30 de dezembro de 2013

Cabo da FAB é executado em frente de casa, em Manaus

Disparos também atingiram portão da casa da vítima (Foto: Girlene Medeiros/G1 AM)
Disparos também atingiram portão da casa da
vítima (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Cabo da Aeronáutica morre enquanto bebia em frente de casa, em Manaus
Vítima estava apreensiva e disse à família que estava com muito medo.

Girlene Medeiros
Do G1 AM
Um cabo da Aeronáutica morreu após ser atingido com um tiro no peito no fim da tarde deste domingo (29). A vítima estava bebendo em frente à casa onde morava, na Rua do Areal, bairro Compensa 2, Zona Oeste de Manaus. Nenhum suspeito do crime foi preso.
Os disparos foram feitos por volta de 16 horas. Testemunhas informaram à Polícia Militar que o soldado estava bebendo com o irmão em frente de casa, quando um homem de identidade desconhecida chegou em um carro Gol de cor vermelha e efetuou vários disparos. Um dos tiros atingiu o lado esquerdo do peito da vítima. Os disparos, conforme a polícia, foram feitos por uma pistola ponto 40.
Com vida, o soldado foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, também localizado no bairro Compensa, onde foi atendido e recebeu curativos. No entanto, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde no fim da tarde.
Segundo o policial militar Igor Charleston, da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), familiares contaram que desconheciam possíveis inimizades da vítima, mas perceberam que ele estava agitado neste domingo. "Os parentes disseram que ele estava diferente e, quando perguntaram, a vítima se limitou a dizer que estava com muito medo e que na hora certa a família ia saber o porquê", afirmou o soldado Charleston, da Polícia Militar.
Crime aconteceu na Rua do Areal, Compensa 2, Zona Oeste de Manaus (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Crime aconteceu na Rua do Areal, bairro
No SPA Joventina Dias, o irmão e demais familiares da vítima se descontrolaram em frente à unidade de saúde. Na confusão, um do homem derrubou uma moto da Polícia Militar. Segundo o soldado Igor Charleston, ele foi algemado e levado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), também no bairro Compensa.
No início da noite deste domingo, o corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), situado na Zona Norte da capital. O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), da Polícia Civil.
G1/montedo.com

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics