17 de março de 2012

Rio Traíra - o dia em que as FARC invadiram o Brasil

Em 26 de fevereiro de 1991, 40 guerrilheiros das Farc atacaram um destacamento de fronteira em que estavam 17 soldados, em Querari, no Amazonas, no meio do caminho entre a chamada região da Cabeça do Cachorro e do município de Tabatinga, perto do Rio Traíra.
Neste ataque os guerrilheiros mataram 3 soldados brasileiros e dois garimpeiros colombianos que estavam detidos na guarnição e houve ainda diversos feridos entre os soldados. No momento do ataque das FARC, a guarnição estava almoçando. Os primeiros a morrer foram as sentinelas da hora, em seguida os guerrilheiros atacaram o refeitório rudimentar onde um militar e os dois garimpeiros almoçavam, todos no acampamento ou morreram ou foram feridos no confronto.
O ataque foi composto por 3 equipes, sendo uma de apoio que ficou do lado boliviano, uma de ação e uma terceira de segurança e scol (que mataram as sentinelas).
Em retaliação ao ataque, os militares brasileiros com a infantaria de selva, apoio aéreo de helicópteros e aviões, em conjunto com o exercito colombiano deflagaram a operação TRAIRA. Onde diversos integrantes das FARCs foram mortos.
DEFESA@NET

5 comentários:

LAURA MONTEDO disse...

QUERIDO RICARDO, A ESTA ALTURA DE LOS ACONTECIMIENTOS ME PREGUNTO: QUIENES SON LOS MALOS Y QUIENES LOS BUENOS...CUANDO SE HABLA DE QUERRILLEROS HOY POR HOY PARA MI SON PERSONAS QUE COMBATEN LA GUERRA CON GUERRA, PORQUE NO ENTIENDEN OTRA FORMA, AUNQUE LOS VERDADEROS "MALOS", SON LOS QUE PROVOCAN Y DESVASTAN PAISES ENTEROS, EN FIN UN TEMA MUY INTRINCADO .....ABRASO

Anônimo disse...

Nossa, apesar das imagens serem antigas, fiquei impressionado com a sofisticação das instalações(?!). Será que ainda estão nessas condições? Enquanto esses guerreiros aguentavam o tranco defendendo o Brasíl, lá em Brasília os folgados e muito bem remunerados políticos esbanjavam palavras, puxando o saco um dos outros. Fizeram alguma coisa?

Anônimo disse...

Quem passou por aquela região esquecida pelo Brasil sabe que a verdade não foi bem essa. Taí um bom enredo para um filme de sucesso, onde haveriam soldados com obediência cega e heróica, o inferno da Selva cercando homens feitos de carne e osso, garimpeiros procurando vingança, extorsão e cobrança de impostos por parte de Oficial Comandante de PEF, polpulação revoltada com a corrupção de homens em que se confiava, etc. Ah, sem contar os tropeços e vítimas de nossos bravos FE, não por culpa deles é claro. Não sei se de lá para cá as coisas melhoraram, as vezes acho que estão piores, porque agora a população se cala diante das falcatruas. Ah, e as FARC, nessa aventura baseada em fatos reais, ficariam de fora, como ocorreu naquele dia fatídico. Quem pagou foram os sentinelas, os verdadeiros responsaveis saíram ilesos.

Anônimo disse...

- Pelo que eu sei, depois desta, e da resposta do EB na época, as FARC até hoje não incomodaram mais, invadindo nosso território. Parabéns aos guerreiros que honraram nossa farda e cumpriram sua missão. Selva - Brasil.

Anônimo disse...

Tá na hora de uma operação traíra em Brasília...

Arquivo do blog