31 de março de 2013

Andou: após seis meses parado, projeto dos 28,86% muda de escaninho

Não deu outra. Um dia após a audiência pública no Senado sobre as demandas dos militares, na qual o tema foi abordado de forma recorrente em diversas manifestações, o Projeto de Lei que estende o pagamento aos militares da diferença do aumento de 28,86% - direito, diga-se, assegurado pelo STF desde outubro de 2010 - mudou de escaninho. Depois de seis meses na assessoria, o projeto voltou a Secretaria Executiva do Ministério do Planejamento no dia 26 de março.
A tática não é nova. Em fevereiro de 2012, após à insatisfação geral da tropa face ao desgaste no combate às greves das Polícias Militares de Rondônia, Ceará e Bahia e em meio a polêmica do Manifesto à Nação, o projeto também foi movimentado após dezesseis meses parado.

Torço para estar enganado, mas, pelo visto, o propósito do governo é engambelar os milicos. De novo. Por outro lado, está claro que a mobilização provocou uma reação, mesmo que pífia. É hora de aproveitar o êxito, mantendo a corda esticada.



13 comentários:

Anônimo disse...

MONTEDO, participei das greves da PM: MARANHÃO, CEARÁ, e BAHIA, é claro como militar e na área de inteligência, o que observei é o seguinte, nós temos que manter realmente a ordem, porém, a luta deles é mais do que justa. Lamentável é a atitude de alguns companheiros que no afã de cumprir sua missão, exageram e se acham que são donos da verdade, pois simplesmente conclui que essas greves foram necessárias e culpados somos nós por não termos essa coragem, e ainda sermos covardes em obdecer ordens dessa cambada de PTistas desmoralizados. SENHORES NÃO RECLAMEM, FAÇAM A SUA PARTE.

S T Reis disse...

Certamente mais uma barrigada que vamos levar de um governo que não respeita nem o Supremo, que dirá nós, meros militares sem comando.

Anônimo disse...

Eu já perdi as esperanças, não acredito mais nas falácias da caserna. Aceitem, estamos f... e mal pagos, sem representantes institucionais de peso, sem representação política... Já abandonei o barco, faço o mínimo possível durante o expediente e já faço os meus bicos fora do quartel. Já estou descrente com a corporação, só tomamos bola nas costas, mas quem ainda quiser acreditar... espere também a vinda de papai noel em dezembro.

Anônimo disse...

esse cara do comentario de 15:59 é um bom exemplo da desunião dos militares...

ele é da área de inteligencia e o "trabalho" dele é identificar militares que protestam para que o EB tome as devidas providências... e o que o EB faz é uma cruz na sua ficha pra não ter movimentação pra lugar bom, e te mov pra lugar ruim... ou seja, só boca podre para estes...

o EB é pra poucos, e esses poucos fazem de tudo pra manter assim...

não adianta querer mudar o EB pq os seus donos tem muita força pra evitar isso...

solução: estudem, sem ficar fazendo alarde, fingir que dá importância que é pra não cair em boca podre, e enquanto não conseguir coisa melhor vai empurrando com a barriga...

se tudo der errado eu viro sub...

Anônimo disse...

MAIS UM ENROLAITION DESSE GOVERNO PETRALHA, PIOR DE TUDO É QUE TEM GENTE QUE ACREDITA NESSA PALHAÇADA TODA DE TRAMITAÇÃO. AUDIÊNCIAS, PECS,TRAMITAÇÃO DAQUI, TRAMITAÇÃO DALI,SENSIBILIDADE DA PRESIDENTE, ESTUDOS E TUDO MAIS SÃO EXPEDIENTES DESLEAIS DESSE GOVERNO REVANCHISTA. SE NÓS FÔSSEMOS UNIDOS ISSO NÃO ACONTECERIA PORQUE UMA CLASSE UNIA PROTESTA E É ATÉ REPEITADA PELOS GOVERNOS.

Anônimo disse...

FUI BUSCAR ESSE COMENTÁRIO EM OUTRO LOCAL, FEITO POR UM LEITOR.

Ele tem razão houve frouxidão por parte daqueles que não entraram na justiça, com medinho. Eu recebi R$ 3.300.
Veja o que ele escreveu:
"Aos incautos que afirmam que o STF mandou pagar os 28,86%, esclareço o seguinte, em letras maiúsculas:
SÓ RECEBEU OU RECEBERÁ OS AUDAZES E CORAJOSOS QUE ENTRARAM NA JUSTIÇA, OS ACOMODADOS NADA RECEBERÃO!!!!!
Então vc, que está lendo este comentário, pare de choramingar o não recebimento dos 28,86% se vc não entrou na justiça pedindo a diferença dos 28,86%.
Esse chororô e demonstração de falta de capacidade de interpretação de texto que alguns demonstram aqui, já está enchendo o saco! "

Anônimo disse...

Quero saber até quando esse processo vai ficar andando, quando vai parar, pois ele sai de uma secretaria e depois volta para ela de novo, por favor é melhor arquivar essa porcaria de uma vez do que ficar com essa enrolação.

Anônimo disse...

CALMA!!!! OS CHEFES ESTÃO ATENTOS!!!

coisas boas estão por acontecer, mas estão proibidos de revelar.

Anônimo disse...

Meus pobres irmãos de farda,é isso que somos sou reformado e aqui em BH MG tentamos montar uma associação de praças para defendermos nossos direitos,fomos intimidados militar da ativa que estava comigo foi transferido,aprendem a votar precisamos de militares daquilo roxo la em brasília o Dep.Jair Bossonaro esta sosinho.

Anônimo disse...

E o pior é que a maioria dos militares votam nos "Inimigos".

Se todos os militares da ativa votassem em candidatos militares a situação possivelmente estaria bem melhor para vós.

Anônimo disse...

Aos frouxos que não tiveram coragem de entrar na época oportuna eu só tenho a dizer uma coisa : vocês tem exatamente o que merecem. São meros carreiristas que na época ficaram preocupados se isso ia lhes "queimar". Eu consegui incorporar isso no meu contracheque. Quem não entrou na justiça, só verá este dinheiro, quando encontrar por aí um ex-anão!!!

Anônimo disse...

Isso é uma tremenda sacanagem, agente que somos praças ainda não recebemos esses 28,86 porque os superiores já receberam, eles não estão fazendo nada, tem que haver de nossa parte mais cobranças nos quarteis, isso é uma grande falta de considerações com seus militares. Se depender do PT e da presidenta estamos ferrados, agente não esqueceu vamos batalhar pelos nossos direitos.

Anônimo disse...

Nobres amigos, voltou a andar o processo depois de 6 meses parado, agora parou novamente, já são 9 meses parado. Tive a oportunidade de ligar para o Ministério do Planejamento e a resposta do setor responsável (Secretaria Executiva) que vai entra em contato comigo, até agora nenhum contato, e não sabe porque o processo encontra-se parado. Bem, eu sei não querem pagar, mas a culpa não é deles e sim nossa, pois somos os principais culpados do ocorrido, deveria no reunião e faz algo para que recebe o que de direito, como por exemplo PARA A COPA, OLIMPIADAS, etc. Lembro que o Superior Tribunal já deu parecer determinando o pagamento desde 2012, breve estaremos em 2014.
Alertemos todos.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics