20 de dezembro de 2012

Contratações de filhos de brigadeiros por empresas que mantém negócios com a FAB podem derrubar Saito

Saito pode cair
O brigadeiro João Manoel Sandim de Rezende poderá substituir Juniti Saito no comando da Aeronáutica. Dilma se irritou ao ler reportagens envolvendo filhos de milicos com lobbies para aquisição de aeronaves.
Claúdio Humberto/montedo.com

Nota do editor
Relembrando, a reportagem da revista Isto É é esta:
Empresa que tem negócios com a FAB contrata filhos de brigadeiros e cunhado de Saito e vê faturamento saltar de R$350 mil para R$53,7 milhões

8 comentários:

Anônimo disse...

Espero que se ele cair não se machuque... muito....

Anônimo disse...

Infelizmente, amigos, esse senhor não deixará o cargo tão cedo. Infelizmente.

Anônimo disse...

"Ela" deveria aproveitar e "renovar geral" as 3 forças. 12 anos com estas mesmas "peças" nas engrenagens ninguem mereçe!!!

Anônimo disse...

Só pensam neles e no bolso da calça, esse senhor, não traz lembranças de nenhuma atitude com sua manifestação a favor da tropa.Pergunta a ele dos 28,8%.

Anônimo disse...

Respeitem a hierarquia!

Insubordinados!

Anônimo disse...

"CORAGEM, LEALDADE, HONRA, DEVER e PÁTRIA constituem o Código de Honra do Corpo de Cadetes da Aeronáutica" (Site do Concurso da Epcar). Por favor, desconsiderem a "honra"...
Pensando melhor, também se pode desconsiderar "dever"... E por que não, também "Pátria"(?)

Anônimo disse...

*TÍTULO II
**Das Obrigações e dos Deveres Militares
***CAPÍTULO I
****Das Obrigações Militares
*****SEÇÃO II
******Da Ética Militar
*******Art. 28. O sentimento do dever, o pundonor militar e o decoro da classe impõem, a cada um dos integrantes das Forças Armadas, conduta moral e profissional irrepreensíveis, com a observância dos seguintes preceitos de ética militar:
********I - amar a verdade e a responsabilidade como fundamento de dignidade pessoal;
********II - exercer, com autoridade, eficiência e probidade, as funções que lhe couberem em decorrência do cargo;
********XIII - proceder de maneira ilibada na vida pública e na particular;
***CAPÍTULO II
****Dos Deveres Militares
*****SEÇÃO I
*******Art. 31. Os deveres militares emanam de um conjunto de vínculos racionais, bem como morais, que ligam o militar à Pátria e ao seu serviço, e compreendem, essencialmente:
********I - a dedicação e a fidelidade à Pátria, cuja honra, integridade e instituições devem ser defendidas mesmo com o sacrifício da própria vida;
********II - o culto aos Símbolos Nacionais;
********III - a probidade e a lealdade em todas as circunstâncias;
#Fonte: Estatuto dos Militares

Anônimo disse...

A hierarquia e a disciplina muitas das vezes são utilizads por pessoas autoritárias , totalitárias e facistas.Estamos em um Paíz democrático de Direito. Corruptos não fazem parte deste cenário.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics