18 de fevereiro de 2013

Quanto ganham os militares americanos? (I)

Marcelo Bini é americano, filhos de pais brasileiros, que viveu no Brasil até os 29 anos, quando resolveu alistar-se no US Army, o exército americano, em março de 2012. Desde então, relata sua trajetória no blog Um Brazuca na Army. Eis dois posts interessantes sobre a estrutura hierárquica e salarial dos milicos do Tio Sam (os valores são referentes a 2012).

Salários e Benefícios

Vou interromper os meus relatos sobre o meu processo de alistamento para falar um pouco sobre os salários e benefícios do exército aqui. Na verdade todas as 5 forças obedecem à mesma tabela salarial, não quero comparar com a realidade no Brasil, é um mundo completamente diferente, não há como comparar.
Antes de falarmos sobre salários, é preciso entender como a hierarquia funciona aqui. Como no Brasil, aqui temos os oficiais e Praças, aqui denominados alistados. Dependendo do tempo de serviço um alistado pode ganhar mais que um oficial. São duas carreias totalmente diferentes, é como se fosse uma hierarquia somente para os oficiais e outra somente para os alistados. As patentes para alistados (meu caso) vão de E-1 a E-9, a tabela abaixo mostra a remuneração mensal bruta. O militar aqui em alguns casos é isento de impostos estaduais e federais.
E-1 - Sem Patente (Recruta)
E-2 - Soldado
E-3 - Soldado Primeira Classe
E-4 - Especialista
E-5 - Sargento
E-6 - Sargento de Pessoal
E-7 - Sargento Primeira Classe
E-8 - Sargento Mestre/ Primeiro Sargento
E-9 - Sargento Major/Sarjento Major Comandante


Agora que falamos dos salários vamos falar das chamadas "mesadas". São mesadas, adicionais que o militar recebe dada uma determidada situação temporária ou permanente.

BAH - Basic Allowance for Housing (Mesada básica para Moradia)
É paga ao militar para que possa cobrir os custos básicos de moradia quando moradia não é fornecida pelo governo. É baseada na patente, número de dependentes e código postal da base de ofício do militar.
Exemplos:
Um Especialista (E-4) é casado e não possui filhos, não há vagas para moradia para ele e sua esposa dentro da base, ele receberá $1354,00 mensais para cobrir custos de moradia para ele e sua esposa se estiver em Fort Hood, Texas.
Um Sargento Primeira Classe é casado e possui 2 filhos, receberá $1687,00 para cobrir custos de moradia no mesmo local.
Vale lembrar que o valor total desta mesada é cerca de 30% maior do que a média do valor de um aluguel, justamente para poder cobrir outros custos como telefone, energia e gás.

BAS - Basic Allowance for Subsistence (Mesada básica para alimentação)
É paga ao militar e não aos seus dependentes para cobrir custos referentes à alimentação. Este valor é de $348.44 por mês. Vale lembrar que de uns anos para cá, todo militar tem que pagar pelas refeições, inclusive dentro do DFAC (refeitório/racho)

COLA - Cost of Living Allowance (Mesada para custo de vida)
É paga a militares a fim de compensar o alto custo de vida em algumas regiões. Exemplos
Um Especialista com dependentes está em uma base em Boston, no estado de Massachusetts, onde o custo de vida de é maior do que a média nacional, ele receberá um adicional de $104 mensais.

Clothing Allowance - (Mesada para Vestuário)
É paga ao militar a fim de cobrir custos com compra de fardas e acessórios para as mesmas. Varia de $250,00 a $550,00 anuais.

Family Separation Allowance - (Mesada por Separação Familiar)
É paga ao militar que é obrigado a se separar da família por mais de 30 dias em virtude de missão no país ou no exterior. Valor de $250,00 mensais.

Então resumindo, um Especialista com 3,5 anos de serviço, casado e com 2 filhos, está  estacionado em Fort Sam, no texas, recebe o seu salário de $2157,00, mais a sua BAH de  $1560,00, mais a sua BAS de $348,44. Totalizando $4065,44. É uma boa remuneração para o custo de vida em geral. Se este militar seja enviado à uma zona de conflito ele continua recebendo todas estas mesadas, pois tem que continuar fornecendo moradia para os seus dependentes, além disso receberá a mesada por separação familiar, e em alguns casos mais $150,00 mensais por estar em uma área de conflito.
Agora para os outros benefícios, o militar e os seus familiares têm cobertura médica e dentária pelo TRICARE, programa de seguro médico sem custo ao militar. Ele também tem direito a um determinado valor para ser investido em educação (cursos superiores ou técnicos). No meu caso, tenho $54,000 para destinar a esse fim, através de um programa chamado G.I Bill que permite ao militar pagar pela sua faculdade ou cursos técnicos. Existem outros benefícios como juros reduzidos para compra de uma casa ou um carro. Em cada base existem lojas e supermercados isentos de impostos estaduais e federais, logo, é como ter um "free shop"a disposição sempre. Vale a pena...
Um Brazuca na Army/montedo.com

24 comentários:

Anônimo disse...

Sabe o que eu acho que estimularia os praças? Mais patentes e salário mais equiparado com o dos oficiais, ou pelo menos PNR para TODOS, e de qualidade, que fique claro.

Anônimo disse...

o civil não fica mais de 3 anos sem promoção, no EB o Sargento fica até 8 anos e meio pra receber R$ 400,00 de aumento.

e quem estiver insatisfeito que vá procurar algo que goste de fazer...

Anônimo disse...

É MAIS FÁCIL ESTUDAR PARA SER OFICIAL.... VC NÃO ACHA?
A GRADUAÇÃO DAS PRAÇAS AMERICANAS VAI DO E-1 ATÉ O E-9 A NOSSA VAI DO SD ATÉ CAP QAO(TAMBÉM 9). o SGT MAJ/SGT MAJ CMT EQUIVALERIA AO NOSSO CAP QAO, NÃO É MESMO? ENTÃO VEJAMOS, CONSIDERANDO QUE UM CAP QAO GANHA EM MÉDIA R$ 8.500,00 E UM SGT MAJ $5.108 (EQUIVALENTE A +- R$ 10.000,00) A DIFERENÇA SALARIAL ENTRE UM E OUTRO SERIA DE +- R$ 2.000,00 OU $1.000,00. CONSIDERANDO QUE OS U.S.A. TEM UM PIB DE 15 TRILHÕES E O BRASIL UM PIB DE 2,4 TRILHÕES, OU SEJA, MAIS DE CINCO VEZES MAIOR QUE O PIB BRASILEIRO, PODERÍAMOS CONCLUIR QUE NÃO ESTAMOS TÃO MAL. OU ESTOU ENGANADO? VAMOS COMPARAR COM A FRANÇA, A ÍNDIA, O CANADÁ, A ESPANHA, A RÚSSIA, QUE SÃO, ECONOMICAMENTE, MAIS OPARECIDOS CONOSCO.

Anônimo disse...


E quanto ao pagamento dos nossos 28,86%???

Enquanto isso no Brasil:

http://noticias.terra.com.br/brasil/governo-federal-solicita-revisao-de-dividas-com-o-judiciario,232e77c4062fc310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html


Governo federal solicita revisão de dívidas com o Judiciário

O governo federal quer a revisão de todo o passivo trabalhista reconhecido pelo Judiciário com seus magistrados e servidores nos últimos anos. A conta já ultrapassa os R$ 3,6 bilhões. Na solicitação ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Ministério do Planejamento pediu que sejam refeitos os cálculos para o pagamento dos débitos, ante as irregularidades já constatadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) nos desembolsos da Justiça do Trabalho. O objetivo é evitar mais danos ao erário. Somente neste ano, ao menos R$ 1 bilhão deve ser repassado para acerto de contas com pessoal nos diversos tribunais do País. As informações foram publicadas no jornal O Estado de S. Paulo.

O pedido do Planejamento se dirige ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e às justiças Federal, Militar, Eleitoral e do DF e Territórios. Os R$ 3,6 bilhões referem-se às diferenças salariais reconhecidas após a conversão da Unidade Real de Valor (URV) em real, em1994; ao recálculo da Parcela Autônoma de Equivalência (PAE), que incorporou o extinto auxílio-moradia dos juízes; e ao Adicional por Tempo de Serviço (ATS) dos magistrados. O governo pactuou com o Judiciário o repasse do montante em quatro parcelas, a partir de 2010, sendo que R$ 2,6 bilhões já foram pagos, segundo a Secretaria de Orçamento Federal (SOF), do Planejamento. Só na Justiça do Trabalho, os débitos totais reconhecidos somam R$ 2,4 bilhões, em valores de 2008; atualizados, alcançam R$ 2,9 bilhões.


Anônimo disse...

É impressionante!!! Pelo comentários de alguns aqui os militares do Brasil estão bem de salário em relação aos EUA e outros países de 1 primeiro mundo e BRICS. Deve ser por isso que não nos dão aumento decente, tem gente que ainda acha que estamos ganhando bem...
Outra coisa, teve um que disse que um Cap QAO ganha cerca de R$8500,00, só se for o Cap QAO de antes da MP do mal (2215), que tem posto acima e 35% de tempo de serviço. Os QAO atuais não ganham isso, o Leão do Imposto de renda papa boa parte também. Temos que olhar é pro restante do funcionalismo público e ver é que estamos sendo feitos de bobo. Quase todas categorias do funcionarios publicos federais estão melhores que nós. Não podemos ficar querendo tapar o sol com a peneira.

Anônimo disse...

Ao companheiro que fez as comparações de nossos graduados com o US Army, podemos também fazer uma comparação do número de Generais que o Brasil tem com o número de Generais que o exército americano ( maior força militar do planeta) possui, acho que o EB vai ganhar de lavada, para um exército que nunca participou de uma guerra de verdade, tá sobrando general aqui no Brasil. Ou será que também não podemos comparar com os EUA?

Anônimo disse...

Acessem esse link, para quem quer comparar número de Of Gen. E de oficiais também, é muito cacique pra pouco índio.


http://www.forte.jor.br/2009/07/25/o-tamanho-do-exercito-brasileiro/

Anônimo disse...

Brasil é um país cheio de generais
Brasília - No Exército brasileiro, comando é o que não falta. Prova disso está nos números. A quantidade de generais em relação à tropa é uma das maiores do mundo.
Supera até a dos exércitos dos Estados Unidos, do Reino Unido e de Israel, as três forças mais empregadas hoje em conflitos armados em todo planeta. Os generais
brasileiros, que ganham soldo quase treze vezes superior ao de um soldado, estão até em chefias de setores administrativos. Atualmente, são 151, para um efetivo de 190
mil militares.
A proporção no Brasil é de um general para cada grupo de 1.258 militares. O Exército dos Estados Unidos, por exemplo, tem 352 generais. O número é superior ao da força
brasileira, mas a tropa americana, em contrapartida, é duas vezes e meia maior: são mais de 500 mil homens e mulheres na ativa. Na média, um general dos EUA representa
1.420 militares de patentes mais baixas, desde soldados até coronéis.
Ou seja, proporcionalmente, o Brasil tem mais generais do que os Estados Unidos, a principal potência bélica do mundo. O Exército britânico, que tem combatido nos
principais conflitos mundiais como aliado das forças americanas, é outro que o Brasil supera no número de generais em relação à tropa. Para uma força terrestre de 103.700
homens, são 61 oficiais-generais. Na média, um general britânico comanda 1.700 militares.
Em Israel, mais um exemplo. Apesar da prontidão permanente por causa dos constantes confrontos com os palestinos, o Exército israelense tem apenas 21 generais para
uma tropa do mesmo tamanho da brasileira - 190 mil militares. São 9.047 homens por general. No Japão, a média é de um general para cada grupo de 1.315 homens da
Força de Autodefesa Terrestre, como é chamado o Exército do país. A França segue na linha oposta e chega a ter mais generais que o Brasil, proporcionalmente. No Exército
francês há 740 militares por general.

Anônimo disse...

Enquanto isso, nossos amados políticos são os mais bem pagos do mundo!

Anônimo disse...

AO ANÔNIMO DO DIA 19 de fevereiro de 2013 09:44....................

PIOR DO QUE GANHAR POUCO É NÃO SABER QUANTO GANHA. O QUE O SR RECEBE DO GOVERNO BRASILEIRO DE VENCIMENTOS PAGOS PELO SEU TRABALHO É O VALOR CONSTANTE DA COLUNA BRUTO DO SEU CONTRACHEQUES. UM 1 TEN QAO COM 20% DE TEMPO DE SERVIÇO GANHA MAIS DE R$ 8.000,00(OITO MIL REAIS). ACESSE OS CONTRACHEQUES QUE ESTÃO NA NET E VEJA COM SEUS PRÓRPRIOS OLHOS SR DESINFORMADO.

Anônimo disse...

Esse Sr. acima não sabe o que diz. Se for acreditar em internet e jornais, vai acabar acreditando que militar tem aumento salarial todos os anos.

Anônimo disse...

A verdade é que essa questão de salário sempre terá dois pontos de vista. Se comparado à média salarial da população, um 3º Sgt está muito bem ganhando um soldo de 2900,00 em 2015, fora os adicionais de localidade e especialidade, que podem chegar a 40%, e os adicionais de formação e por ser da ativa, que somam 32%. Ou seja, no mínimo 3800,00 sem descontos de IRPF e PASEP. Agora, comparado a funcionários públicos que tem um mesmo nível de formação que um graduado, realmente está defasado, pois o plano de carreira dos outros órgãos públicos realmente são melhores. Promoção a cada 3 anos e outras coisas mais. Não os 7 anos que as Forças Armadas exigem. Então depende de como você vê. Penso também que depende muito do que você faz, ou seja, da sua especialidade. Existem especialidade que você trabalha por escala, e não tem muita perturbação. Você consegue fazer sua faculdade sem problemas. Agora, existem especialidades que tomam seu tempo por completo, Unidades que são um verdadeiro inferno. Isso também deve ser levado em consideração. Ser militar não é ruim, mas depende do que você faz. E outra coisa é o poder aquisitivo. Não podemos comparar dizendo que nosso salário é maior que as Forças Americanas se lá com $1500,00 você compra um Honda Civic novo e completo por $20.000,00 e aqui com um salário de R$3000,00 você compra o mesmo Honda Civic a R$86.000,00. Quer dizer, o salário dobrou na conversão, porém o preço do carro quadruplicou. Ai realmente não cabe a comparação.

Luiz Rodrigues disse...

Ao ler esses comentários não deixo de me surpreender com a posição das pessoas. Fica claro que o praça quer ganhar igual ou mais do que o oficial. A comparação que é feita mostra bem que, se comentado por militar, esses não tem a menor condição de alçar níveis mais altos na Corporação. Demonstram total desconhecimento da atividade e responsabilidade dos oficiais,o nível de planejamento, de decisão, entre outros. A comparação de que o soldo do general é três vezes maior do que do soldado só deixa claro o quanto há de distribuição de renda dentro das nossas Forças Armadas. O que é exigido para ser um oficial e principalmente para chegar ao posto de general não há que ser comparado ao que é exigido para ser soldado ou até mesmo para ser sargento. Reconheço que os militares são mal remunerados, mas dentro da Instituição, existem níveis hierárquicos com funções bem definidas e a política de pessoal não cabe aos praças e sim a quem, a vida inteira se preparou para isso. Cada um no seu lugar e aquele que não estiver satisfeito que não se acomode e busque através de estudo progredir na carreira, que é o que tem de mais democrático e harmonioso. Acabem com essa "guerra" de graduado contra oficial. E já que é para comparar, afirmo a vocês que no Poder Judiciário, o técnico judiciário ou o oficial de justiça não chegam à magistratura se não fizerem o que é necessário para isso. Os concursos para oficial estão aí todos os anos.
Abraços a todos.

Anônimo disse...

Com todo respeito essa comparação que fizeram do EB e do U.S ARMY ao ponto de vista não tem nada haver referente ao salario.Mesmo que um soldadodo EB ganhe mais que um do U.S ARMY,ele acaba gastando bem mais com impostos no brasil, aqui nos eua vc ganha menos mas vive mais,com alimentação,habitação,automoveis que aqui é bem mais barato. No brasil vc tem que trabalhar 6 meses so para pagar impostos.

Cosina Sudamerica disse...

Que idéia que um SGT Major equivale a um Cap QAO. O praça vai até a Sub-tenente. Se for a oficial, tem exames e curso para o Quadro Complementar de Oficiais, se tiver nivel superior. Praças, entçao de Recruta a Sub- Tenente podendo, se tiver nível Superior chegar até a Ten. Coronel. Mas de segundo tenente em diante, ele faz parte do Oficialato! Almoça no Cassinoe não lo Refeitório dos Sargentos e Sub-tenentes. Há uma diferença grande. Voce quer comparar salário dos Americanos que ganham até abono com custo de vida mais alto com quem vai para Boston. Aqui tem isso?É incomparável o soldo Brasileiro com o Americano!

katia disse...

Oi;é Verdade que quando Os Soldadps Americanos estão em missão eles não podem ter telefone própio?

Anônimo disse...

Katia do comentario acima, é verdade sim o meu noivo é da marinha e ele só pode se comunicar por cartas ou no maximo e-mails

Anônimo disse...

Só tem um detalhe: o poder de compra de 5 mil dólares nos EUA é muito maior que o do mesmo valor no Brasil. Com 5 mil dólares nos EUA dá para comprar um carro usado bom, mas no Brasil não dá.

Anônimo disse...

Sou leigo no assunto vocês me perdoem porém, cheguei a uma conclusão, dois motivos levam os militares a não intervir na politica e punição de maus politicos. 1° A crise não chegou a seus soldos. 2° MEDO.

Anônimo disse...

um tenente temporário formado em 10 meses com regime de meio expediente chega na tropa muito melhor que esses praças velhos.
ganha mais mas tb tem que receber o pronto dos praças e levar pro comandante assinar e repassar e dar ordens.
ai reclamam que qquem monta instrução, documentos, escala mais apertada e falta de pnr etc é o praça. sim, mas quem mandou mim estudar?
a questao de nao ter casa pra vcs e tr pra nos oficiais é que nosso efetivo é menor papai.
reclamam demais

Unknown disse...

so desejobos parabens aos militares1!!!!!!
se o salário está ruim. faça como eu.procure outra coisa
meu comamdamte sempre.reclamava.e.spre.falava
aqui (quarteln exército e.wtc) só vai pra frente quando se ama ou quando se

Anônimo disse...

E9 parece ser mais um SubOficial do que Capitão

Sandra COSTA DA SILVA disse...

Bom dia, o meu pai morreu em 1991moro no Brasil o meu pai era americano captan da marinha dos estados unidos eu tenho direito alguma pensão.
Grata
Sandra costa hultman

Sandra COSTA DA SILVA disse...

Gostaria de saber como é onde devo procura?pois o meu pai era americano captan faleceu em 1991 eu não sabia m falaram que eu teria algum direito a pensão não entendo muito mesmo gostar de ajuda ser possível fosse
será q tenho direito. Alguma coisa não sou casada ,sou solteira tenho 44 anos moro no Brasil
Grata
Sandra costa hultman

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics