29 de novembro de 2013

Os "severinos" voltaram: militares do Exército fazem limpeza de arroios no RS

Exército auxilia na limpeza dos arroios em Santa Cruz
O objetivo é retirar materiais como galhos, folhas, pedras e lixo que dificultam o escoamento da água

JENIFFER GULARTE
jeniffer@gazetadosul.com.br
Na manhã desta quinta-feira, 30 homens do 7º Batalhão de Infantaria Blindada (BIB) auxiliam na limpeza do Arroio Levis Pedroso, que atravessa o Loteamento Eucaliptos, no Bairro Progresso, um dos mais prejudicados pela enxurrada que atingiu Santa Cruz do Sul na quinta-feira passada.
O objetivo é retirar materiais como galhos, folhas, pedras e lixo que dificultam o escoamento da água. A operação faz parte do mutirão de limpeza nos arroios que passam pelos locais mais atingidos pela chuva. O trabalho iniciou na sexta-feira da semana passada no Arroio das Pedras, localizado no Loteamento Beckenkamp, no Bairro Santa Vitória.
O serviço, que deve ser concluído ainda nesta semana, é o começo de uma série de ações que a Prefeitura pretende executar para evitar transtornos com alagamentos. A médio prazo, o objetivo é fazer projetos de drenagem global da cidade e de desassoreamento de arroios e sangas.
GAZ/montedo.com

9 comentários:

Anônimo disse...

ta de SACA????????????????????

Anônimo disse...

Bom dia a todos os internautas. Não cai a mão fazer o bem para a população... Mas, cade as autoridades publicas que não fazem a sua parte??? Cade os prefeitos.sub prefeitos,governadores, etc... Só lembram do EB nessas horas? quando tem que limpar o lixo que eles fazem... T a na hora de rever certos conceitos minha gente...

Anônimo disse...

Enquanto Ch Instr de TG, quantas vezes ouvi do Esc Sup:
"Não permitam que os Atiradores sejam mão-de-obra barata em algumas campanhas".

Agora me deparo com essa notícia... É lamentável!

Anônimo disse...

Certa vez entrei em discussão acalorada com um companheiro de farda ao analisarmos a noticia de que militares argentinos estavam sendo utilizados no recolhimento de lixo em função de uma greve dos lixeiros. Eu dizia q me recusaria a executar tal tarefa e ficaria extremamente incomodado. Já ele se sentia confortável com a ideia alegando ser uma missão como outra qualquer.
É por existir militares que pensam como meu amigo que há esse tipo de arbitrariedade sendo cometida pelo governo federal.
Quem muito abaixa a cabeça acaba mostrando os fundilhos...

Anônimo disse...

Não parece ser uma missão subsidiária das forças armadas essa missão porra louca aí Além dos políticos usarem e abusarem dos militares, ainda não dão moral política nenhuma para as forças armadas.Deixaram fazer isso pela primeira vez agora virou moda. Comandantes frouxos só poderia dar nisso.

Anônimo disse...

Esta imagem me faz relembrar meus tempos de aspirante e tenente....quando o EB começou com essa politicagem de "braço forte - mão amiga". Digo que não tem nada mais desmotivante que um aspirante ou 3 Sgt "lobinho" pegar uma missão desse tipo....é pra se pensar na hora... é pra isso que ralei tanto pra formar....
Falo isso pois passei por situações semelhantes a essa.....nada a ver com a atividade fim.....continuem assim....se quiserem aumentar a estatística de militares estudando para outros concursos e dar baixa....

Anônimo disse...

Senhores Generais, se os senhores ainda nutrem algum sentimento de patriotismo - há uma forte inclinação de seus subordinados a creem o contrário - acabem ou minimizem essas atividades "subsidiárias" humilhantes num país em que alguns recebem esmola do Governo somente para ficarem em casa coçando o saco. Entendam que se o Governo fosse sério, tais atividades subsidiárias poderiam muito bem ser executadas pelos "bolsistas" que recebem dinheiro de todos (contribuintes) mas sem a obrigação de prestarem conta.
Esse clima de insatisfação que já tomou conta dos quartéis ainda pode ser revertido se os senhores saírem da inércia e começarem a valorizarem os seus subordinados. Mas valorizar não é distribuir medalhinhas e elogios, mas facilitar a vida dos militares com flexibilização do expediente, melhoria na comida, facilitação para que os militares vejam os seus direitos cumpridos pela própria administração militar...
Hoje os nossos Oficiais já estão saindo "dis costas" das Academias, já chegam na tropa cagando e andando para as missões e, eles, em tese, serão os substitutos dos senhores nos postos de grande comando.
Abram os olhos, Generais, a instituição Forças Armadas está se degradando aos poucos, vejam que os Clubes militares não conseguem a adesão da juventude militar como em outrora, só há velhos gagás nos clubes. O que será das Forças Armadas no futuro se no presente boa parte dos integrantes já estão descompromissados com a profissão militar.

Anônimo disse...

Esse é um belo exemplo de "DESLIDERANÇA" do Cmt da OM, pegar os subordinados e colocá-los nesta situação ridícula, visando a auto-promoção para fins de alçar ao generalato ou coisas afins...

Anônimo disse...

Nessa semana tinha um bando de soldados limpando a Praça da Estação na cidade de Bagé. A praça deve ter sido "adotada" pela Brigada local!!! As prefeituras querem mão-de-obra gratuita. Desconto no IPTU para os milicos, nada!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics