29 de abril de 2014

Ministra do Planejamento fala no Congresso sobre política salarial para os militares


39 comentários:

Villani98 disse...

Prezado Montedo:
Diante de sua experiência no meio militar, e sempre estar à par de nossa situação, já consideraste entrar na política federal, como deputado ou senador?
Precisamos de pessoas experientes para sermos assistidos no Legislativo.

blog montedo.com disse...

Amigo, não sou filiado a partido político, portanto, não serei candidato.
Mas estou a postos aqui no blog para auxiliar na formação de uma bancada.

Anônimo disse...

Atenção assessores da referida ministra: "É OPORTUNIDADE UNICA PARA ELA CONFIRMAR O PAGAMENTO DOS 28%, QUE O STF JÁ MANDOU PAGAR E ESTÁ A MAIS DE UM ANO COM O PROCESSO PARADO NESSE MINISTÉRIO ( 26 MAR). SE CONTINUAR NESTE CRONOGRAMA DE ANDAMENTO , TALVEZ NOSSOS BISNETOS CONSIGAM RECEBER ALGUMA COISA. ELEIÇÕES ESTÃO AÍ, TALVEZ OUTRO PARTIDO NO GOVERNO CUMPRA UMA DECISÃO DO STF".

Wagner disse...

Na verdade Montedo, precisamos de guerreiros como o senhor, e tenha a certeza de que tem cumprido a missão de modo exemplar. Nesta guerra suja que hoje se desenvolve na rede, precisamos de guerreiros deste naipe na nossa última trincheira...

Anônimo disse...

La vem outro estudo que durará o tempo que o PT quiser para enrolar os militares.

Anônimo disse...

MONTEDO,SOLIDARIZO-ME COM V.Sª.NÃO SE PRESTE A ESSE TIPO DE SERVIÇO,APESAR DE COMO CIDADÃO,VOTAR E MERECER SER VOTADO.MANTENHA-SE COM SEU BLOG,QUE V.Sª GANHA MUITO MAIS,COMO SER PROBO,ÍNTEGRO,INCÓLUME E ACIMA DE TUDO CONDUTA ILIBADA.

Anônimo disse...

reposição salarial já!

Anônimo disse...

Senhores a situação é urgente...

Anônimo disse...

MEU até onde vamos chegar, a situação calamitosa, famílias sofrem com o baixo soldo...

Anônimo disse...

Essa questão dos 28,86% não é prioridade, pois é uma mixaria, não ajuda nada, é passageiro.

Requeri em 2004 e recebi em 2011, R$ 3.200 reais e ainda descontaram o IR. Outros recebera, R$ 1.200 ...

Quem se deu bem, foi um grupo de militares de Porto Alegre, que requereram na justiça em 1997 e receberam a contar do início que se dei em 1993.

No início teve militares que conseguiram na justiça, que a diferença fosse incorporado no soldo e ganha a mais o percentual até hoje.

Outra, quem não entrou foi por frouxidão e ficar esperando o outro militar entrar para ver o que aconteceria e dormiram no ponto.

Todos os funcionários públicos civis receberam a tal diferença em 06 parcelas, as quais findaram em 2006.

No início de 2004, o Cmt da RM orientou os Cmt OM a informarem aos seus subordinados para entrarem nas pequenas causas da justiça federal, para não pagassem advogados. Mesmo assim mais da metade dos frouxos militares da OM, não entraram, mesmo a gente insistindo.

Ai, ficam até hoje reclamando e se lamentando.

Que coisa heim !!!

Anônimo disse...

Será como a Audiência do Exmo Sr Ministro da Defesa; somente será abordada a pauta nr 1. No que diz respeito a política salarial ela dirá que a mesma está sendo tratada pelo MD, na pessoa do Sr Ari com os Cmt das Forças!

Anônimo disse...

MONTEDO VOCÊ PODE AJUDAR COMO ACESSOR PARLAMENTAR E NÃO COMO CANDIDATO, ESTOU CANTADO A PEDRA, É BARBA, CABELO E BIGODE. ABRAÇOS

Anônimo disse...

Não podemos brigar por auxílios que mais tarde vamos perder (na reserva), mas por aumento significativo no soldo, ou algo que nele incorpore.

Anônimo disse...

É SÓ ASSIM QUE AS COISAS ANDAM, POR MEIOS POLÍTICOS. NÃO HÁ OUTRA FORMA. EM GRANDE PARTI ISSO SE DEVE A SRA KELMA COSTA, QUE ESTÁ SEMPRE ENGAJADA NA LUTA E AS DEMAIS ASSOCIAÇÕES DE MULHERES DE MILITARES, POIS SÓ SÃO ESSAS QUE FAZEM ALGO DE CONCRETO MESMO.
NUM PAÍS DEMOCRÁTICO DE DIREITO, QUEIRAMOS OU NÃO, A FORMA DE SE REIVINDICAR ALGO É POR MEIO DA POLÍTICA.
UMA LUTA QUE DEMORA MUITOS E MUITOS ANOS, PORÉM NÃO FICA NA DEPENDÊNCIA DOS ESCALÕES MILITARES, POIS ANTES DE MAIS NADA TODOS OS MILITARES VOTAM E POR ISSO DEVEM, DENTRO DOS LIMITES LEGAIS, REIVINDICAR A DEMANDA DA SUA CLASSE.
QUEM GANHA COM ISSO.... TODOS NÓS ! OS MILITARES, SUAS FAMÍLIA, O BRASIL, OU SEJA TODOS.
SOMENTE POR MEIO DE ATITUDES INTELIGENTES E BEM PENSADAS QUE AS COISAS CAMINHAM. SÓ ASSIM SE CAMINHA. QUANDO NÃO CONCORDAMOS DEVEMOS LUTAR PARA QUE AS COISAS MELHOREM. POR EXEMPLO SE VOCÊ QUER UMA VIDA MELHOR, A ÚNICA PESSOA QUE PODE, REALMENTE, FAZER ALGO É SÓ VOCÊ (COM FÉ EM DEUS). GRANDE ABRAÇO A TODOS QUE LUTAM POR MEIOS LIMPOS E LEGAIS.

Anônimo disse...

Video da reuniao:

http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/videoArquivo?codSessao=47865#videoTitulo




Anônimo disse...

Não tem jeito é só balela nossos comandantes são omissos, enquanto a PM faz greve aumentam cada vez mais seus salários, e na copa vamos ser novamente empregados e bem antes de iniciar, ja esta certo uma paralisação geral, PF, PRF, PM E PC próximo a copa,pra quem sobra sempre para os otários se não somos valorizados, vamos agir de outro modo temos que fazer também operação tartaruga,dispensa médica, e outros...

Renato E. Alfaia disse...

Senhores, estou abismado, a Comissão não falou nada, eu disse nada sobre os militares... alias, disse sim, disse que os 30% de aumento foram a restruturação feita pelo governo. E por mais que os deputados perguntassem sobre os nossos assuntos, ela se resumia a falar de PAC, aos identificadores papiloscopistas da PF, e sobre nós, nada!!!A Kelma Costa está muito revoltada com a falta de consideração da ministra e do governo conosoco.... Solucão: Bancada Militar, fora PT e bolsosnaro presidente. Depois de hoje acabei de confirmar que o Governo não está nem aí pra gente!!

Anônimo disse...

vejam o comentário dos companheiros fazer operação tartaruga, quem os preocupados da ativa que estão mais preocupados com suas futuras promoções do que qualquer outra coisa, são iguais nossos chefes omisso, quero ver todo mundo parar de verdade vai pro quartel e faz greve não trabalha, vamos ver quem tem culhão rocha e começa essa operação tartaruga.

Anônimo disse...

Espero que tenha saido alguma coisa de bom dessa reunião, pois estamos numa situação muito difícil, estamos sufocados de missão fora do horário do expediente e com isso não podemos fazer bicos, como exemplo os PMs fazem, vamos aguardar.

Anônimo disse...

Anonimo das 14:02.
Não acho que o pagamento dos 28% não ajudam em nada. É uma dívida que o governo tem que nos pagar. Concordo que nas ações judiciais por este Brasil afora teve diversos valores recebidos, desde 100,00 reais até valores de 10.000,00. Tudo bem que não vai incorporar, pois a maledeta MP 2000 incorporou o indice; mas acredito que as quantias são razoáveis e na atual situação salarial nossa, defesada das outras catagorias, o que vier, vem em boa hora. Se não cobrarmos no pouco, não iremos nunca receber o muito que merecemos ganhar. Esta é minha opinião.

Anônimo disse...

Quem viu essa audiência assistiu uma ministra rancorosa com os militares; e não admitindo comparações;Um absurdo! pois se em anos anteriores ganhávamos 12 salários mínimos e passamos a ganhar 6; obviamente houve uma perda por falta de recomposição por parte do governo capaz de manter o poder de compra.Parece que esse pessoal só atende aos grevistas.

Paulo disse...

Não quero ser pessimista, mas é bom dar uma olhada em http://www.dzai.com.br/blogservidor/blog/blogservidor?tv_pos_id=151771, pois a dona ministra não gosta muito dos militares. Não me pareceu que teremos boas notícias.

Anônimo disse...

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2014/04/29/internas_economia,425363/prazo-para-acordo-com-policiais-federais-esta-acabando-diz-miriam-belchior.shtml



resumindo: não disse nada estamos f.di..d.s

Jorge B. disse...

Enquanto isso no Complexo do Maré,

A Tropa Especializada do Exército Brasileiro, Brigada Paraquedista trabalha no período de internato da seguinte forma a cada 20 dias de missão diuturna e de longa duração(in loco), o militar recebe 03 dias de folga podendo ir em casa.

Saliento, com aquele velho conhecido soldo e sem direito a qualquer tipo de representação ou diária, pois a legislação não permite.

Essa é a dura realidade do nosso militar que está na ponta, longe da política, do poder e crente no ideal de Fé na Missão e cheio de confiança no Comando que não consegue enxergar as carências e necessidades de sua tropa no mundo contemporâneo.

Tropa esta, que a cada dia perde um ente do seu efetivo para o mercado civil, em virtude da desvalorização da classe militar e pela inércia estatal e de seus comandantes em sanar as dificuldades daqueles que juraram DEFENDER A PÁTRIA COM O SACRIFÍCIO DA PRÓPRIA VIDA.

Fabio disse...

Caros Comapnheiros,

Quem tiver tempo em assistir a todo o videio ou mesmo apenas ouvir o áudio, verá que a politica do governo é simples...enrola...a Ministra respondeu aos questinamentos do Dep Izalcy sobre os 28%..."existe o entendimento do MPF de que não uma decisão global sobre a questão e a maioria do processos estão contingenciados, aguardando decisões em instancias superiores", ou seja vão adiar por muito tempo. Disse também que os salários dos militares estao muito bons afinal um General é igual ao de um Parlamentar, e comparou o salário de um medico do Programa mais médicos de R$ 10.000,00, mas ele trabalha 40 horas e que um medico das FA sem titulação ganha 9 mil o poucos reais...Sobre o salario familia e atualização dos valores de transporte de bagagens disse que enviaria os dados ao presidente da comissão. Conclusão: Nada de MP do MAL (só conversa de politico querendo carona na nossa desgraça). Estão reivindicando apenas o Salario familia, atualização da tabela da bagagens e os 28%, mas de acordo com as palavras da ministra pouco ou quase nada saira do campo das divagações. Não esqueçam é ano eleitoral. Precisamos desenvolver nossa capacidade política, afinal somos apoliticos, porém votamos, parece que há uma contradição ai.

Um Grande Abraço a todos os leitores do Blog do Montedo.

1º Sgt Fabio Cesar Telski

Anônimo disse...

Nao temos um representante, nao temos um lider. Os comandantes militares estao muito distantes das dificuldades por que passam seus subordinados. O ministro e os militares de alta patente apenas se preocupam com aquisicao de avioes, submarinos e com guerra cibernetica, mas se esquecem dos seres humanos que fazem a maquina se mover. O pior é ver um monte de coroneis e equivalentes nas outras Forças ganhando salarios tao ruins e, mesmo assim, "puxando o saco" dos oficiais generais para tentar esmolar uma viagem para o exterior ou o proprio generalato. É lamentavel como que uma pessoa se presta a essa humilhacao.

Os militares de alta patente quando veem essas mulheres, começam a rir, e dizem que elas nao vao conseguir nada. Na verdade, sao pessoas sem a coragem necessaria para brigar pela tropa. Isto é um processo de enfraquecimento que nos faz ter vergonha, pois nao temos liderança!

Enqusnto houver cargos no STM, em organismos da ONU no exterior, em Agencias Reguladoras e em empresas publicas ligadas às Forças Armadas, nao veremos um oficial general com coragem de partir para uma briga inteligente, e eles se escondem atras da hierarquia e disciplina para afirmarem que nao podem fazer nada a nosso favor.

Temos que nos conformar com o desdem dos comandantes militares e dos outros órgaos da Administracao Publica que nos menosprezam, pois todos sabem que possuímos a mernor media salarial da Uniao. E qualquer oficial general que ler estas palavras vai exclamar: "eu nao posso fazer nada"!!! Nao pode porque nao é inteligente e porque nao tem coragem, muito menos lealdade para com seus subordinados.

Ate quando suportaremos trabalhar tanto por nada? Ate quando trabalheremos para satisfazer a estrela de algum oficial? Ate quando assistiremos a subserviencia dos oficiais generais em relacao aos servores civis do ministerio da defesa?

Militares, sua honra está por um fio! Parem de se gabar pelo fato de vcs terem 70% de aprovacao da populacao brasileira! Parem com essa mania de pompa e falsa moralidade! Parem de ficar se gabando por se acharem mais inteligentes, mais organizados e mais honestos que os outros servidores publicos. A casa caiu, voces estao sendo jogados para escanteio e ainda continuam escondidos atras de medalhas e de um brio que nao brilha mais!!!? Tenham vergonha, pois seus subordinados jah nao mais acreditam nas suas liderancas que apenas se valem de autoridade organizacional.

Isto é apenas um desabafo! Gostaria muito de que o Bolsonaro lesse essas palavras no Congresso. A tropa está cansada de ser enganada e de ser comandada por oficiais generais medrosos e que se dizem com maos atadas em relacao a todos esses problemas.

A situacao precisa melhorar. Chegamos num estado de vergonha tao grande, que passamos a nos contentar com algumas migalhas e com a "marra" de que podemos ir para reserva com 30 anos de serviço. Parem de racionalizar, pois estamos indo de mal a muito pior!!!

Anônimo disse...

Quem assistiu ao vídeo pode constatar que não vem nada mesmo. A Ministra disse que estamos ganhando bem.

Anônimo disse...

E OS 3 COMANDANTES DAS FORÇAS ARMADAS? PORQUE NÃO FAZEM NADA PELO BEM ESTAR DA TROPA ? O PROBLEMA SALÁRIO NÃO É PROBLEMA DELES ? PORQUE NÃO ESTÃO PRESENTES ÀS REUNIÕES NO MINISTÉRIO DA DEFESA ? ELES ESTÃO SE ESQUECENDO QUE PARA AVIÕES, FOGUETES, SUBMARINOS, MISSEIS... ETC, FUNCIONAREM, HÁ A NECESSIDADE DE PESSOAL CAPACITADO E MOTIVADO. DE QUE ADIANTA TER MATERIAL DE ÚLTIMA GERAÇÃO SE NÃO TEM QUEM OS OPERE ?

Anônimo disse...

DEPOIS DESTE ENTENDIMENTO DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO QUANTO AO PAGAMENTO DOS 28%, SÓ NOS RESTA UMA ALTERNATIVA - O VOTO. VAMOS NA PROXIMAS ELEIÇÕES COLOCAR UM GOVERNO QUE ATENDA AS NOSSAS JUSTAS REIVINDICAÇÕES. VAMOS DIVULGAR ESTE DESCASO E NOS UNIR EM CANDIDATOS QUE SEJAM JUSTOS PARA COM OS MILITARES.

Anônimo disse...

Está na justiça? Mas isso já não é um caso resolvido no STF, que é a instância superior?
Quer dizer que a situação salarial dos militares já foi resolvida com aquela enganação dos 30%? Quer dizer que toda a tropa está ganhando bem porque os generais estão "por cima da carne seca"? Não falaram para a Ministra que os generais já receberam esses 28,86% e que o salários deles é desvinculado do restante da tropa? Quer dizer que era isso ai que o secretário Ari falou naquela comissão informando que a Defesa encaminharia projeto que previa uma política de remuneração dos militares, valorizando a carreira militar e compatibilizando-a com a carreira de estado? Com certeza ele já sabia o que a Ministra ia falar! Façam o favor, procurem resolver a situação da tropa, porque a de voces já está resolvida!!

Anônimo disse...

Na reunião do dia 24, quando o Sr Ari Matos passou a bola para o Ministério do Planejamento, ele disse na verdade: Estou C...... para vocês. Passei a batata quente.

Anônimo disse...

Ela falou de salário de General,Capitão de mar e guerra sendo que a tropa é um todo; fácil falar de quem está no topo e não reclama; desça senhora ministra; numa guerra quem vai para o front são os severinos que estão ganhando uma miséria que a senhora e governo insistem em esconder.A mais de 12 anos, esses de 28,68%, já recebido pelos civis em parcelas, está em tramitação na sua pasta e só hoje vem dizer de falta de decisão global isso é querer subestimar a nossa inteligência.Cada dia observa-se o grandioso serviço prestado pelos militares; o que falta a senhora ministra é gratidão,respeito e valorização pelos militares.Queremos ouvir de um ministro é que nossas reivindicações serão atendidas e nos basta.

Anônimo disse...

Ministra não garante reajuste de militares das Forças Armadas

Em Audiência Pública conjunta das Comissões de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) e Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização, a Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, não garantiu o pagamento do reajuste de 28,86% aos militares das Forças Armadas. Segundo ela, a questão está na Justiça e a AGU entende que o pagamento somente será considerado quando houver conclusão deste processo.

Um dos requerimentos que solicitou a audiência é de autoria do Deputado Federal Eduardo Barbosa, Presidente da CREDN. O evento é um desdobramento da Audiência Pública que aconteceu no último dia 9 de abril, na CREDN, com a presença do Ministro da Defesa, Celso Amorim, e da Comissão Geral que discutiu o assunto.

Eduardo Barbosa afirmou que está acompanhando de perto todas as questões pertinentes à Defesa Nacional e questionou a Ministra sobre a previsão de pagamento do reajuste de 28,86% concedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu que esse aumento, dado a princípio somente aos oficiais, deveria ser estendido aos demais militares.

Para o Deputado, a Ministra simplesmente não garantiu o repasse dos recursos para o pagamento dos militares. Segundo ela, a despesa com pessoal do Ministério da Defesa teve aumento de R$ 15,7 bilhões e o Acordo de 2013-2015 vai garantir um aumento de 30% na folha de pagamento de militares. No entanto, se houver decisão judicial a favor dos militares, o governo pagará com precatórios.

"Temos militares de auto padrão técnico e estamos observando o esvaziamento desse pessoal de alto nível das Forças Armadas, o que traz um prejuízo muito grande ao nosso país", destacou o Deputado, tendo como exemplo o salário dos médicos que, nas Forças Armadas ganham pouco mais de R$ 3 mil, enquanto profissionais cubanos do Programa Mais Médicos percebem R$ 10 mil.

Eduardo Barbosa também se disse preocupado com o contingenciamento de recursos da Defesa que afetam o cronograma de execução dos Projetos Estratégicos das Forças Armadas. “Para se impor na América Latina e conseguir uma vaga no Conselho de Segurança da ONU, o Brasil precisa de uma retaguarda e uma infraestrutura”, afirmou.

Com informações da assessoria da CREDN

Gabriela Ornelas
Assessora de Imprensa

Deputado Federal Eduardo Barbosa
Tels.: (61) 3215-3540 / 1540 Fax.: (61) 3215-2540
Anexo IV, Gabinete 540 - CEP 70160-900 - Brasília - DF
Facebook: Eduardo Barbosa
Twitter: eduardobarbosa_

Anônimo disse...

Desse governo petista que odeia militares nada virá ! A ministra rancorosa disse que está tudo ótimo que o salário de um general é igual ao de um ministro!O resto da tropa não existe!E que os médicos sem especialidade recebem 9 mil e poucos,e que os mais médicos trabalham 40 horas semanais para ganhar 10 mil!Nossa maior estratégia agora é o voto!Fora com essa cambada!Fora PT!A hora agora é de nos unirmos para formar nossa bancada!Fé na missão!

Anônimo disse...

Amigos do blog, bom dia. Vejo todos reclamando de nossa situação mas toda vez que um companheiro se candidata a um cargo eletivo, ele ganha??? Somos mais de um milhão de eleitores e o único representante de nossa classe é Deputado Jair Bolsonaro. Só reclamar sem tomar uma atitude, não adianta nada. A Senhora Ivone Luzardo que deu a cara a tapa várias vezes, não conseguiiu se eleita deputada, e outros tantos. Temos de mudar esse pensamento e pequeno e tomar uma atitude decente e corajosa. Pensem bem nisso e concentrem votos em algum companheiro em seu estado. Essa é minha opinião, se estiver errado me corrijam por favor.

Anônimo disse...

Só nos resta tirar o PT pelo voto!As associações militares (nossos representantes) deveriam chegar em cada candidato a presidente e cobrar por escrito o que esses candidatos vão fazer de concreto para a família militar,paralelo a isso formaremos nossa bancada!É um caminho mais longo e árduo MAS O ÚNICO QUE DÁ RESULTADOS!SEM BANCADA NÃO HÁ SOLUÇÃO!ABRAÇOS AOS IRMÃOS DE LUTA!

Anônimo disse...

Um recado aos senhores comandantes de força: a omissão dos senhores está fomentando a cada dia a ira da tropa...já ouviram falar em estouro da boiada...basta um começar e...

Anônimo disse...

Já virou moda: presidentes, deputados, senadores e ministros, inclusive os da Defesa, fazem um monte de trapalhadas para prejudicar os militares das FFAAs e depois saem do governo, deixam os militares na merda e desaparecem. Vai ser assim também com esses que estão aí!

Anônimo disse...

Não fiz Acordo nenhum para ganhar 30%, pode pegar de volta essa miséria.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics