30 de maio de 2013

O Projeto de Lei do Quadro Especial e seus altos e baixos

Retirada?
Segundo o blog do Paulo Roberto, a SEORI (Secretaria de Organização Institucional) do  Ministério da Defesa teria solicitado a retirada de pauta da CREDN (Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional) do PL 4373/2012 (que extingue o Quadro Especial de Terceiros Sargentos do Exército, cria o Quadro Especial de Terceiros Sargentos e Segundos Sargentos do Exército e dispõe sobre a promoção de soldados estabilizados à graduação de cabo).
Ainda segundo o blog, o temor do Ministério da Defesa seria a aprovação em plenário das emendas propostas, uma das quais - lembro eu -   prevê a ascensão até a graduação de subtenente, com promoções retroativas.

Abaixo assinado
Uma petição online no site AVAAZ pede ao relator e demais congressistas a votação  do PL 4373/12, que deu entrada na CREDN em agosto de 2012. Para assinar a petição, clique aqui.

Credibilidade duvidosa
A credibilidade do AVAAZ passou a ser muito questionada, principalmente depois que seu diretor, Pedro Abramovay, retirou do ar uma petição contra a cassação do registro de psicólogo do Pastor Silas Malafaia. Leiam aqui um artigo de Reinaldo Azevedo sobre o assunto.

Ação direta
A experiência ao longo destes anos de blog reforçou minha convicção de que a ação direta dos eleitores junto aos senadores, deputados e lideranças políticas locais e regionais tem muito mais eficácia do que qualquer abaixo assinado. Aqui, você tem o nome e o endereço eletrônico de todos os deputados que integram a CREDN. É hora de pressionar o relator da PL 4373/12, deputado Cláudio Cajado (DEM/BA) e seus colegas para que a matéria siga adiante.

No mais
Aguardemos os próximos capítulos. 

16 comentários:

Anônimo disse...

Amigo Montedo aguardeço pelo espaço e te digo que esta luta nossa é um movimento histórico dentro das FFAA, onde já se viu isso?? QEs reinvidicando direitos! QEs sem voz dentro dos quartéis, mas no entanto estão sendo representados por Senadores e Deputados !Devemos aprender que os Generais estão satisfeitissímos com suas carreiras e - NUNCA - irão se queimar em função de reinvidacações de Praças, principalmente QES , logo PRQ este canal não existe entre praças e CMDO !Veja que os QEs conseguiram até provocar uma audiência pública ...( que foi adiada em cumprimento a um requerimento do MD)...Será que a CREDEN vai ceder e baixar a cabeça pra estes senhores que acham que o EB é uma uma propriedade privada ??? ! Será que os Senadores e Deputados estão percebendo que este pedido de retirada da PL é apenas uma vingança do comando contra os QEs ,tendo em vista o alvoroço feitos pelas associações junto ao Congresso e o grande número de Emendas junto ao projeto , emendas estas que visavam criar um - PLANO DE CARREIRA - para o Quadro Especial e não simplesmente dá uma promoção que apenas atenderia um pequena parcelas dos que estão na ativa.Vamos acompanhar e ver se o EB consegue seu perverso intento de dá uma lição nos QEs !Este movimento do EB mostra nosso atraso, demostra a pobre visão do Comando sobre seus subordinados,a intenção é uma apenas uma tentativa de mostrar a força que eles tem, pois as reinvidicações da despretigiada classe chegou na CASA DO POVO e nossa voz foi ouvida !!! Interessante que a PL foi mandado pelo EB para valorizar os QEs, agora estão tentando retirar devido a grande repercussão!!!As empregadas domésticas foram assistidas em seus direitos trabalhistas , quando é que as FFAA vão reconhecer que os QEs não são uma sub-categoria de militares!!! Como pode um Sargento QE não poder ter direito a uma única movimentação, PNRS??? Como pode um SGT QE ou um CB estabilizado passar 30 anos na Amazônia e não ter direito a realizar um único curso , nem mesmo o curso do CIGS ou o NAVFLU !!enquanto o EB trás PMs do Rio e São Paulo para frequentar o curso e depois retornaresm ao seus estados para serem GUERRA NA SELVA na beira da praia!!Ninguém vê isso ??? Muita água vai rolar ainda e o caminho foi mostrado ! Ab.

Anônimo disse...

Nossa força tem de ser através do voto. já passou da hora dos militares se unirem e começarem a votar em quem de fato lhes represente, por que esperar alguma coisa dos chefes é ...

Anônimo disse...

Nós, Sargentos do Quadro Especial não vamos esmorecer diante a mais essa tentativa dos nossos "CMt´s" em HUMILHAR a família QE.
Temos esposas, filhos,netos e igual a qualquer brasileiro merecemos respeito. Vamos fazer pressão junto aos deputados e senadores, mandar e-mails, ligar nos gabinetes. JUNTOS SOMOS FORTES.

Anônimo disse...

Corrigindo erros devido ao teclado desconfigurado - leia-se Agradeço , reinvidicações ,retornarem.

Anônimo disse...

Muito obrigado pela gentileza de ter postado essas considerações, juntamente com a petição, sobre o projeto de lei dos QE das FA Montedo! Assim essa causa terá mais visibilidade e poderá ser discutida/apoiada também por meio deste blog por todos os simpáticos à ela. Douglas Henrique, 21 anos, civil.

Anônimo disse...

A promocao a 2 Sgt (por merecimento e nao por antiguidade) acho bem justa agora promover a Subtenente?? e o CAS? e os Sgt de escola que nao fizeram por um motivo ou outro serao promovidos retroativo tambem?? se promovidos a Subtenente receberao a carga de companhias??

3º Sgt QE Marcos disse...

Vejo que a inveja toma conta dos colegas de escola.
Não seremos promovidos a Subtenente na Ativa meu colega, essa promoção será na passagem para a reserva. Em relação ao CAS informo a VSa que na Aeronáutica o 1º Sgt não precisa ter CAS. Mas se a sua preocupação é com a carga das companhias, informo, ainda, que muitos 3º Sgt QE já assumem cargas em muitos quartéis por este Brasil. Conheço 3º Sgt QE que assume carga de uma Diretoria inteira no QGEx/BSB, no Ministério da Defesa também, inclusive no MD tem 3º Sgt QE que administra a verba destinada aos gastos de uma Secretaria inteira. Se o 3º Sgt QE serve para ensinar aos colegas de escola as particularidades de uma quartél quando esses chegam lobinhos, serve para ser promovido também. No QGex/Brasília, 3º Sgt QE faz exame de contracheque em pé de igualdade com oficiais e sargentos de escola, sabia disso? E o fazem muito bem. Esse CAS só serve para encher linguiça, a exemplo do CHQAO que não habilita ninguém a ser Oficial. E os que foram promovidos a oficial sem o CHQAO, não servem mas para nada? Abram os olhos colegas de farda e não se deixem levar por mesquinharias diversas. O nosso salário não saíra do seu bolso, as novas vagas não serão ocupadas tirando a de vocês, o Quadro Especial termina em 8 anos e nunca mais ouviram falar da gente. Deixe-nos tentar dar uma melhor dignidade para as nossas famílias. Somos merecedores vocês sabem disso. Até marginal tem chance de reintegração e melhoria de vida quando saí da cadeia, porque então pegar tanto no pé dos SGT do QE? Dividimos o mesmo espaço nos quartéis, o mesmo rancho, os mesmos clubes e churrascos, nossos filhos muitas vezes brincam juntos e se divertem sem pensar na discriminação que os colegas de escola tem para conosco. Nossas esposas e filhos passam as mesmas dificuldades nos hospitais, somos vizinhos nas vilas militares e estarei sempre disposto a ajudar uma amigo de escola, seja para levá-lo ao hospital como já fiz várias vezes, seja para ajudar o seu filho, a sua esposa, seja para emprestar uma ferramenta como já fiz várias vezes também e enfim seja para salvar a sua vida em uma guerra, pois somos todos militares com CAS ou não.

Severino Militar do Brasil disse...

Boa tarde!

A tentativa da retirada do PL 4373/12, da CREDN é pura vingança dos altos coturnos. Depois querem falar de revanchismo, vingança e coisa e tal. Moral de cueca.

Anônimo disse...

Parabéns as palavras do 3º Sgt Marcos (acima), foram perfeitamente apropriadas aos companheiros de escola, pois acham que trabalham sozinhos, que sozinhos fazem o EB andar. Puro engano, pois nós fazemos a diferença e eles irão sentir quando daqui aproximadamente alguns anos estaremos na reserva e aí eles sentirão a nossa falta!! Lutemos até fim companheiros!!!

Anônimo disse...

Pessoal, como já comentei antes nesse blog, estudei para ser cabo e (deram asa para cobra)sai sargento. Sempre comento na minha unidade que deveríamos ter aceitado a proposta do MD para sairmos 2º Sgt, mas fomos atrás de políticos e nos "F", não ganhamos nada até hoje, somente mais desprezo por parte de alguns dos nossos CUmpanheiros, sargentos de carreira, e represarias dos oficiais que são os que mandam no exército. Fomos usados como palhaços. Não ganharemos nada por nossa própria burrice. Militar não gosta de política nem de político. Não damos votos a eles e eles sabem disso. Me faltam INFELIZMENTE 4 anos para ir embora dessa "M" que se tornou o Exército, nada vai mudar, quando mudar vai ser pra pior, como sempre foi. Estudem, aprendam outras profissões para ganhar dinheiro fora do quartel, e não façam nada além do que mandarem, iniciativa ZERO. Esperem o toque e façam como a maioria do STen/Sgt DE CARREIRA sejamos primeiros a sair pelo portão das armas. Não HÁ ESPERANÇAS. Daqui 8 anos o Exército será melhor sem nós. Podem acreditar, devido a competência do SARGENTOS DE CARREIRA.

Anônimo disse...

Desejo sorte aos QE, mas sinceramente não vislumbro sucesso nessa empreitada. Segundo a Constituição Federal, Plano de carreira só pode existir para funcionários públicos e militares CONCURSADOS, fora disso é mera especulação de políticos que estão simplesmente atrás de votos e iludindo os companheiros. Chegar a 2º Sgt é fácil, mas um "plano de carreira" para militares não concursados é inconstitucional. Mais uma vez, boa sorte!

Anônimo disse...

Sabias palavras Sgt Marcos. Sou QAO e também acho que estamos todos no mesmo barco. Penso que uma melhoria para os Sgt do QE poderia alavancar mudanças que nos beneficiassem a todos.
Um grande abraço

Pacificador disse...

a inveja é uma M....,não sou militar, mas acomapnho a lutados militares do Quadro Especial e procurei saber mais o que é um Sargento do Quadro especial e fiquei intrigado pela demora desses militares em brigar pela suas promoções, acho que esse reconhecimento deveria sair da chefia desses militares, mas pelo contrario, ainda quando após muita luta os seus chefes, coamndantes solicitam a retirada do Projeto. Isto se chama ALTA TRAIÇÃO, FALTA DE AFEIÇÃO,FALTA DE LEALDADE(PREVISTO NO ARCAICO REGULAMENTO DISCIPLINAR) esta na hora da opinião pública saber(imprensa). Quanto ao "guris" da escola acho bom se preocuparem com o CHAQAO e tambem com o Sargento Mor que esta pra vir, por que a idéia é Praça e Praça e Oficial é oficial, esta desunião entre voçês Sargentos é patética E isto que não sou militar sou um curioso politico.
Carlos A Paz.

Anônimo disse...

Sou 1º Sgt, e venho aqui concordar com o colega de "31 de maio de 2013 10:38", sabias palavras sem ofender ninguém, e confirmo que tem 3º Sgt QE neste Brasil a fora que bota muito Oficial, STen e Sargento de carreira no bolso, aprendi muito na minha vida, (sim porque praça não tem carreira, praça tem emprego) fazendo seu trabalho, claro, como em todas as profissões e cargos tem aqueles que não gostam de trabalhar e querem se dar bem nas custas dos outros, mas tem aqueles que trabalham e merecem um mais respeito, para poder sustentar suas famílias, e colocar seu filhos em boas faculdades.

Anônimo disse...

Aqui ninguem se f.o que aconteceu foi que o pessoal da aeronaltica entrou com um monte dw emendas a de segudo esta certa,mas niguem se f valeu.

Anônimo disse...

Polêmico muito polêmico, cabe lembrar ao amigo que falou em - CONCURSO PÚBLICO - que em várias instâncias da justiça brasileira já foi reconhecido a isonomia (igualdade ) entre militares que sargentos que adentraram pela forma do concurso e os militares que ingressaram pela via do serviço militar obrigatório !! Também cabe lembrar que o arcaico - ESTATUTOS DOS Militares - reconhece que o CABO ESTABILIZADO E SARGENTO QEs são militares de carreira, faltou aos gênios militares de Brasília reconhecer e fazer ascender profissionamente este classe tão importante na estrutura da Força !!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics