22 de dezembro de 2012

Militares tiveram maior índice de aumento em dez anos, aponta censo do IBGE

Militares e funcionários públicos ganharam mais na década
Eles viram uma alta de 40,9% nos salários, seguidos dos trabalhadores domésticos com carteira assinada, que tiveram elevação de 33,9%
Ganhos dos empregadores caíram 18,6%

CÁSSIA ALMEIDA
O rendimento mensal dos trabalhadores brasileiros aumentou entre 2000 e 2010, conforme mostraram nesta quarta-feira os novos dados do Censo 2010, divulgados pelo IBGE. Apenas os empregadores viram seus ganhos caírem 18,6%, contra alta de 15,8% dos empregados. Os por conta própria tiveram ganho de renda menor, de 6,5%. E os militares e funcionários públicos ganharam mais, com alta de 40,9%, seguidos dos trabalhadores domésticos com carteira assinada, com elevação de 33,9%. Ainda assim, em 2010, esse grupo de empregados recebia em média R$ 640 por mês. Como é um segmento altamente informal, com somente 33,8% com carteira assinada, o salário era de apenas R$ 393, em média.
O GLOBO/montedo.com

6 comentários:

Anônimo disse...

É impressionante como as agências do governo ptralha manipulam os dados e os expõem com viés tendencioso. Muita gente vai entender que os militares tiveram os "maiores aumentos", quando na verdade tiveram os maiores INDICES de aumento, o que é totalmente diferente. Por esse viés, um militar que ganhasse R$ 1,00 e tivesse um aumento equivalente, passaria a ganhar R$ 2,00. O governo anunciaria que os militares tiveram "100%" de aumento, desviando a atenção dos soldos, mesmo com o aumento, continuando indignos e completamente defasados. E isso considerando ainda que os dados do IBGE são fidedignos, o que, diante do aparelhamento estatal conduzido pela ptralhada é bem difícil de acreditar.

Anônimo disse...

"Militares e funcionários públicos ganharam mais na década"

Tá bom... só que o comentarista não sabe, ou se omitiu maliciosamente, de que ficamos desde a década de 90 sem receber reposição salarial completa, só parcial (aumento real, nem se fala!).

Sugiro ao reporter fazer nova comparação, agora entre 1990 e 2012 e verá que a situação dos militares será exatamente a oposta da matéria que apresentou (sem falar na reposição dos 28,86 % que ainda não recebemos!).


Pobres militares que somos, leva-se décadas para receber uma simples e parcial reposição inflacionária e ainda somos vistos como "favorecidos".

Lamentável!

Anônimo disse...

O que e importa é o que esta escrito no papel que recebes todo mês o resto é índice fajuto pra enganar a população, ou seja, tanto alarde em relação a índices e continuamos com os piores salários do funcionalismo.

Anônimo disse...

Não se pode esquecer que esses índices foram dados em cima de um salário muito defasado e não se recuperou o valor que tinha anteriormente. Se fosse tão bom assim e estivesse beneficiando os militares, um soldado do DF não estaria ganhando mais que um ST. Índices e pesquisas são manipuladas tanto na coleta dos dados como na forma que é divulgada para denegrir ou exaltar alguém. Só falta eles divulgarem uma pesquisa em que o "povo" reprova o julgamento do mensalão e aplaudem Lula e seus "cumpanheiros".

Rogério - JF disse...

Montedo!

Essa pesquisa vem bem a calhar, pois demonstra que os militares ganham um pouco mais do que os empregados doméstico. Em suma, é para rir ou para chorar!!!!!

Tito disse...

É fácil entender. Como foram colocados na vala comum, militares e civis, o funcionalismo civil puxou os índices para cima. Ou seja, pesquisa altamente tendenciosa.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics