28 de abril de 2013

Exército chinês desmantela sistema de uso inadequado de automóveis militares

Terril Yue Jones

A nova liderança da China busca desmantelar um sistema de privilégios que tem permitido aos motoristas de veículos militares fazerem o que querem nas rodovias.
Neste domingo, os militares chineses começaram a substituir as placas de seus carros e caminhões para restringir legiões de veículos, muitos deles de marcas de luxo, que rotineiramente infringem leis de trânsito e abastecem com combustível grátis.
O Departamento de Logística Geral do Exército de Libertação Popular começou a supervisionar a remoção das atuais placas militares que irão vencer na terça-feira, relatou o jornal do Exército, PLA Daily.
Sedãs de luxo e veículos utilitários esportivos com placas do Exército e da Polícia Armada Popular ultrapassando faróis vermelhos, piscando os faróis ou tocando sirenes para afastar os carros da frente é uma visão comum na China.
O presidente recém-nomeado, Xi Jinping, que também é o presidente da Comissão Militar Central e além disso, a maior autoridade militar, vem tentando fazer do combate à corrupção um pilar de sua administração, dizendo que ele irá atrás de autoridades corruptas de alto ou baixo escalão.
Carros de luxo alemães, norte-americanos e japoneses e SUVs com placas militares --frequentemente concedidos a amigos ou a membros da família como favores --são uma das muitas manifestações de corrupção na China que regularmente aborrecem os cidadãos comuns.
Membros das famílias de autoridades militares aposentadas e que possuem placas militares têm inclusive reivindicado gasolina grátis.
O novo sistema de licenciamento deve eliminar as placas militares falsas, utilizando uma tecnologia eletrônica integrada, informou a agência estatal Xinhua.
Reuters/montedo.com

9 comentários:

Anônimo disse...

MONTEDO, É POSSIVEL SABER A QUANTIDADE DE PTTC NAS FFAA? E DOS VAMPIROS NAS 3 FORÇAS? PARECE Q PTTC ESTA OCUPANDO CHEFIAS Q SERIAM DE OF DA ATIVA E VAMPIROS MENORES, VAGAS DE PRAÇAS DE CARREIRA. SERA VERDADE? SE FOR, AS FFAA JA ACABARAM. É POSSIVEL FAZER ESTAS PERGUNTAS NO SEU BLOG PARA VER ATE AONDE É VERDADE? SEU BLOG ALCANÇA A TODOS, POR ISSO FIZ ESTE PEDIDO. GRATO.

Anônimo disse...

O anônimo acima solicitou observar a situação dos TTC e os RM2 ? Virou um festival de cabides de emprego, onde os se vê filhos, esposas, irmãs , primos e mais de variados Oficiais entrando na MB sem concurso, passam um período de 04 a 06 meses e saem como Segundo Tenente.Podendo ficar até oito anos. Para quem recém saiu de uma faculdade é bom, assume uma função sem esforço até conseguir algo melhor.

Anônimo disse...

MONTEDO,GRATO PELA POSTAGEM,MAS HOJE O TEMPO DE FORMAR UM R2 OU UM SGT TEMPORARIO É DE 4 SEMANAS, LEMBRE Q PARA SER SOLDADO O TEMPO É DE 3 MESES. HA SITUAÇÃO ESTA FICANDO MUITO TORTA. APOSENTADO CHEFIANDO E DA ATIVA OBEDECENDO. O MERITO DESTRUIDO, DESTRUIÇÃO MATERIAL E DE EFETIVO. JA VI UM TEMP DE UNS 120 QUILOS DE PESO E 1,65 DE ALTURA MAS É FILHO DE... DEIXA PARA LÁ.

Anônimo disse...

Realmente o fato é alarmante, existe Unidade na área de Ciência e Tecnologia, aqui no Rio de Janeiro, onde PTTC que foi contratado para exercer serviços de relações públicas, quase "comanda" a Unidade, e pasmem a Unidade e Comandada por "Oficial General", o referido PTTC, inclusive assinava documentação Oficial como Chefe de Gabinete, e o que mais impressiona que os Oficias da ativa se submetem a tal situação.
É realmente o fim, o último que apague a luz.

Anônimo disse...

Atualmente qualquer um pode solicitar aos Ministérios e órgãos Federais informações de interesse público que não estejam resguardadas por sigilo.
A lei de informação já está em vigor. Quem quiser saber quantos são os VAMPIROS (PTTC no Exército) e SOPÃO (TCC na FAB e Marinha) poderá solicitar a informação, na qualidade de cidadão, no site http://www.defesa.gov.br/lai/

Anônimo disse...

Excelente observação do Anônimo 17:03 29 abr.
Assim é que devemos exercer a nossa cidadania, exigindo explicações das autoridades na forma da lei, sem ficar esbravejando para os colegas no alojamento. Recentemente questionei o ministério público a respeito da jornada de trabalho dos militares, que não tem regulamentação alguma, ficando a critério do Cmt OM, amparado pelo inciso VIII do art 142 da CF. Este simples questionamento tornou-se um processo de Tutela Coletiva na esfera federal, que no momento encontra-se aos cuidados do MPF-PR e PGJM, para ser tratado pelo Comando do Exército.

Anônimo disse...

Mais uma coisa. O Montedo já desenvolve um trabalho excepcional para manter essa coletânea de notícias de interesse dos militares, à nossa disposição. Seria no mínimo abuso de nossa parte revindicar aqui no blog, as nossas aspirações. Aqui deve ser um ponto de encontro para discussões de ideias e ponto de partida para tomada de ações produtivas. Deixe que o Montedo nos mantenha informado de tudo que acontece no meio militar, e em contrapartida cada um de nós faça algo pela coletividade.

Anônimo disse...

E o soldado EV, com jornada semanal próxima das 90 horas, recebendo MENOS de um salário mínimo?

Anônimo disse...

Caro Anônimo 30 de abril de 2013 08:37, o processo de Tutela Coletiva sobre a jornada de trabalho trata de todos os militares, com ênfase aos cabos e soldados.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics