9 de junho de 2014

MPF prorroga investigação sobre apartamento do Comandante da Marinha

FAZENDO ÁGUA

Cláudio Humberto

O Ministério Público Federal prorrogou as investigações sobre suposta compra irregular de apê avaliado em R$ 5 milhões do comandante Moura Neto, à beira-mar no Rio. A Marinha estourou prazos.


DIÁRIO do PODER/montedo.com


Leia também:
MPF investiga comandante da Marinha por suposta improbidade administrativa

Alvo do MPF, Comandante da Marinha transferiu apartamento para a irmã, diz jornalista

Comandante da Marinha emite nota negando acusações de improbidade

4 comentários:

Anônimo disse...

basta ver as declarações do imposto de renda de todos os anos... se houve um acréscimo patrimonial superior a renda dele fica comprovado a improbidade. Claro que ele pode ter comprado pelo valor venal(desatualizado), para driblar o fisco... tem como um perito descobrir rapidinho.

Anônimo disse...

É a nossa remuneração, ninguém enxerga.
Que vergonha..

Anônimo disse...

Olha só o desserviço que sua Excelência, o comandante da Marinha, faz para todos nós militares! Pois, como os eminentes deputados federais vão nos ajudar com reajustes se tem militar comprando apartamento de R$ 5.000.000,00? Digam-me, como vão acreditar que nós estamos ganhando mal?!

P.S.: pessoal, é apenas uma piada, sem graça, mas não resistir.

Anônimo disse...

O homem é pão duro e economizou desde criança para ter esta casa, nunca gastou com nada, não tomava uma cerveja para não gastar, ia a pé para escola e não gastava em merenda, teve uma vida militar franciscana... Tá de brincadeira...

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics