18 de julho de 2014

RJ: governador oficializa pedido de permanência das tropas até dezembro na Maré

Tropas federais poderão ficar mais tempo no Rio
Governador pediu prorrogação do período de permanência da Força Nacional de Segurança para a Baixada Fluminense e do Exército e Marinha na Maré
Miltares que ocupam as comunidades da Maré desde abril, devem ficar na região até depois das eleições
Foto:  Severino Silva / Agência O Dia
VANIA CUNHA
Rio - Parte do contingente da Força Nacional de Segurança (FNS) que atuou na cidade durante a Copa do Mundo poderá permanecer no Rio. O governador Luiz Fernando Pezão encaminhou terça-feira ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, um pedido de prorrogação da estadia das tropas até 31 de dezembro. Em outro ofício, para a presidenta Dilma Rousseff, ele também protocolou mais uma demanda para a proteção da cidade: o aumento do prazo das Forças Armadas no Complexo da Maré.
Aproximadamente 680 agentes da FNS vieram para o Rio durante o Mundial. Eles atuaram em manifestações, no patrulhamento do Maracanã e de locais de circulação de delegações estrangeiras. A maior parte desse efetivo começou a ser desmobilizada segunda-feira, retornando à capital federal. A ideia do estado é que, ao menos, de 400 a 500 militares continuem em solo carioca.
Caso se confirme a permanência, a tropa já tem destino certo: a Baixada Fluminense. O governo do estado pretende utilizar este recurso para reforçar o policiamento em Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti e Belford Roxo, onde os índices de violência aumentaram. A missão dos agentes será combater os roubos e diminuir as estatísticas desse crime na região.
O Ministério da Justiça informou ontem que o pedido para a prorrogação do contingente que atuou na Copa ainda não havia sido feito pelo estado. O prazo inicial termina amanhã. Já as equipes da FNS que atuam no Morro Santo Amaro, no Catete, vão continuar na comunidade por mais 90 dias.
Leia também:
RJ: Forças Armadas poderão permanecer mais tempo na Maré
Proximidade das eleições é uma das justificativas do pedido
O pedido de prorrogação da Força de Pacificação do Exército e da Marinha que atuam na Maré, já estava sendo ventilado nos bastidores do estado desde maio, conforme O DIA anunciou. O prazo inicial vai até o dia 31, mas o o governador Luiz Fernando Pezão quer o apoio das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no conjunto de favelas pelo menos até o fim do ano.
No pedido, encaminhado terça-feira à presidenta Dilma, Pezão alega que o emprego total das tropas da Polícia Militar na Copa, obrigou o cancelamento de folgas e férias destes militares, que serão repostas nos próximos meses. E, em seguida, com o contingente voltado para a segurança das eleições, ficaria difícil para a Segurança Pública ter efetivo para ocupar as 15 comunidades da Maré.
O DIA/montedo.com

5 comentários:

Anônimo disse...

E lá vamos nós mais uma vez, até quando hein!

Anônimo disse...

Esse governo e tão ridículo que nem os pagar 2 por cento a tropa que estava na maré pagou e mais uma vez vou me arriscar pela incopetencia do governo do estado do rio de janeiro e policiais do 22 batalhão da mare que fica dentro do complexo não entram em favela qual o motivo? ordem do escalão superior so fazem a patrulha na area externa mas eu sendo sgt do exercito posso entrar ne? arriscar minha vida pra ir la defender os direitos do goveranador do rio de janeiro e me chateia mais ainda alguns dizem se não esta satisfeito peça pra ir embora que Deus nos ajude!

Cav Esa 2009

Anônimo disse...

RJ: governador oficializa pedido de permanência das tropas até dezembro na Maré

Gostaria de saber para onde está indo esse dinheiro:


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13012.htm

Anônimo disse...

"SEVERINOS FOREVER"
CADÊ A REESTRUTURAÇÃO DA LEI DE REMUNERAÇÃO DAS FA?
CADÊ O ADICIONAL DE TEMPO DE SERVIÇO?
CADÊ O AUXÍLIO MORADIA?
CADÊ A LICENÇA ESPECIAL?
CADÊ O POSTO ACIMA NA RESERVA?
PAGAR MISSÃO É FÁCIL QUERO VER CUMPRIR O QUE ESTOU DIZENDO ACIMA, E OLHA QUE ISTO TUDO TINHA ANTES DE 2001(MP DO MAL)
NÃO ADIANTA INVESTIR NOS EQUIPAMENTOS E ESQUECER DE QUEM VAI OPERA-LOS! ATÉ QUANDO?

Anônimo disse...

POR QUÊ NÃO SE COLOCA A GUARDA NACIONAL NA MARÉ? O GASTO SERIA BEM MAIOR NÉ!!! ELES GANHARIAM DIÁRIAS R$ 264,50 E OS MILITARES DAS F.A APENAS OS MÍSEROS 2% (R$ 62,00) AO DIA.
O QUÊ FIZERAM COM AS DIÁRIAS QUE DEVERIAM SER PAGAS AOS MILITARES DO PRIMEIRO CONTIGENTE DA MARÉ???
ATÉ HOJE NINGUÉM RECEBEU E PELO ANDAR DA CARROAGEM NINGUÉM RECEBERÁ... VERGONHA TOTAL!!!
POR QUE SERÁ QUE O GOVERNO NÃO AUTORIZOU ESSE PAGAMENTO???
GOSTARIA DE SABER........

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics