16 de dezembro de 2012

Militares da Marinha na Antártica se preparam para jogo do Corinthians

Quatro torcedores querem ouvir hino em alto-falantes se clube for campeão.
Time paulista disputa Mundial com inglês Chelsea neste domingo no Japão.

Boneco de neve Corinthians (Foto: Navio Polar Almirante Maximiliano/Marinha do Brasil)
oneco de neve do Corinthians (Foto: Navio
Polar Almirante Maximiliano/Marinha do Brasil)
Quatro corintianos que integram um grupo de militares da Marinha a bordo do Navio Polar Almirante Maximiano, na Antártica, prometem executar o hino do time no sistema de alto-falantes da embarcação se ele for campeão do Mundial de Clubes da Fifa, em partida contra o inglês Chelsea neste domingo (16), no Japão.
Os suboficiais Nilton de Faria Junior, de 45 anos, e Fernando José de Oliveira, de 50, e os terceiros-sargentos José Robson de Souza, de 33 anos, e Manoel Rui do Nascimento Filho, de 31, acreditam que o jogo será difícil, mas apostam em uma vitória do Corinthians por 2 a 1.
Eles contam que têm acompanhado os últimos resultados pela internet, a única forma de comunicação disponível ao grupo no Polo Sul. Assim que chegaram ao local, os quatro – três deles no estado do Rio e um de Brasília – procuraram saber como se informariam sobre as partidas, e ficaram aliviados quando viram que a conexão funcionava.
Para dar sorte, os militares levaram para a Antártica camisetas, toucas, canecas, chaveiros e bandeiras do Corinthians e do Brasil. Também fizeram um "mascote" de neve, devidamente uniformizado. Entre os rituais que eles mantêm, estão usar os "apetrechos da sorte" e ouvir o hino do "Timão" antes dos jogos e a cada gol do time do coração.
Os quatro amigos contam que os colegas do navio que torcem por outros clubes estão, na maioria, a favor do Corinthians.
A função deles na Antártica é dar apoio aos pesquisadores. Faria Junior supervisiona a manutenção dos helicópteros, Nascimento Filho cuida da parte mecânica dos helicópteros, Oliveira trabalha na cozinha e Souza é um dos enfermeiros do navio.
Marinha Antártica Corinthians (Foto: Marinha do Brasil/Divulgação)
Do alto, em sentido horário: Oliveira, Faria, Souza e Nascimento Filho se preparam para acompanhar o jogo do Corinthians contra o Chelsea pela internet (Foto: Navio Polar Almirante Maximiliano/Marinha do Brasil)
Oliveira e Souza devem voltar ao Brasil no dia 21 de dezembro, data esperada para o "fim do mundo". Já Faria Junior e Nascimento Filho vão retornar ao país em abril do ano que vem.
Quatro navios da Marinha estão no continente para ajudar na reconstrução da Base Antártica Comandante Ferraz, destruída por um incêndio no fim de fevereiro.
G1/montedo.com

5 comentários:

Anônimo disse...

Ok. Só não deixem aquilo pegar fogo de novo, por favor. E sem fogos de artifício, dessa vez.

Anônimo disse...

Abriram o manicômio, cuidado que os loucos estão a soltas. rsrsrsrs

lucas disse...

corinthiano é igual cearense está em todo canto!lucas caucaia-ce

Anônimo disse...

Depois pega fogo e a culpa é do material obsoleto

Anônimo disse...

VAI CORINTHIANS!!!

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics