15 de dezembro de 2012

RS: em salão paroquial, Zé Dirceu, o ladrão de hóstias, diz que mensalão é fraude. Mas bah, tchê! Que vergonha de ser gaúcho.

José Dirceu participa de evento do PT na Capital e diz que tese do mensalão é fraude
Ex-ministro, condenado pelo Supremo, chegou a Porto Alegre na madrugada deste sábado

Juliana Bublitz
juliana.bublitz@zerohora.com.br
Político foi ovacionado por militantes:imagem 8
Político foi ovacionado por militantes (Diego Vara/ZH)
Aos gritos de "Dirceu, guerreiro do povo brasileiro", o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, chegou ao salão da Igreja Pompeia, em Porto Alegre, na manhã de sábado, para participar de um encontro do PT. Apesar de ter sido condenado a 10 anos e 10 meses de prisão no julgamento do mensalão, Dirceu foi ovacionado por centenas de militantes e teve uma manhã de celebridade. De calça jeans e camisa azul, distribuiu apertos de mão, acenos e até posou para fotos junto dos admiradores. Foi recebido como um mártir.
A convite de integrantes da corrente Unidade na Luta, ele veio à Capital conversar com os correligionários sobre o futuro da sigla e a ação penal em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF), a respeito do esquema de compra de votos parlamentares no governo Lula, pelo qual foi condenado por ser considerado o mandante. A iniciativa faz parte de uma série de aparições do tipo que ele tem protagonizado Brasil afora, em busca de apoio nas bases.
Rodeado pela imprensa, Dirceu foi cordial, sorriu e não aparentou nervosismo, mas se limitou a dizer que não concederia entrevistas antes do fim do julgamento.
Na abertura do evento, que lotou o salão paroquial, o ex-ministro falou da necessidade de se repensar os rumos da legenda, depois de ouvir discursos inflamados contra o STF e a "criminalização da política".
— Nós temos, nesse ano de 2013, de fazer uma grande mobilização nacional. O partido tem de se preparar para a eleição de 14. Mas temos de mudar o modo de atuar. Isso significa redefinir nossas tarefas nos próximos 10 anos — afirmou Dirceu e concluiu:
— Formação de quadrilha e corrupção faz parte do que se construiu como mensalão para tentar nos destruir. E essa disputa, vamos ter de fazer na sociedade. É evidente que o país vai crescer 3 ou 4% no ano que vem. É evidente que os programas sociais estão crescendo. É evidente que a possibilidade de governarmos o país por mais oito ou 10 anos é real, se formos capazes de renovar o PT. E se formos capazes de aumentar a nossa participação no Congresso Nacional.
Sobre o julgamento no STF, disse que a tese do mensalão é uma fraude e acusou o STF de condená-lo sem provas.
— Não se trata de uma luta em torno da ação penal 470. É importante construir a narrativa do que aconteceu no STF, porque não é verdade que houve desvio de recursos para o PT. Isso está provado em auditoria e nos autos. Isso é uma fraude, uma invenção. Não há uma prova, uma testemunha de compra de parlamentar, a não ser o Roberto Jefferson. As testemunhas da defesa foram consideradas suspeitas, uma coisa inacreditável — argumentou.
Dirceu também saiu em defesa de Lula e criticou o que considera o "monopólio da imprensa":
— Há uma tentativa clara, agora, de atingir o Lula. E de nos provocar, porque tem muita provocação nisso. E nós não vamos cair em provocação e sair do caminho democrático. Mas nós não podemos continuar sem a mobilização, sem falar com o povo. Porque eles falam com o povo todo dia, pela televisão, e nós não temos essa voz. Porque tem um monopólio, e precisamos regularizar isso. Não é censurar. É que a Constituição diz que não pode ter monopólio.
Entre os petistas presentes ao encontro, estavam o presidente estadual do partido, deputado Raul Pont, o presidente municipal, vereador Adeli Sell, os deputados estaduais Adão Villaverde, Marisa Formolo e Valdeci Oliveira e a ex-senadora Emília Fernandes, entre outros. O governador Tarso Genro não estava presente, mas enviou uma carta de saudações aos militantes, sem fazer referências a José Dirceu.
ZH/montedo.com

Comento:
Confesso que este é um dos (raríssimos) momentos em que sinto vergonha de ser gaúcho. Tá bem que são uns duzentos e poucos gatos pingados, mas esse pessoal deveria ser corrido do Rio Grande à pelegaços.

13 comentários:

Anônimo disse...

"Dirceu, guerreiro do povo brasileiro" ????? Que povo é esse? Só se for outro Brasil. Até concordo quando diz que a tese(??)do mensalão é uma fraude. Não só a tese mas o próprio(mensalão) que foi praticado pelo PT e seus "amigos" é uma fraude aos cofres públicos que foi devidamente condenado pela justiça Federal. Se fosse eu no lugar dele já estaria enjaulado e com os meus bens(???) tomados. Não adianta espernear agora, tarde demais.

Anônimo disse...

Mas que tal é o nível da plateia, hein? Deve ser o máximo ficar ouvindo asneiras de um ladrão chefe de quadrilha todo cagado e só esperando a hora do xilindró. Agora só tá faltando pegar o comandante geral da cambada. Mas a hora dele está chegando. Haverá muito mais choro e ranger de dentes nas hostes da grande quadrilha. Aguardem!

Anônimo disse...

É pra sentir vergonha de ser brasileiro...

Anônimo disse...

Mas dá uma olhada na cambada de panaca da plateia de idiotas contemplando a grande estrela do crime organizado! Se esse ladrão estivesse em qualquer outro país com um mínimo de respeito às leis, estaria mofando na cadeia há muito tempo. É muita cara de pau!

Anônimo disse...

Cruz credo! Viram o nome da igreja que cedeu o salão pro nosso herói e seus seguidores fazer uma sessão de descarrego? POMPEIA! Tem o mesmo nome daquela cidade do Império Romano que foi soterrada pelas cinzas do Vesúvio. Mau presságio, zé caroço, mau pressagio... e ainda tem o furacão JOAQUINZÃO que está varrendo as quadrilhas do mapa! Mau presságio, zé caroço, mau presságio...

Anônimo disse...

Tem um Zé-Mané na primeira fila, de chinelo de dedo! (rsrsrsrsrsr!)

Anônimo disse...

Desculpem-me os gauchos mas mesmo com toda a denuncia contra os PeTralhas voces votaram neles no inicio da Revolucao de 64 voces ficaram ao lado do terrorista Leonel Brizola portanto esperar o que??

Vinícius disse...

Leonel Brizola...Terrorista? Ora, cidadão, informa-te mais!Se tem algo que o Brizola não foi, é terrorista. Conheci este homem há cerca de 15 anos, em Sarandi - RS, pois meu falecido avô era grande amigo dele.

Não é por ter tendência política voltada para a esquerda ou ser contra o golpe (sim, golpe) militar de 64, que alguém é terrorista. Longe disso. Vide a França, que desde a revolução francesa, foi um dos países com o maior número de presidentes de esquerda e nem por isso vive-se sob um estado totalitário socialista.

Anônimo disse...

Segundo as estatísticas quando nasce um esperto, já tem dez boca abertas esperando, loucos para serem passados para trás. Isso em todos os estados é igual. Que vergonha tchê!!!!

Anônimo disse...

Eh meu amigo realmente voce precisa ler mais, nao eh por ele ser amigo de seu falecido avo que o tornara um bom homem, um cara que vai as radios, coloca a Brigada Militar de prontidao dentro do palacio do governo que incita a marujada a se rebelar e o cara era bom? Lei, imparcialmente, jornais e revistas da epoca (noticias nacionais e internacionais) antes de falar que a revolucao foi golpe, poderia dizer ate contra-golpe. E para terminar as pessoas maravilhosas amigas do terrosista Brizola estao no poder com toda essa corrupcao e terrosismo nao eh apenas atentados a bomba e a tiros.... informe-se.

Vinícius disse...

Brizola defendia a posse de João Goulart. O que os militares estavam fazendo era um golpe. E Brizola, cunhado de Jango, ofereceu apoio a ele. Isso não faz dele um homem mau. Contra-golpe? É bem verdade que estávamos na época da guerra fria e João Goulart estava seguindo o trabalho de Jânio Quadros, que tinha afinidades com o socialismo, porém, foi uma atitude precipitada dos militares tentarem impedir a volta de Jango e sua posse com a desculpa de que estavam protegendo o Brasil do socialismo.

Eduardo disse...

Eu servi 4 anos em Cruz Alta. Adorei o RS,sua cultura, limpeza e são muito trabalhadores etc e tal. Mas nunca sofri tanto na minha vida(final de carreira), pela maneira grotesca, pela falta de respeito e consideração do civis gaúchos para com os militares do Exército. Foi demais,era de arrepiar. Servi no RJ; PA; PE; AL; MG; GO e SP, mas nunca encontrei um povo civil tão ingrato com nós militares. Talvez os meus compenheiros gaúchos, nunca se deram por conta, pelo fato de não terem servido em outros estados. Hoje o governador é o INIMIGO nº 1 do Exército, o restante segue por tabela. Que saudades daqueles Generais, tipo Newton Cruz. O PT foi esperto, escolheu para Cmt do EB um General oriundo de Engenharia, que na verdade é uma arma mais tranquila, mais calma que a Inf - Art e Cav. Eduardo

Anônimo disse...

Pode acabar mundo véio...ja deu o que tinha que dar.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics