com medo de sofrer represálias. Na 12ª DP, o morador também registrou queixa de agressão e de ameaça.
O GLOBO/montedo.com

18 comentários:

Anônimo disse...

Eis o preço que se paga ao criticar a polícia! Qualquer coisa que se fale a respeito da polícia na web é imediatamente descoberto, enquanto delegacias são assaltadas, viaturas são roubadas de dentro das mesmas ou queimadas dentro dos quartéis da PM e os autores jamais são apontados. Essas são as novas táticas da polícia: pau no cidadão de bem para servir de exemplo aos que ousam criticar enquanto a bandidagem toma conta das ruas. É mais fácil prender um pai de família, sempre se sabe onde ele trabalha e mora, ao contrário do que ocorre com a bandidagem.

Anônimo disse...

bando de pms sem compromisso com a retidão, os bandidos soltos e eles se preocupando com sd do exercito, covardia, quero ver o que o cmdo vai fazer? fala serio!!

Anônimo disse...

Vergonha para a instituição q não cuida dos seus subordinados.Garanto que se fosse ao contrário o comandante do soldado pediria explicações ao EB.Pois com todos os defeitos do mundo a PM se ajuda.Onde esta o General Francisco Carlos Modesto(Comandante Militar do Leste) e o Cel Kleber Nunes de Vasconcellos(Comandante do centro de instrução pára-quedista."OM"do soldado em questão) ????Os senhores devem cobrar explicações a PM e punições aos envolvidos.

Anônimo disse...

Isso é q dá querer dar carteirada sem carteira de identidade... Só podia ser tratado como indigente mesmo... Além de tudo, como soldado do Exército, deveria dar exemplo de disciplina e auto controle.

Anônimo disse...

Aqui em Santa Maria, RS, quando os PMs abordam um cidadão de bem, fazem o maior barraco para todo o povo ver que estão agindo. No entanto, as vilas não tem policiamento nem preventivo nem punitivo (mesmo eles tendo excelentes viaturas, motos e armamento), para prender a marginália que assalta todos os dias em todos os lugares, que aperta o gatilho sem problemas, que já matou mais de quarenta pessoas no ano. Só a polícia civil é confiável em minha cidade. Precisou dos policiais militares (brigadianos), perdeu. Eu falo e provo. Sou militar, já precisei deles várias vezes, sendo assaltado e tendo minha residência arrombada e roubada e não fui atendido em nenhuma das oportunidades, mas por estar sem um documento da moto, esquecido na residência, em pleno centro da cidade fui submetido por dois soldados brigadianos a um grande vexame.

Anônimo disse...

Os PMs totalmente despreparados, acham que estão acima da lei, abuso de poder puro, o Sd do Exército deve constituir um advogado e processar esse PM por abuso de "OTORIDADE", se fosse um PQD do arroio isso não teria acontecido, quem é sabe. Tenho dito!!!

Eduardo disse...

Por onde servi (09 estados) todos os PM foram iguais. Prepotentes, revanchistas, abusam da autoridade, fazem teatro quando pegam uma pessoa de bem, se mostram quando esta pessoa é das FFAA. Ou seja, uma porcaria de PMs que temos por este Brasil afora. Claro que temos bons profissionais, mas não chegam a 30%. O pior de todos são os do RS e do RJ, comigo eles não se deram bem não. Eduardo

Anônimo disse...

O Cmt do CML está preocupado é com quem pode e quem não pode se formar paraquedista, ao invés de se preocupar com as questões importantes da tropa. Fica tornando pessoal alguns casos.É o que acontece hoje na Brigada. Quer por que quer impedir militares de carreira de se formar paraquedista, enquanto permite que militares temporários alcance este objetivo.
Nada contra os mil tmpr. Só penso que o sol é para todos. Por que somente agora um QCO não pode se formar paraquedista. Existem quantos QCO Paraquedistas? Este é um desabafo, pois isso está revoltando quem sabe desta situação.

Anônimo disse...

Obrigação de todo militar andar com sua identificação, até mesmo fardado. Tá no regulamento.

Anônimo disse...

Conduta errada desses PM, se o soldado cometeu transfressão então que chamem a PE. Quero ver os Comandantes desse soldado se vão cobrar satisfação do Comando da PM. Esse soldado deve constituir um advogado e processar mesmo. Enquanto isso o bandido está solto, é muito fácil prender um cidadão de bem, que trabalha, tem moradia fixa e não oferece risco. Queria ver a PM fazer isso se por acaso fosse um juiz. Em SP uma policia civil bateu na cara do PM e esse não fez nada, mas com soldadinho do Exército é fácil, pois os mesmo não tem quem os defenda. Aposto que ainda será punido pelos seus chefes.

Viana - CG/MS disse...

O MEU DIREITO COMEÇA ONDE TERMINA O SEU...É FATO!

sgt silva disse...

Sempre tive o seguinte pensamento em relação a esse Pms em geral, sao todos covarde agem em grupo, nunca vi um só agir sozinho ,quando tao em grupo se acham o tal sozinho é uma gatinha,um filho da p.... vem tira essa onda só,comingo de bota essa posseira de metal. vai leva muita porrada.do comando75

Anônimo disse...

Caiam na real, os dois lados erraram, o sd por não portar sua identidade e ter desacatado o policial e a PM pela truculência. Todos sabemos que um Sd PM nas suas atribuições tem mais poder que um General e por ai vai...agora todo mundo vira santo, só os envolvidos é que sabem o que realmente aconteceu, o resto é pura especulação.

Anônimo disse...

Enquanto isso em Brasília, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência vai gastar mais de R$ 45.000,00, em roupas de cama. Será que ninguém vê isso? Olha o foco, não se deixem desviar.

Anônimo disse...

Anônimo das 10:58. Faço das suas palavras as minhas.

Anônimo disse...

Quem acha que os Pms foram truculentos é porque nunca tiveram que abordar um resistente ativo.

Anônimo disse...

As palavras do garoto paraquedista refletem exatamento o que se prega na Brigada Paraquedista. A mística que se prega aqui é essa! Colocam isso na cabeça da garotada o tempo todo, mas e agora? O garoto seguir a risca o que dizem pra ele na Brigada e tomou pancada, foi algemado, levado preso e vai responder processo. Os brabões que pregam o famoso... essa P. mesmo, estão em casa assistindo tv e tomando cerveja. Pregam essas coisas equivocadas aos garotos novos e quando acontece a merda, todos se esquivam... é isso mesmo!

Anônimo disse...

Com todo respeito, mas os PM's agiram de forma correta.
Todo PQDT é embusteiro até não poder mais, mas o respeito ao grau hierárquico é o MINIMO que se espera de um militar.
Quis dar "carteirada" no PM, sendo ele um recruta e sem identidade militar... é hilário.
Os Soldados PM e o Sargento PM agiram de forma correta, não adianta dar de vítima agora.

PS: Sou Capitão do Exército, formado pela AMAN, então não venham dizer que estou defendendo os PM's por cumplicidade.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics