7 de junho de 2013

Três anos depois do crime, polícia procura em favela do Rio os assassinos de dois capitães do Exército


Polícia faz ação no Rio para prender suspeito de matar militares em MG
Operação acontece na Rocinha, na Zona Sul, nesta quinta-feira (6).
Crime ocorreu na frente de uma boate em Juiz de Fora, há três anos.
Policiais vasculharam a favela da Rocinha (reprodução RJTV)

Do G1 Rio
Daniel Azevedo
Policiais civis de Minas Gerais fazem uma operação em conjunto com 50 agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, na manhã desta quinta-feira (6). A ação foi montada para prender o traficante Wagner Neves, conhecido como Wanguin. Ele foi condenado pela Justiça de Minas pela morte de dois capitães do Exército, na frente de uma boate em Juiz de Fora, há três anos, conforme mostrou o RJTV.
O crime aconteceu em maio de 2010. Os capitães do Exército Daniel Azevedo Borges de Lima, de 32 anos e Leonardo Sabadini Santos, de 29, eram da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais do Rio e participavam de um treinamento na cidade mineira. Os dois foram assassinados na porta de uma boate depois de uma briga.
Outros dois homens envolvidos no caso foram presos. David Marques e Adilson Santos já foram julgados e condenados pela Justiça de Minas Gerais. Os dois cumprem pena em presídios da cidade. Na época, o criminoso da Rocinha também foi julgado e condenado, mesmo sem estar presente no Tribunal.
Leia também:

DOIS CAPITÃES DO EXÉRCITO SÃO ASSASSINADOS EM JUIZ DE FORA


MATADORES DOS CAPITÃES VÃO À JULGAMENTO EM MG

 

Leonardo Sabadini
Quadrilha do Nem da Rocinha
De acordo com as investigações, Wagner fazia parte da quadrilha de Antônio Bonfim Lopes, o Nem, que chefiava o trafico na Rocinha antes da ocupação e foi preso em 2011. Mesmo com a chegada da UPP, os agentes descobriram que o suspeito continua na comunidade.
Cinco localidades foram vasculhadas pelos policiai nesta quinta-feira. Uma delas é a região conhecida como Roupa Suja, onde o turista alemão Frank Daniel Baijaim, de 25 anos, foi baleado na semana passada. Ele foi socorrido no Hospital Miguel Couto, na Gávea e depois transferido para um hospital particular.
G1/montedo.com

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics