24 de fevereiro de 2013

Coréia do Norte adverte: em caso de manobra conjunta com a Coréia do Sul, EUA sofrerão 'derrota miserável'

Nota:
Não estranhem o linguajar ufanista. Afinal, a notícia é do portal do PCdoB, com informações da Agência de Notícias da Coréia do Norte. Não se poderia esperar outra coisa. De qualquer modo, vale como informação, depois dos filtros determinados pelo bom-senso.

Kim Jong Un dirige exercício militar na Coreia Popular
O Marechal Kim Jong Un, comandante supremo do Exército Popular da Coreia dirigiu um exercício militar na Coreia Popular e Democrática, que envolveu manobras aéreas e exercícios de paraquedismo.Durante a ação, o dirigente esteve acompanhado da alta cúpula militar do país asiático.
Segundo a agência de notícias da República Popular Democrática da Coreia (RPDC), Kim Jong Un ordenou pessoalmente a realização das manobras, cuja finalidade é verificar a prontidão para o combate.
Os pilotos realizaram com rapidez e precisão os treinos de decolagem e aterrissagem utilizando uma autoestrada como pista de pouso.
Apesar do mau tempo e dos ventos fortes, os paraquedistas desembarcaram em pontos fixos na aplicação dos métodos de combate aprendidos nos treinamentos do dia-a-dia.

Já imaginou esse bochechudo lutando contra o inimigo 'sob as
piores condições'? Me poupe!
"As batalhas são travadas independentemente das condições climáticas e a luta contra o inimigo pode se dar sob as piores condições", observou o líder da República Popular Democrática da Coreia (RPDC).
Ainda segundo a agência noticiosa, Kim Jong Un ressaltou a necessidade de elevada consciência ideológica dos combatentes.
Kim Jong Un também sublinhou a necessidade de as forças armadas da RPDC desenvolverem métodos científicos de acordo com as exigências da guerra moderna e modernizarem seus armamentos.
Tensão militar
A agência noticiosa da Coreia Popular informou também que o país advertiu um alto responsável militar dos Estados Unidos instalado na Coreia do Sul que em caso de realizar uma manobra conjunta sofrerão uma 'destruição miserável’.
A advertência foi feita por Pak Rim-su, delegado em chefe da missão da Coreia Popular na região fronteiriça de Panmunjom, em uma conversação telefônica com o general James Thurman, comandante das Forças dos Estados Unidos na Coreia do Sul.
Pak Rim-su advertiu seu interlocutor de que “se seu lado desencadeia uma guerra de agressão mediante as imprudentes manobras militares conjuntas... neste tempo perigoso, desde esse momento seu destino ficará pendurado por um fio a cada hora".
Leia também:
Tensão na Ásia: Coréia do Norte faz teste nuclear e Obama pede resposta rápida ao 'provocador'
EUA e Coréia do Sul farão manobras militares conjuntas
A Coreia do Sul realizará, a partir de 1º de março, uma manobra militar conjunta com os Estados Unidos, com a participação de forças terrestres, navais e aéreas, mobilizando cerca de 200 mil efetivos sul-coreanos e 10 mil estadunidenses.
Pak Rim-su avisou: "você deve ter em conta que os que iniciam una guerra estão destinados a defrontar-se com uma destruição miserável."
Há pouco mais de uma semana, o governo da Coreia Popular confirmou a realização com êxito de “um terceiro ensaio nuclear”, depois dos efetuados em 2006 e 2009.
Esta medida provocou as críticas e condenações da Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos, além de novas sanções da Organização das Nações Unidas (ONU).
Em resposta à última prova nuclear de Pyongyang, a Coreia do Sul anunciou em 14 de fevereiro último, o deslocamento de um novo míssil de cruzeiro, capaz de alcançar alvos na República Popular Democrática da Coreia “em qualquer lugar e a qualquer momento”.
Com Agência Central de Notícias da RPDC
Vermelho/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

O bolo-fofo da Coreia do Norte só pode estar delirando. Coisa de ditaduras insanas mesmo. O povo dele morrendo de fome e esse louco falando em guerra.

Anônimo disse...

Ao adm do blog, uma notícia que afetará com certeza, os militares das FA, pois no meu Btl, que não deveria ser operacional, já está se falando em mobilização para a copa das confederações:
http://esportes.br.msn.com/copa-2014/noticias/artigo-espn.aspx?cp-documentid=256426672

Anônimo disse...

Uéeeeeeeeeeeeee! Btl que nao deveria ser operacional!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Perdão companheiro de 24 de fevereiro de 2013 23:49, não é Btl é uma escola, que tem que cobrir Btl operacionais, por falta de recursos, HUMANOS e operacionais.

Anônimo disse...

Dá mole pra ver o que o bolo-fofo faz...

lisa disse...

seria melhor eles fabricarem bombas radiológicas ou de nêutrons... viva ao grande líder kim il sung viva ao estimado líder kim jong il e viva ao meu amado líder kim jong un !

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics