6 de junho de 2012

Primeiro objetivo alcançado: proposta de debate sobre aumento das Forças Armadas é encaminhada à Comissão do Senado

Segundo o Portal e-Cidadania do Senado Federal, a proposta de debate sobre o aumento salarial das Forças Armadas foi encaminhada à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, por ter atingido número superior a 10.000 apoios. Na verdade, foram mais de 350.000. Coincidência ou não, a contagem foi interrompida depois que o assunto virou notícia nacional. Entretanto, o procedimento parece obedecer a um padrão.

Estamos diante de um outro momento, que exige a mesma mobilização que tivemos até aqui. Mas - Atenção! - os resultados demorarão bem mais para aparecer, o que não deve servir para desmobilização. Abrimos uma brecha legal e legítima nesse emaranhado de entraves à livre manifestação da classe militar. Devemos passar a usá-la com mais desenvoltura e frequência.

Podemos perfeitamente continuar entupindo a caixa de e-mail dos senadores com pedidos para que a proposta seja analisada, bem como continuar postando na área de comentários dos principais sites, blogs e jornais online, dando publicidade às dificuldades financeiras que estamos enfrentando.
Que tal começar cadastrando aqui um endereço de e-mail para acompanhar a tramitação da proposta?
Acesse e comente:
Globo

Vamos lá, milicada! Não duvidem, um passo importante foi dado. É hora de seguir em frente. BRASIL!

10 comentários:

Anônimo disse...

Vamos cadastrar o e-mail de todo mundo (pessoas da família, conhecidos).

Quanto mais e-mail cadastrados, mais mostrará o interesse no assunto.

Eu cadastrei o meu e o da minha esposa (com autorização dela).

Abraço a todos.

Anônimo disse...

Montedo. um passo importante foi dado agora é a gente nao desanimar e continuar pressionando. estou orgulhoso de ver a nossa união e de como ela faz uma enorme diferença nos momentos de crise. vamos continuar pressionando. como sugestão vamos acessar este link e centrar fogo no ministerio do planejamento. http://www.avaaz.org/po/petition/Revisao_nos_Soldos_das_Forcas_Armadas/share/

Militar disse...

Olá, boa noite! Peço apoio para esta Petição.Se possível publique como Artigo. Obrigado. Sarides Freitas


Revisão nos Soldos das Forças Armadas
Por que isto é importante

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

As Famílias Militares solicitam aos integrantes deste Ministério o cumprimento da Lei 10.331 de 18 de dezembro de 2001.

Já que a iniciativa de conceder reajuste salarial é do Poder Executivo, através do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que é o órgão responsável pela elaboração do orçamento.
É necessário também solicitar que o Poder Executivo encaminhe projeto de lei definindo o reajuste proposto.

Portanto, o reajuste somente poderá ser concedido se houver recurso assegurado no Orçamento da União, que é enviado ao Congresso Nacional até o dia 31 de agosto do ano anterior à sua execução.

Desta forma fica explícito que não teremos revisão dos soldos se nosso pleito não for atendido.

Tal solicitação é amparada pela Constituição Federal de 1988 e pela Lei 10.331 de 18 de dezembro de 2001.

Vale registrar que as Forças Armadas está há onze anos sem revisão constitucional dos soldos.

Registro: Milhares de famílias estão passando privações e constrangimentos por escassez de recursos.
Assine aqui:
http://www.avaaz.org/po/petition/Revisao_nos_Soldos_das_Forcas_Armadas/?ccWihdb

Siga-me
http://twitter.com/@SGTSARIDES

Anônimo disse...

podemos continuar apoiando outra proposta existente no site do senado, referente a reajuste militares FFAA.

Anônimo disse...

Quando vi aqueles "10.000 +" pensei que eles tinham arrumado uma maneira de acabar com a divulgação da peticao... Espero que realmente seja um procedimento padrão, esta cheirando mal...

Anônimo disse...

Vale a pena atacarmos por todos os lados. Visitem e faça sua parte. Nobre Montedo. Da mesma forma que postou link para apoio à petição no senado indico este para sua análise e nova campanha visando mobilizar nossos pares
http://www.abaixoassinado.org/assinaturas/abaixoassinado/4335/1

De Souza disse...

Meus amigos, aqui está o caminho das pedras" para, como sugere o nosso amigo Montedo, "continuarmos entupindo" as caixas de correio eletrônico dos parlamentares.

Eis abaixo todos os e-mails dos senadores. Foram retirados da página do Senado (que o Montedo, inclusive, colocou um link) e estão aqui "mastigados" para que todos possamos mandar e-mails para os mesmos.

1) Na sua página de e-mail, crie um novo e-mai (no hotmail clique em novo" no canto esquerdo acima);

2) Escreva o assunto - sugiro "Aumento salarial URGENTE para os militares das Forças Armadas";

3) Escreva o texto (não tenha medo, abra o coração e exponha os seus anseios);

4) No campo "destinatário" coloque os endereços como estão abaixo - é só copiar e colar (no hotmail é o campo "Para");

5) Mande pelo menos uma vez ao dia, todos os dias (vai demorar da primeira vez, mas depois você fará quase que "no automático").

Espalhem estes e-mails e o procedimento para mandá-los, para que mais e mais militares, dependentes e simpatizantes da nossa causa também escrevam para os Senadores.
Vamos lá, companheiros: é só copiar e colar no campo "destinatário":

acir@senador.gov.br; aecio.neves@senador.gov.br; alfredo.nascimento@senador.gov.br; aloysionunes.ferreira@senador.gov.br; alvarodias@senador.gov.br; ana.amelia@senadora.gov.br; ana.rita@senadora.gov.br; angela.portela@senadora.gov.br; anibal.diniz@senador.gov.br; antoniocarlosvaladares@senador.gov.br; antonio.russo@senador.gov.br; armando.monteiro@senador.gov.br; benedito.lira@senador.gov.br; blairomaggi@senador.gov.br; casildomaldaner@senador.gov.br; cassio@senador.gov.br; cicero.lucena@senador.gov.br; ciro.nogueira@senador.gov.br; clesio.andrade@senador.gov.br; clovis.fecury@senador.gov.br; cristovam@senador.gov.br; cyro.miranda@senador.gov.br; delcidio.amaral@senador.gov.br; demostenes.torres@senador.gov.br; eduardo.amorim@senador.gov.br;
eduardo.braga@senador.gov.br; eduardo.lopes@senador.gov.br; eduardo.suplicy@senador.gov.br; ecafeteira@senador.gov.br; eunicio.oliveira@senador.gov.br; fernando.collor@senador.gov.br; flexaribeiro@senador.gov.br; francisco.dornelles@senador.gov.br; garibaldi@senador.gov.br; gim.argello@senador.gov.br; humberto.costa@senador.gov.br; inacioarruda@senador.gov.br; ivo.cassol@senador.gov.br; jader.barbalho@senador.gov.br; jarbas.vasconcelos@senador.gov.br; j.v.claudino@senador.gov.br; jorgeviana.acre@senador.gov.br; jose.agripino@senador.gov.br; gab.josepimentel@senado.gov.br; sarney@senador.gov.br; katia.abreu@senadora.gov.br; lidice.mata@senadora.gov.br; lindbergh.farias@senador.gov.br; lobaofilho@senador.gov.br; lucia.vania@senadora.gov.br; luizhenrique@senador.gov.br; magnomalta@senador.gov.br; maria.carmo@senadora.gov.br; mario.couto@senador.gov.br; martasuplicy@senadora.gov.br; mozarildo@senador.gov.br; paulobauer@senador.gov.br; paulodavim@senador.gov.br; paulopaim@senador.gov.br;
simon@senador.gov.br; pedrotaques@senador.gov.br; randolfe.rodrigues@senador.gov.br; renan.calheiros@senador.gov.br; ricardoferraco@senador.gov.br; roberto.requiao@senador.gov.br; rollemberg@senador.gov.br; romero.juca@senador.gov.br; sergiopetecao@senador.gov.br; sergiosouza@senado.gov.br; valdir.raupp@senador.gov.br; vanessa.grazziotin@senadora.gov.br; vicentinho.alves@senador.gov.br; vital.rego@senador.gov.br; waldemir.moka@senador.gov.br; pinheiro@senador.gov.br; wellington.dias@senador.gov.br; zeze.perrella@senador.gov.br;

Continuemos a mobilização. Abraços a todos.

De Souza disse...

COMPANHEIROS
Vamos pressionar! Ainda não conseguimos nada, a não ser a EXPECTATIVA de ver as nossas necessidades serem debatidas por uma comissão de Senadores. Como o Montedo bem salientou, agora vem uma fase que será mais difícil pois não veremos nenhuma movimentação (ao contrário da página do Senado onde minuto a minuto conferíamos o Nr de apoios aumentando). Pois é, agora não veremos nada - por isso mesmo não podemos esmorecer e precisamos continuar a pressionar os Senadores, com nossos e-mails entupindo as caixas de correios eletrônicos deles.

Vamos lá, companheiros: mandemos os e-mails! Para TODOS OS SENADORES DE UMA SÓ VEZ! é só copiar e colar no campo "destinatário":

acir@senador.gov.br; aecio.neves@senador.gov.br; alfredo.nascimento@senador.gov.br; aloysionunes.ferreira@senador.gov.br; alvarodias@senador.gov.br; ana.amelia@senadora.gov.br; ana.rita@senadora.gov.br; angela.portela@senadora.gov.br; anibal.diniz@senador.gov.br; antoniocarlosvaladares@senador.gov.br; antonio.russo@senador.gov.br; armando.monteiro@senador.gov.br; benedito.lira@senador.gov.br; blairomaggi@senador.gov.br; casildomaldaner@senador.gov.br; cassio@senador.gov.br; cicero.lucena@senador.gov.br; ciro.nogueira@senador.gov.br; clesio.andrade@senador.gov.br; clovis.fecury@senador.gov.br; cristovam@senador.gov.br; cyro.miranda@senador.gov.br; delcidio.amaral@senador.gov.br; demostenes.torres@senador.gov.br; eduardo.amorim@senador.gov.br;
eduardo.braga@senador.gov.br; eduardo.lopes@senador.gov.br; eduardo.suplicy@senador.gov.br; ecafeteira@senador.gov.br; eunicio.oliveira@senador.gov.br; fernando.collor@senador.gov.br; flexaribeiro@senador.gov.br; francisco.dornelles@senador.gov.br; garibaldi@senador.gov.br; gim.argello@senador.gov.br; humberto.costa@senador.gov.br; inacioarruda@senador.gov.br; ivo.cassol@senador.gov.br; jader.barbalho@senador.gov.br; jarbas.vasconcelos@senador.gov.br; j.v.claudino@senador.gov.br; jorgeviana.acre@senador.gov.br; jose.agripino@senador.gov.br; gab.josepimentel@senado.gov.br; sarney@senador.gov.br; katia.abreu@senadora.gov.br; lidice.mata@senadora.gov.br; lindbergh.farias@senador.gov.br; lobaofilho@senador.gov.br; lucia.vania@senadora.gov.br; luizhenrique@senador.gov.br; magnomalta@senador.gov.br; maria.carmo@senadora.gov.br; mario.couto@senador.gov.br; martasuplicy@senadora.gov.br; mozarildo@senador.gov.br; paulobauer@senador.gov.br; paulodavim@senador.gov.br; paulopaim@senador.gov.br;
simon@senador.gov.br; pedrotaques@senador.gov.br; randolfe.rodrigues@senador.gov.br; renan.calheiros@senador.gov.br; ricardoferraco@senador.gov.br; roberto.requiao@senador.gov.br; rollemberg@senador.gov.br; romero.juca@senador.gov.br; sergiopetecao@senador.gov.br; sergiosouza@senado.gov.br; valdir.raupp@senador.gov.br; vanessa.grazziotin@senadora.gov.br; vicentinho.alves@senador.gov.br; vital.rego@senador.gov.br; waldemir.moka@senador.gov.br; pinheiro@senador.gov.br; wellington.dias@senador.gov.br; zeze.perrella@senador.gov.br;

Continuemos a mobilização. Abraços a todos.

Anônimo disse...

Parabenizo a revista Veja, por ser a única a denunciar a realidade nacional, sem influências políticas. Juntos, vamos desmascarar essa máfia que tomou conta do poder. Sugiro que sejam feitas mais reportagens denunciando a omissão do governo com a saúde, educação e segurança. No caso específico das Forças Armadas, não se trata apenas de protestos ou de solicitações de revisões salariais. As coisas são muito mais profundas. Como exemplos, cito a Polícia Federal e Receita Federal, onde, apesar de bem remunerados, faltam os recursos necessários para o bom cumprimento de suas missões. No caso das Forças Armadas, faltam-lhes recursos materiais e financeiros de toda ordem, inclusive para o sustento familiar digno de seus integrantes. Sabedores que são de que as Forças Armadas ainda podem lhes fazer frente e que ainda gozam de invejável índice de confiabilidade e credibilidade junto à população, o governo do PT, em manobra política e revanchista, tenta lhes impor a desmoralização, tanto material quanto financeira. Compram alguns generais e oficiais superiores com regalias e benefícios financeiros temporários. Porém, não conseguirão dobrar a espinha dorsal das Forças Armadas: seus Capitães e Tenentes, seus Sargentos, Cabos e Soldados. Estas são as reais lideranças, pois foram forjadas na lama, no sol escaldante, no frio intenso, na sede, aprendendo a saciá-la tomando a própria saliva, nas selvas, nas montanhas, no cerrado, no pantanal e em todos os lugares de nossa imensa nação. E quando não existir mais nem uma barata sobrevivendo sobre a face da terra, lá estarão os militares dizendo: EU SOU MAIS FORTE QUE VOCÊ, pois é no fogo mais forte que se forja o aço bom. No fogo forte são forjados os verdadeiros combatentes, e não em gabinetes climatizados, tomando o delicioso cafezinho, servido por taifeiros ou nos adoráveis happy hour, regados a whisky 12 anos. È preciso ter o pé na lama para sentir a real temperatura da tropa. Não se amedrontem diante de desmandos e ameaças. Se te ameaçam com regulamentos disciplinares arcaicos, mostre-os o código penal. Se te afrontam com perseguições veladas, combata-os com a arma invencível da verdade. Temos que quebrar paradigmas. É interessante para os privilegiados, manter o status quo. Para nós, que estamos na base da pirâmide, isso já não importa. O que queremos é dignidade e justiça. Um país onde as leis são cumpridas por todos. Que os oficiais generais e superiores, remediados, e seus sargentos puxa saco, façam a segurança da rio +20. A espinha dorsal das Forças Armadas vai parar. Operação greve branca já... se interpelados por cidadãos a respeito de quaisquer problema, dêem a seguinte resposta padrão “ O GOVERNO FEDERAL NÃO RECONHECE OS INTEGRANTES DAS FORÇAS ARMADAS COMO CIDADÃOS. PROCURE UM POLICIAL MILITAR, UM SENADOR, DEPUTADO OU A PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS.” 2º Sgt EB Paulo D N Z.

Anônimo disse...

Amigos, parabéns a todos nós que conseguimos o nosso 1° objetivo.

Não interessa mais agora quantos apoios tenha conseguido. O importante é que a proposta foi selecionada.

No Portal e-Cidadania há, pelo menos, 4 propostas interessantes que poderiam contar com o nosso apoio também. Vamos votar nelas também?


http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopeticao?id=921

- Exigência de exame nacional para obter o CRM para os formandos dos cursos de medicina em todo Brasil.


http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopeticao?id=241

- Fim do voto obrigatório.


http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopeticao?id=461

- O fim do voto secreto no parlamento e em todas as esferas do governo.


http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopeticao?id=1262

- Vereadores não remunerados.



Vamos ajudar pessoal, um ou dois dias de ajuda já bastariam para aprovar essas 4 propostas também.

Obrigado.

Arquivo do blog

Compartilhar no WhatsApp
Real Time Web Analytics