31 de julho de 2013

Militares do GSI e PF disputam comando da segurança para a Copa

APÓS FALHAS, PF PODE PERDER SEGURANÇA DA COPA
A Polícia Federal pode ser excluída da segurança da Copa do Mundo de 2014 após erros sequenciais na visita do Papa Francisco ao Brasil. O Planalto identificou falhas na interlocução com outros poderes e na coordenação, além de dificuldades no trato pessoal. Na despedida do pontífice na Base Aérea do Galeão, um agente da PF chegou a dar voz de prisão a suboficial das Forças Armadas, anfitriã da despedida.

INJEÇÃO DE GRANA
Policiais federais e militares, ligados ao GSI, travam cabo de guerra para comandar a segurança de grandes eventos, como a Copa.

CULPA DA PF
Secretário de Transportes do Rio, Carlos Osório disse que a Prefeitura sequer foi informada pela PF do trajeto do Papa, que pegou via errada.

SEM NOÇÃO
O Planalto reclama da falta de comando e até da postura de agentes, que sorriam para fotos ao lado do Papa e atrapalhavam o cerimonial.
DIÁRIO DO PODER/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

Qual será o motivo pelo qual o exército ainda não está na segurança de autoridades importantes que visitam o nosso país? O governo sabe da grande capacidade e preparo destes homens.Quem será que realmente não valoriza esta grande instituição?

Anônimo disse...

Entendo a PF. Um governo comprometido com a bandidagem, como o do Rio não pode ter certas informações. É uma sinuca de bico...

Elcio Domingues Pereira disse...

Esse negócio de dar voz de prisão às pessoas é mania de ignorantes que só levam ao pé da letra os eventuais e próprios direitos. Normalmente é pelo famigerado crime de desacato, o que em 99,99999% dos casos se mostra como tipificação equivocada, inclusive com a inversão delituosa em desfavor do que abusa de sua autoridade para se impor. Um policial federal dar voz de prisão a um militar de serviço, quando deveria imperar uma atitude colaborativa e proativa me parece um descalabro digno de uma punição administrativa exemplar pela própria PF e de um processo crime por abuso de autoridade movido pelo militar e com todo o apoio da Força Armada que ele integra.

Anônimo disse...

A VERDADE É UMA SÓ, QUALQUER ANALISTA DE SEGURANÇA, VERIFICOU QUE A ATUAÇÃO DA PF FOI UMA GRANDE "MERDAAAAAAAAAAAAA", O ACONTECIMENTO NO ITEINERÁRIO NA CHEGADA DO PAPA FOI IMPERDOÁVEL, ATENTOU CONTRA A VIDA DO PONTÍFICE E DE TODA SUA COMITIVA, FALTOU TUDO, DE PLANEJAMENTO A COORDENAÇÃO.
ISSO É POLÍCIA DE MENTIRA, NÃO ATIRA EM NIMGUÉM, NÃO PRENDE NIGUÉM, E QUANDO RECEBE UMA MISSÃO AINDA EXPÕE O PAÍS, SE FOSSE CLASSIFICAR, SERIA "L" DE LIXO.

Anônimo disse...

Dr. Elcio Domingues Pereira, "e com todo o apoio da Força Armada que ele integra". kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...
Ele será punido, para qua sirva de exemplo aos seus pares e subordinados...

Anônimo disse...

MISSAO BODOSA COMO ESTA SEGURANÇA D0 PAPA ACREDITO SOMENTE OS FE CMDO
PQD , TEM SUA CAPACIDADE DEVIDO O TREINAMENTO FISICO E MENTAL, OS QUAIS
SAO REALIZADO TODO DIA NA BASE DOS
PARAQUEDISTA E ACIMA DE A DICIPLINA
MILITAR ACERTAR SIM ERRAR NUNCA.
B R A S I L

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics