28 de fevereiro de 2014

Audiência no Senado: Kelma Costa fala sobre a situação dos militares

12 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Kelma Costa, disse o que deveria ser dito pelos nossos Comandantes. Fé na Missão - Guerreira

Anônimo disse...

O negócio é fomentar uma grande manifestação em prol da votação da MP 2215. Se cada militar da ativa,da reserva e reformado colaborarem com R$ 10,00 vai dar para pagar uma claque a passeata para a gente.

Anônimo disse...

Sabem por que o Senador Paulo Paim se interessou pelo assunto? Porque um colega de Canoas RS colocou uma faixa na frente do escritório dele. Inclusive o Montedo publicou. Façam o mesmo nos outros Estados. Menos choradeira e mais ação.

Anônimo disse...

Parabéns D Kelma, realmente não temos comando. Só recebemos ordens para executar missões e não somos reconhecidos

Anônimo disse...

Parabéns Excelentíssima Sra Kelma, Mais digniga que nossos chefes militares. Este Brasil tá uma bagunça, e as família militar a muito tempo são tratados com descasos. Hoje tenho 21 anos de serviço, não queria sair, mas por questões de sobrevivência já estou correndo atrás para sair deste inferno maldito. Inferno porque a desgraça do DGP, etc e tal só pensa em prejudicar. Depois vem os de fora entrar na fila.

Anônimo disse...

Parabéns blá blá blá. Tomem vergonha na cara e coloquem faixas na frente do escritório dos Senadores que representam seus Estados. Tirem fotos e mandem pro Montedo e pra imprensa. Fé na missão.

Anônimo disse...

Parabéns dona Kelma Costa por falar tudo o que está atravessado na garganta da família militar. Ganhamos mal sim, o reajuste pinga-pinga é uma esmola imoral que a dona Dilma nos concedeu para pisar mais ainda em cima dos militares. Queremos sim uma política de recuperação dos nossos soldos achatados. Os nossos comandantes são omissos sim, pois são 3 velhinhos descansados.

Anônimo disse...

SUN TZU diz: Que seus planos sejam impenetráveis como a noite. Faça o que tem que fazer em segredo absoluto. Pague um mendigo de rua, um moleque para colocar a faixa por você. Assim, não te descobrirão, não te perseguirão e você poderá continuar a agir. Recue hoje para poder continuar lutando amanhã. Avance temerariamente e você "morrerá" (será descoberto) . Não existe amanhã para os "mortos".

Anônimo disse...

O ideal seria colocar uma faixa em frente da casa de cada político deste país, principalmente dos parlamentares petistas e do PMDB. Com certeza causaria constrangimento e até atitude deles. Se a gente fosse unido daria para fazer esse tipo der coisa.

Anônimo disse...

Não vamos conseguir nada com essas audiências públicas com esses parlamentares espertalhões. Banana pros safados nestas eleições é a melhor coisa.

Anônimo disse...

Os generais fingem não ver, mas no fundo devem se sentir profundamente envergonhados por não terem coragem de fazer o que a Sra Kelma faz porque estão sempre querendo uma boquinha. Agradecimento ao Montedo por termos este espaço para dizer algumas verdades que nos quarteis não nos deixam dizer.

Anônimo disse...

Reparem bem no que o antigão aqui vai falar: Os Generais jamais, repito, jamais admitirão em público que nosso salário é péssimo. Se eles reclamarem em público, estarão autorizando uma enorme massa de pessoas a fazer o mesmo (tropa). Eles têm muito medo disso, pois se a revolta se espalhar, pode se tornar incontrolável. Lembrem, somos profissionais da guerra, temos o poder das armas e podemos impor a nossa vontade pela força bruta. Tenham a certeza: Audiências públicas, faixas, panelaços e manifestações deixam os Generais de cabelo em pé. Para o bom entendedor, meia palavra basta.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics